Categoria: SpeedPainting

#038 – O Estranho Bug do Photoshop!

Rock ON!

Achei um bug muito esquisito no Photoshop, vocês já viram algo como isso? Será que tem jeito, que dá para consertar?

Assistam o vídeo e descubram!!!

Música da biblioteca do You Tube:

Você pode usar esta música e gerar receita em seu vídeo:

Digital_Memories, by Unicorn Heads

—–
Sigam-me nas redes sociais, um abraço a todos que estão inscritos aqui, tenho cada nome guardadinho no meu email!

Links importantes:
O Facebook: http://ift.tt/24duJtv
O Twitter: https://twitter.com/prissguerrero1
O Youtube (Sério mesmo?): http://www.youtube.com/c/PriscilaGuer…
O Instagram: http://ift.tt/2pp3v4w

Obrigada a todos pelos comentários, vocês são demais! Continuem junto comigo! Deixe o seu joinha aqui, compartilhe com os amigos!
Veja aqui:

 

#032 – Santa Tartaruga!

Um rabisco de um personagem que marcou minha pré-adolescência.
Feito com o ArtRage, usando pincel fino.

Ainda está no contorno, depois eu vou colorir e mostrarei para vocês como ficou.

Se inscreva e clique na sineta para receber as notificações dos novos vídeos. Apesar que eu prefiro que vocês venham aqui me ver, é sempre bem mais legal. 🙂

Meu canal é assim, gente: um dia eu posto um joguinho que gosto, no outro te dou uma dica de photoshop, talvez eu fale com vocês sobre alguma coisa lazarenta da vida, faça um rabisquinho para vocês, poste um vídeo das minhas gatinhas Michonne e Minhão, não sei.

Se inscreva e tenha sempre uma surpresa na sua lista. 😉
—-

Deixe seu joinha.
Visite: www.rockmeon.com.br

==============
Você pode usar esta música e gerar receita em seu vídeo, mas você deve incluir o seguinte na descrição de seu vídeo:
Heavy Action de Audionautix está licenciada sob uma licença Creative Commons Attribution (http://ift.tt/1bFo3O7)
Artista: http://audionautix.com/

Heavy_Action.mp3, Audionautix
Veja aqui:

 

#015 – Evocando Espíritos Zombeteiros!!!

Rock ON!!!!

 

A capa parece um daqueles CDs de banquinha, não parece? Fiz de propósito, o objetivo foi ficar bem tosco.

Bom, nesse vídeo resolvi gravar a voz ao mesmo tempo em que fazia o tutorial.

Fazer desse jeito deixou o vídeo um pouco longo. Não gosto de vídeos longos assim. Por outro lado, facilitou muito a a edição de áudio para mim. Usei algumas técnicas de marcação, que me ajudaram a eliminar barulhos indesejados, por exemplo, minha mãe falando junto e atrapalhando a gravação.

Acabei esquecendo de usar o Audition para dar uma limpada no chiadinho de fundo. Acho que estou ficando surda, pois me dei conta desse chiado só agora ao escrever este texto

 

 

 

Bom, neste vídeo mostrei os modos de mesclagem de imagens, máscaras (não é um reforço, mas uma técnica que uso muito mesmo, por isso foi uma das primeiras que mostrei lá no vídeo do Iberê-Cauê).

Também mostrei o Smart Object e o Rasterize, que uso na hora de ampliar e reduzir a foto do garoto.

Mostro como usar a ferramenta laço para recortar excessos na foto do menino.

Também usei um pouco de desfoque, o Motion Blur. Preciso fazer uma aula só de desfoque ou vou inserindo isso aos poucos na vida de vocês? O que preferem? Deixem aí nos comentários para eu saber.

 

Aqui está a imagem finalizada. Esqueci de colocar no vídeo.

 

fantasma-small

A imagem real tem 11MB. Eu reduzi para não onerar vocês. Essa tem 500MB.

 

Espero que gostem. E acho que farei mais vídeos nesse esquema de gravar a voz enquanto faço.

Facilitou muito. Preciso apenas ser menos preguiçosa na hora de editar. 😉

ROCK OFF!!

#014 – Tornando a Noite em Dia!!

Rock ON!!!

Faça-se a luz!!! E a luz se fez!!!

Agora apague a luz, pq as tarifas são caríssimas, meu querido!

—-

Neste vídeo usei as técnicas de Máscara, filtros, escala, ajuste de cores, modos de mesclagem.

Ajudem o canal a crescer, se inscrevam, comentem e compartilhem!!!!

 

 

 

 

 
Essa composição foi usada para ilustrar um conto que escrevi entitulado “O Voo de Caburé”.

——
Alerta:

Se virem uma piroga, não se assustem.

—–
Disclaimer:

Nessa composição usei máscara, modos de mesclagem, ajustes de cor e filtros.

Deixei todo o processo, sem cortes.

Não vai ter voz dessa vez, mas prometo que vou explicar cada técnica nos próximos vídeos.
—-

Se gostaram do vídeo, deixem seu like/curtir/joinha  aí para mim, compartilhem, comentem também.

Não deixem de visitar o site http://www.rockmeon.com.br para saber os detalhes do vídeo. Sempre em 1 ou 2 dias após a publicação aqui no Youtube eu faço um post anexando o vídeo e colocando os atalhos, as ferramentas que usei, descrevendo alguma coisa e pode servir como consulta rápida.

Se inscrevam no canal!

Sigam-me no Twitter se tiverem paciência: @prissguerrero1

*eu leio todos os comentários e vou respondendo assim que possível.*  (e como  geralmente tem 1 ou 2, posso dizer que estou conseguindo fazer isso 100% das vezes, hehehehe)

—-
Music:

Birch Run Kevin MacLeod (incompetech.com)
Night of the Owl Kevin MacLeod (incompetech.com)
Licensed under Creative Commons: By Attribution 3.0 License
http://creativecommons.org/licenses/by/3.0/

 

 

Leia o texto que deu origem ao vídeo!!

O voo de Caburé

 

Rock OFF!!!

#010 – Desenhando um Batman!!!

Rock ON!!

Este pequeno vídeo foi feito só pra dar uma pincelada de leve nos modos de mesclagem, algo que abordarei futuramente.

Prestem atenção, que uso também o renderizar nuvens. E pior: falo Batmá ao invés de Batman, várias vezes!!

Usei pincel, borracha, balde de tinta, seleção, coisas que vocês devem ter visto nos vídeos anteriores.

Também aproveitei para testar o modo de narração no Premiere e aparentemente acertei, isso ajudará bastante.

 

 

RockOFF!

#009 – Tomando outros Atalhos no Photoshop!!! – Parte 2

Rock ON!!!

Aqui fiz uma grande besteira ao nomear os vídeos e outra maior ainda ao nomear os posts.

Calma que eu explico.

Esse vídeo é continuação do vídeo #008 – Tomando Atalhos no Photoshop – Parte 01. Se não viu, veja, ele é bem bacana. Porém, os vídeos são independentes, então, se não quiser ver, OK. Mas já aviso que o perdedor de conteúdo é você.

 

 

Não sei quantos vídeos terá essa série de atalhos, então, fiquem ligados.

Não esqueçam de compartilhar, dar o Joinha e me pagar um café de me virem por aí.

AH! A marca dos vídeos sobre atalhos no photoshop será esse dragãozinho com a pena, combinados??

É isso!!

 

Rock OFF!!!

#008 – Tomando Atalhos no Photoshop!!! – Parte 1

Rock ON!!!

Com um atraso gigantesco, eu sei, me desculpem, mas eu tive problemas, tá?

Este é um vídeo que fiz para mostrar os atalhos do Photoshop mais comuns. Pretendo fazer uma série disso. Não sei quantos episódios terá. Então, fiquem ligados, atentos, etc.

O vídeo é bem simples, com edição pobre mesmo, porque o foco é mostrar os atalhos e não usá-los.

Isso farei ao longo dos demais vídeos de speed paint, sempre citando os atalhos. Então, se você perder, corra aqui para este vídeo e veja o atalho usado.

 

Não vou escrever os atalhos aqui, pessoal, o vídeo tá bem fácil e você pode ir pausando, né?

Não se esqueça de se inscrever no canal, deixei um botãozinho aqui no site.

Rock OFF!!!

 

#007 – Alterando as Cores com o Photoshop!!

 

Rock ON!!!

Este post deveria ter saído na terça-feira dia 15 de dezembro, mas por infortúnios do meu extremo cansaço de trabalhar durante a semana, só hoje, sabadão, posso fazer o post e será bem rapidinho.

 

Neste vídeo maneiro e curtinho que fiz, tem alguns atalhos que podem ajudar vocês e passam muito rápido durante a exibição do mesmo.

Vamos ao vídeo e depois aos atalhos e uma breve descrição:

 

 

 

CTRL + L = Levels, ferramenta para ajuste de cores, onde você é apresentado a um gráfico e pode mover os pequenos triângulos abaixo dele para deixar as cores mais vívidas, apagadas, mexer em alguns canais de cores.

O output levels, que é a barra em degradê de preto para branco, ajusta o ‘contraste’/’brilho’/’intensidade’  das tonalidades. (com aspas).

CTRL + M = Curves, ferramenta que aparece uma linha na diagonal, você clica sobre ela e vai gerando as curvas de cor. Faz quase a mesma coisa que os levels. Não gosto muito dela, porque a considero imprecisa, pois vc tem que ficar puxando para lá e para cá os pontos na curva. Daí vc arruma uma coisa, destrói outra.

IMAGE -> MODE -> GRAYSCALE = Tons de cinza. Aqui é um modo de cor, onde você deixa a imagem em tons de cinza. Precisa ter muito cuidado com essa ferramenta, porque quando você tem camadas, ele deixa TODAS as camadas em tons de cinza e isso é um saco se você quer apenas uma imagem em tons de cinza. Outra coisa que ele pode fazer é comprimir as camadas existentes, para uma só em tons de cinza. Daí você perde tudo o que fez. Então muito cuidado com o Grayscale. Use com sabedoria.

CTRL + U = Hue/Saturation, ferramenta que ajusta cores e também pode fazer colorização de alguns canais de cores. Tem 3 barras de ajuste: Hue, Saturation e Lightness.

  • Hue = tonalidade da cor.
  • Saturation = intensidade da cor.
  • Lightness = brilho da cor.

Cada uma dessas barras tem um seletor, que você vai arrastando para esquerda ou direita  e daí ajusta o grau do que quer modificar (no vídeo isso fica claro, então, assista-o!).

Tem a caixa de Colorize, que você clica e troca a cor da imagem toda. Ele não vai mexer com os canais individuais, vai mexer com todos de uma vez e isso é confuso de explicar. Pratique que você vai entender.

A caixa Preview mostra para você as mudanças na imagem. Deixe sempre marcada, vai facilitar sua vida.

Lá em Preset, a primeira opção, você tem alguns modos de cores pré-definidos, são como aqueles filtros do ‘Instagram’, que modificam as cores da imagem para um padrão conhecido, como Sépia, por exemplo, que dá um ar de foto velha para as imagens, fica meio amarelado. Vale a pena explorar este recurso.

Abaixo, um exemplo:

Bom, pessoal, é isto que eu precisava deixar como complemento.

Novamente peço desculpas pela demora na postagem, mas estou trabalhando demais e chegando de cabeça cheia.

Como meu cardiologista mandou eu não me estressar, tenho procurado formas de me distrair para não enfartar.

Um beijo para todos e ajudem a divulgar o canal e os vídeos.

 

Abaixo, todos as imagens dos ursinhos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Rock OFF!!!!

Boas festas se eu não conseguir postar mais nada. eheheh

 

 

 

#006 – Treinando o ‘Mascarando’ com o Photoshop!!!

Rock ON!!!

Olá, pessoal, primeiro quero agradecer as mais de 400 visualizações que atingi com esse vídeo, sério, vocês são demais e me deixaram muito contente, valeu a pena a semana de altos e baixos para gravar a voz e todos os contratempos que tive para deixar o vídeo pronto! – Ps.: No momento que escrevo, são 416 views, 15 likes e 0 dislikes.

capaibere

Agora, conforme prometido, vou deixar aqui alguns dos comandos que usei durante o exercício.
Primeiro vejam o vídeo.

No vídeo eu falo em Smart Object e rasterizar diversas vezes, notou? Mas o que é isso? Para que serve? O que come? Não percam nesta sexta, no G… ops! Volta para realidade, Priscila!

Bom, Converter a layer (camada) para Smart Object permite que você possa mexer na escala da mesma sem estourar os pixels. A grosso modo, você pode esticar ou diminuir uma imagem sem destruí-la.

Mas se estiver com Smart Object, não poderá fazer quase mais nada além de mexer na escala e rotação da imagem! Para poder editá-la normalmente depois, você precisa usar o Rasterize, apelidado carinhosamente de ‘rasterizar’.

Por isso a gente transforma em Smart Object, altera algo e rasteriza para continuar usando.

Em um dado momento, opto por não usar o Smart Object, porque as mudanças eram tão mínimas que não valeria a pena, para o propósito do exercício, então ajustei a imagem normalmente.

Para aumentar ou diminuir uma imagem, a gente mexe nas alças criadas quando usamos a Move Tool (V), você clica, puxa, estica, solta e enrola… ops! outro devaneio, desculpem!

Enfim, depois de pronto, de deixar do tamanho que quer, precisa aplicar a transformação, para isso, bata um Enter. Sim. Só isso. Para desfazer, use o clássico CTRL+Z; se quiser mais um desfazer, use CTRL+ALT+Z. Fácil.

Outra coisa que mexi, foi na opacidade da imagem. Opacity, fica lá perto dos layers. Só arrastar o ponteiro para a esquerda. Com isso eu consegui ver a imagem do Cauê sobreposta na do Iberê. Fiz isso várias vezes também.

A parte de usar pinceis e toda a explicação, você vai achar no vídeo #005, que já deve ter visto. Aliás, se não viu, assista agora: frase1

frase

ibere1

Reparem que deixei muitos restos do fundo da imagem, olhem essas partes brancas na barba. O legal é sumir com isso, mas no começo é difícil e só com treino você remove melhor essas falhas.

ibere2
Esta daqui está um pouco melhor. Mesmo assim, se você olhar direito, achará falhas.

Curiosidades: levei 30min para fazer as duas montagens. Com o dobro de tempo, o capricho seria maior. Levei 2h para cortar o vídeo e 1 semana para gravar todos os sons. XD

 

Bom, é isso pessoal, por favor, deixem os comentários, dúvidas, sugestões de próximos temas e o que você não gostou no vídeo!

Rock OFF!!!

#005 – ‘Mascarando’ no Photoshop!!!

Rock ON!!!

Galera, demorou mas saiu o vídeo 5 do canal. Esse deu um trabalhinho extra porque além de um pouco longo, chegou a 10min e uns quebrados, ainda incluiu uma vinheta de abertura, que será a vinheta para os vídeos daqui para frente (Eeehhhhh!!! Mãozinha pro alto comemorando!) e áudio,  sim, minha voz de criança dos anos 80 do interiorrrrrr de São Paulo!

Será que você é forte o suficiente para ouvir tudo até o final? Será que é cabra da peste o suficiente para se inscrever no canal e me dar o seu joinha??? Será que você é Badass para caramba ao ponto de compartilhar com os amigos e amigas???

Bom, espero que sim.

 

 

Atalhos do Photoshop:

CTRL+L = abre o modo de edição de Levels de cores, isso serve para você ajustar as cores.

CTRL+M = abre o modo de edição de Curvas de cores, também serve para ajuste de cores, no vídeo eu cito, mas não uso.

CTRL+i = serve para inverter uma seleção. Imagine a bandeira do Japão. Eu seleciono o círculo vermelho. Se eu inverter a seleção, o que ficará selecionado será a área branca da bandeira e não o círculo, entendeu?

B = Brush = pincel, isso ativa a ferramenta  pincel.

L = Lasso Tool, isso ativa a ferramenta laço.

X = alterna o seletor de cores entre cor de frente e cor de fundo.

Menu Filter / Blur / Gaussian Blur = serve para deixar a Tardis esfumaçada, borrada.

H = Hand = ferramenta mão, serve para movimentar a imagem, fiz isso várias vezes durante o vídeo.

V = Mover = serve para mover as imagens dentro da cena.

Z = Zoom = serve para ampliar ou reduzir a visualização da imagem.

T = Text = ferramenta para fazer texto, escrever um texto.

M = Retangular Marquee Tool = ferramenta de seleção retangular, usei para fazer a borda da imagem final.

Lasso Tool – Eu fiz uma bagunça no vídeo:

No vídeo eu faço sobre laço magnético. Eu estava doida, usei o Polygonal Lasso e o Lasso Tool. Notem que laço é em português e Lasso é em inglês e nome da ferramenta. Bom, entenderam? Nem usei o magnético, ele existe, e funciona se encostando nas imagens a serem ‘laçadas’, como se tivesse um imã que as atraísse.

O Lasso Tool é um laço livre, eu vou riscando para fazer a seleção do formato que eu quiser e o Polygonal, faço linhas retas e foi usado para selecionar a Tardis, porque afinal, ela é reta!

Cadeado nas Layers: Serve para trancar as layers, que são camadas de imagem e evitar que eu faça bobagens onde não quero. No vídeo eu travo e destravo os cadeados várias vezes.

Bom, o resultado final é a imagem abaixo:

lucas-final

Bom, espero que tenham gostado, se inscrevam no canal, deixem um comentário e compartilhem por aí!

Se tiver alguma dúvida, sugestão de vídeo, postem aí, se eu souber como fazer, atenderei. Aproveitem enquanto é grátis!!!

Agradeço ao Lucas Balaminut por liberar as fotos e à Nilda Alcarinquë por me explicar o funcionamento da Tardis!

Rock OFF!!

 

 

#004 – Eu Não Sei Desenhar, Então Rabiscarei por Cima!!!

Rock ON!!!

 

O título ficou longo, mas é isso mesmo. Um vídeo para quem não sabe desenhar. Você pode começar riscando por cima de uma foto. Pegue uma foto ou um desenho, coloque uma folha de papel vegetal por cima, papel de seda, ou um sulfite fino mesmo.

Pegue um lápis macio e rabisque por cima. Não vai ficar perfeito, mas já é um começo. Para esse vídeo usei o ArtRage porque ele simula papel e lápis.

Dá para fazer em qualquer aplicativo que use camadas também. Mas o importante é fazer vários do mesmo desenho. Com o tempo seu traço vai ficando firme e você conseguirá fazer um sem o auxílio da foto ou imagem.

Usei uma foto do Aragorn, que peguei na internet.

A música de fundo é criação minha no Microsoft Music Make Jam e chama-se Hard Hero, espero que gostem.

Deixem seu joinha, seu comentário e espalhem esse vídeo!

Aqui está o trabalho pronto:

AragornRabisco

E se tiver alguma sugestão, deixe nos comentários. Podem falar comigo, eu não mordo não! XD

 

Rock OFF!!!

 

 

 

#003 – Vetorizando no Illustrator!!!

Rock ON!!!

Fiz o rascunho entre uma ligação e outra no trampo. As filiais me fazem esperar muito. Achei o desenho maneiro e resolvi vetorizar no Illustrador.

Vetorizar nada mais é do que transformar um desenho complexo (bitmap) em um desenho simples (Vetor). Bom, isso não quer dizer muita coisa, né? Usarei um exemplo prático: uma foto de gatinho. Supondo que eu tenha uma foto de gatinho e olhe essa foto bem de pertinho, verei vários quadradinhos pequenos nela, são os pixels. Quando olho mais de longe, vejo a imagem formada. Bom, até aí, o vetor também é formado de pixels, se eu olhar bem de pertinho, verei a mesma coisa.

A diferença ocorre quando eu quiser fazer uma ampliação da foto de gatinho, o bitmap, ele vai estourar aqueles quadradinhos, os pixels, e por isso a minha linda foto de gatinho ficará deformada, desfocada, feia e horrorosa.

Vamos dizer que eu tenha vetorizado um desenho de gatinho, ou seja, peguei o desenho, passei as linhas e pontos por cima em um programa de vetorização, que poderia ser um Illustrator, Corel Draw, Inkscape etc, transformei em linhas e pontos, colori, tudo vetorizado. Daí eu preciso ampliar esse vetor, então, basta eu fazer isso e ele vai se manter bonito, ordenado, perfumado, lindo de morrer!

Mas por que isso acontece? O vetor trabalha com cálculos matemáticos e o bitmap não. Na verdade é algo bem mais complexo que isso, só que neste momento você não precisa saber disso, não é mesmo? Basta saber que se você quiser uma ampliação ou redução quase perfeita, é melhor usar um vetor que um bitmap!

E como reconhecer quem é um e quem é outro? A resposta já está acima, mas vou dar uma dica: aquelas imagens do tipo jpg, em geral são bitmaps, ou mesmo o bmp (a extensão básica do Paint que vem com o Windows). E se você ampliar ou reduzir muito, vai distorcer uma imagem assim, além de poder ser o produto de um programa de vetorização, isto é, um arquivo exportado. Mas isto é avançado demais neste momento, não se prenda a isto, ok?

Bom, em termos práticos, bitmap é aquilo que você manda no seu celular ou rede social para os amigos. Vetor é aquilo que o cara da gráfica vai pedir para você mandar quando quiser fazer mil adesivos do logotipo da sua banda favorita. E ele pede em vetor porque daí ele pode fazer ajustes sem perder a qualidade do produto final, sacaram?

Eu uso o Illustrator, mas já usei o Corel Draw quando estava aprendendo vetorização e sinceramente a única coisa que sinto falta em relação ao primeiro, é que o Corel divide os tipos de curvas que ele faz, o Illustrator trata como uma coisa só! E o Inkscape? Instalei uma vez para ver como era e nunca usei de fato, mas sei que o Programador Real usa esse programa nas suas tirinhas.

O legal do Inkscape é ele ser gratuito. Você pode fazer download para seu Sistema Operacional baseado em Linux ou Windows. Procurem no Google, é fácil. Já o Illustrator e o Corel são softwares proprietários e você precisa pagar. Ou pegar uma versão de testes.

Bom, no Illustrator é possível mudar o ângulo do pincel de pintura, da borracha, coisa que acho muito legal porque é feito de um jeito bem simples e no vídeo, se você prestar atenção, verá que faço isso algumas vezes.

Entre vetorizar e colorir, levei cerca de 1h30. Mas não se preocupem, reduzi o vídeo às partes mais importantes e ficou com 2min19.

A música de fundo também é de minha autoria. Eu fiz no Music Make Jam, aplicativo da Microsoft, para criar trilhas sonoras. Não sei usá-lo ainda e foi a primeira composição que fiz. E fiz isso porque não achei nenhuma trilha que se encaixasse nas cenas. Rsss.

Bom, espero que gostem, entrem no Youtube, deem um joinha, tá? No próximo farei com voz.

E aqui está o resultado final:

littleRedNinja

Rock OFF!!!

#002 – Cobrindo Um Rascunho e Colorindo no Photoshop!!!

Rock ON!!!

Pessoal, boa noite!!!

Saiu mais um vídeo!!

Esse rascunho eu fiz no começo do ano, enquanto esperava uma pessoa fantástica para tomar café (Aquela que quando estou conversando o tempo desaparece! Vish, é coisa de doido isso, mas é outro assunto, ok?) Enfim, eu tinha esse rascunho guardado aqui na máquina e decidi usá-lo para mostrar a vocês como cobrir um rascunho com pincéis, algo bem simples e inicial.

Usei camadas, pincel básico e borracha. Levei 1h para finalizar o desenho, mas na edição ficou com 2min19s, ou seja, você vai assistir até o final e não tem desculpa para não fazer isso e me dar seus views e likes, ahhh é, deixa um comentário, que eu gosto de ler e responder vocês!

Um forte abraço ao @relativeBrain por ter conseguido os 3 likes (e muito mais, além de inscritos) para o vídeo da flor!!!

Pode pegar de presente o desenho finalizado, amigo!

 

Dica: Atalho para criar nova camada no Photosho é CTRL + J. 😉

Espero que gostem!!!

 

Se inscreva no canal também e se este vídeo tiver 15 views e 12 likes, farei algo bem bacana nos próximos!!! 😀 Aliás, já tem vídeo novo gravado! Só preciso editar! (Achá-lo primeiro seria maravilhoso também! hihihihihihihi)

Imagem finalizada:

cerebro

 

Rock OFF!!!

#001 – Desenhando uma Flor!!!

Rock ON!!!

Pintei essa flor usando o aplicativo chamado ArtRage, que simula tela de pintura, com textura de tecido e pincéis de tinta, com tinta! WOW!

 

O objetivo era mostrar que existe outro aplicativo para pintura, pois a maioria só conhece o Photoshop e acha que esse é o único do tipo. Não é verdade. Existem vários programas para pintura digital e quando digo isso, me refiro aos softwares que simulam a experiência de pintar  com tintas, pincéis, telas e até mesmo papéis especiais!

Posso afirmar que simula pois já fiz trabalhos com tinta à óleo, aquarela, crayon, giz pastel seco e oleoso, lápis de cor, canetinhas, telas de tecido, enfim, materiais do mundo real.

Usei as ferramentas de pincel fino, bisnaga de tinta, espátula, pincel chato, rolinho de pintura e caneta fina. Também fiz uso de camadas, pois o ArtRage permite isso, o que facilita muito, pois como trata-se de tinta, é natural que haja mistura, como no mundo real.

Segue o Link do ArtRage para vocês pegarem o software e conhecer mais sobre o mesmo.

http://www.artrage.com/

Bom, foi um desenho bem rápido mesmo e espero que tenham gostado.

Meu objetivo com esses vídeos que tenho postado é mostrar as ferramentas básicas de alguns programas que uso e treinar edição e vídeo.

Talvez eu venha a fazer algum tutorial com voz, não sei ainda. Contudo, quero que sejam sempre curtos, com no máximo 10min de duração.

Rock OFF!!!

 

#000 – Colorindo Um ‘Dinossauro’!!!

Rock ON!!!

Fiz este pequeno vídeo para treinar pintura digital e mostrar aos iniciantes, como fazer algo bem simples, com o básico do Photoshop, que são:

 

  • trabalhar com camadas (layers) – shift + CTRL + N = criar um novo layer
  • pincel básico – B
  • aumentar/reduzir o tamanho do pincel – [ ] (colchetes)
  • Borracha – E

Bom, caso tenham notado, na lista acima eu já dei os atalhos que usei durante a pintura, que no total, levou 33 minutos para terminar, mas com o milagre da edição, ficou em cerca de 3 minutos e meio de duração.

Escolhi um dinossauro porque eu gosto deles, é uma forma simples e que a maioria curte.

Usei a caneta da Wacom, a Bamboo pen, mas você pode colorir com essa técnica usando um mouse também, porque  não fiz uso de pressão e as cores são sólidas e usando a borracha para esculpir, já cria uma ilusão de pressão, então, mesmo que você não tenha uma Wacom, dá para fazer com o mouse tranquilamente, requer apenas destreza, como qualquer equipamento. Eu já perdi a destreza que tinha com o mouse, porque uso a caneta há uns 3 anos.

Você pode tentar fazer em outros programas que usem camadas também, por exemplo, se não tiver o Photoshop aí, você pode usar o Gimp, que é gratuito. Ele é bem parecido com o Photoshop e já dá para quebrar o galho, ou se não quiser instalar nada, pode procurar um editor online, digite Photoshop Online ou editor de imagens online no Google que aparecerão muitas opções. De cabeça agora eu lembro do Pixlr, do Sumo Paint e do Photoshop Online mesmo.

Bom, é isso, espero que gostem.

 

A ilustração é minha mesmo, viu? E as músicas vieram pelo http://freemusicarchive.org, do artista Sergey Cheremisinov, devidamente creditadas no Youtube.

Se este vídeo tiver mais de 10 views e 5 joinhas, farei outro para vocês, talvez restaurando uma foto, não sei ainda.
Só sei que será bem curtinho, porque eu mesma não tenho paciência de assistir vídeos com mais de 5min e imagino que vocês também não.

É isso, pessoal! Deixem aí seus comentários, uma oferenda, uns trocados, uns beijos e abraços, o que você estiver com vontade! Só não me deixa dívidas, porque isso eu já tenho de sobra! Tchau!

Rock OFF!!!

%d blogueiros gostam disto: