Tag: café

Podcast!!!

ROCK ON leitores, amiguinhos internéticos! Aqui é o Lucas Balaminut, ouvinte profissional de podcast.

Como todo bom hiperativo não diagnosticado, estou sempre procurando estímulos informativos (culpa do café?). Notícias, artigos, colunas opinativas, papers acadêmicos, vídeos, ou gráficos do mercado financeiro – consumo tudo que vejo pela frente. Um rato de Wikipédia, estou sempre fuçando fontes a fim de saciar minha curiosidade infinita.

Porém, entre todas essas alternativas, destaco a minha favorita. Além do café, sou viciado em podcast.

Mas Lucas… não sei o que é podcast. Por obséquio, vossa gentileza poderia me explicar?

Podcasts são programas em áudio, assim como aqueles do rádio. A diferença é que não são limitados pelo horário de programação. O ouvinte pode baixar os episódios quando quiser, ouvi-los quando desejar, pausar em qualquer momento e reouvi-los se tiver vontade. Um verdadeiro Netflix dos radio-shows. Podcasts podem ter horas de duração ou apenas alguns minutinhos, podem ter muitos participantes ou apenas um narrador, e podem tratar de qualquer assunto.

Recentemente, descobri o site Os 5 Melhores, que permite a qualquer usuário criar listas sobre qualquer tipo de produto, serviço ou assunto em geral, e votar em quais são os melhores dessa lista. Normalmente, cada votação tem entre 20 e 50 participantes. Eu descobri a lista de Os 5 Melhores Podcast Brasileiros, onde mais ou menos 50 podcasts eram listados, contando com 250 votantes. Divulguei a lista pros meus podcasters favoritos e pros meus amigos. Estes divulgaram para os seus ouvintes e para outros programas e, de repente, iniciou-se a TERCEIRA GUERRAL MUND… digo, A GUERRA PODCASTAL!

Os diferentes programas passaram a competir para subir no ranking, todos divulgando em massa a votação. Em menos de um dia, a lista já contava com 5 mil participantes e, o mais impressionante, SEISCENTOS PODCASTS! Sim, existem mais de 600 programas brasileiros diferentes. Eu não fazia idéia da dimensão da mídia até então – que surpresa agradável! Confira a lista, leia os comentários e descubra programas bacanas.

Ó, que pândego! Hó Hó! Conte-me mais sobre isso…

Os podcasts surgiram no EUA como uma evolução do rádio. Quando a internet surgiu, vários programas de rádio passaram a disponibilizar a gravação de seus episódios online – como talk shows, entrevistadores, programas de auditório, jogos de quizzes e comediantes. Dessa forma, quem deixou de ouvir o programa no rádio poderia baixar e escutar. Com a evolução da internet, muitos broadcasters perceberam que manter um site no ar é muito mais barato do que ter um programa em rádio; logo, vários programas migraram para a plataforma online. Um pouco depois, outros lançaram novos programas diretamente na internet.

Os podcasts americanos ainda mantêm muito dessa tradição radialista; o formato do programa gira em torno de um apresentador que conversa de maneira convidativa e semi-formal com convidados. Eles contam com pouca edição de falas e músicas, sendo quase que inteiramente produzidos durante a gravação.

Diferente da gringolândia, o Brasil tem uma história peculiar com esta mídia independente. A dez anos atrás, quando poucos podcasts existiam, era comum que pequenos blogs experimentassem todas as ferramentas disponíveis na internet a fim de atrair audiência. Foi assim que surgiu o Nerdcast, primeiro podcast realmente expressivo do país. Em vez de radioalistas com anos de experiência, este podcast, assim como muitos outros que vieram a seguir, era feito por entusiastas amadores que queriam agregar conteúdo ao seu site, falar de assuntos que gostam, opiniar e compartilhar experiências.

O Nerdcast desbravou a mídia no Brasil; contando com o aumento da acessibilidade da internet, o levante da demanda por cultura pop moderna, saudozismo e a popularização da cultura de nicho Nerd, cada ano o Nerdcast dobra sua audiência (de 350 mil downloads por episódio em 2014 pra 700 mil em 2015), servindo como porta de entrada pra mídia à muitos ouvites. Foi assim que descobri podcasts, a 8 anos atrás!

Encontrei o Nerdcast enquanto procurava sobre filmes do X-Men no Google, mas achei extremamente estranho ouvir desconhecidos conversando por uma hora no meu ouvido; também não conseguia diferenciar as vozes, saber quem é quem. Mas depois acostumei. As conversas eram engraçadíssimas, os participantes me conquistaram e eu aprendia bastante com o conteúdo. De um programa por mês, passei a ouvir um por semana, depois um por dia e, quando percebi, aguardava ansiosamente pela próxima publicação.

Estava feito: me tornei um ouvinte regular! O primeiro podcast que escutei na data de publicação foi o Nerdcast 101 – Traumas de Infâncias, a 7 anos atrás. De lá pra cá, é um ritual semanal baixar o Nerdcast de sexta-feira.

Mas o que ouvir durante os outros 6 dias da semana? Fui atrás de mais podcasts, claro.
Como eu era um adolescente cheio de tempo livre, procurei por temas que me agradavam, me tornando um verdadeiro junky de podcast. Sempre que estou fazendo alguma atividade que não requer muita atenção (limpar a casa, lavar a louça, pegar ônibus, correr no parque, etc), também estou ouvindo podcast.

Escolher entre 600 programas diferentes sem previamente conhecer nenhum  é complicado – sofro disso toda vez que vou a um restaurante que nunca experimentei nenhum prato. Então, aqui vão as RECOMENDAÇÕES DO LUCAS! Aeeeeeew.

JWave –  cultura pop, nerd e Japonesa; além de ser engraçado e cheio de curiosidades, o Juba (host) é muito carismático. Temas incluem JPop, anime, mangá, cultura oriental, cultura pop em geral e nostalgia anos 90 e 80. Descobri pesquisando sobre o anime Neon Genesis Evangelion – ainda com alguma dificuldade de entender… quem sabe eu não escrevo sobre isso?

Mundo Freak Confidencial – trata de investigar mistérios, lendas, mitos, oculto, obscuro, curioso e sobrenatural; programas bem leves engraçados, visa a diversão acima de tudo. Recomendo os episódios especiais Aconteceu Comigo.

Mixtape – bandas, álbums, instrumentos, estilos, tudo relacionado a música com o muito carismático Gustavo! Recomendo o episódio em que participei Filmes Sobre Música.

Promontório Estéril – pequenos episódios de 20 a 30 minutos narrando a vida de personagens históricos não tão famosos como em um áudio drama; muito bem produzido.

Dragões de Garagem – divulgador científico, trata de outros assuntos com seriedade mas sem perder a descontração; visa o aprendizado e tem excelentes entrevistas.

TemaCast – leva aos ouvintes conteúdo relevante sobre comportamento, história, biografias e cultura geral.

SciCast – traz conteúdo extremamente bem pesquisado, professores acadêmicos e pesquisadores com o objetivo de ensinar ciência de maneira divertida; temas variam de biologia, tecnologia e exatas para história, geografia e outras áreas humanas. Eu mesmo participei do episódio 88 – Pensamento Científico, e outros que ainda serão publicados.

Café Brasil – estimulam discussões intelectuais através de reflexões sobre vários aspectos da vida em sociedade.

Radiofobia – produzido, editado e apresentado pelo mestre do broadcasting Leo Lopes; discute temas variados e entrevista convidados ligados à atividade humorística do rádio, TV ou internet. O diferencial do programa é a aplicação do formato radiofônico no podcast. Quase todos os programas são gravados com transmissão ao vivo, via streaming, e todos os elementos sonoros (efeitos, trilhas e vinhetas) são reproduzidos em tempo real, exatamente como em um programa de rádio. Se assemelha a tradição radioalista americana.

Matando Robôs Gigantes – apresenta, discute e opina sobre quadrinhos, jogos e cinema, além de assuntos cotidianos em geral. Os programas são bem curtos, raramente passando de 20 minutos, e extremamente descontraídos.

Nerdcast – o supra citado, hors concours, e mais baixado podcast brasileiro; mostrando a visão Nerd do mundo, fala sobre todos os nichos e nuâncias da cultura pop, incluindo literatura, cinema, quadrinhos, jogos, séries, filmes, etc; também trata de ciências, História, assuntos cotidianos e histórias engraçadas. Recomendo o programa especial de RPG, onde as famosas partidas do jogo se tornam aventuras em forma de áudio, divertidíssimas, cheias de referências e extremamente bem produzidas. Além da Trilogia Medieval Fantástica, estão para lançar o último episódio da Trilogia Cyberpunk, cujo segundo capítulo bateu 3.2 MILHÕÕÕÕES de downloads.

Agora os gringos!

StarTalk – apresentado pelo astrofísico Neil deGrasse Tyson, o programa sempre conta com um comediante profissional para falar de maneira divertida sobre astronomia e ciências em geral. Temas da cultura popular e debates acadêmicos modernos são recorrentes.

Night Vale Radio – uma rádio local da pequena (fictícia) cidade do interior americo, Night Vale; Cecil narra os acontecimentos misteriosos da cidade como se tudo fosse normal; o podcast é carregado de referências literárias de mistérios, terror, alienígenas, cultismo, e tudo que é estranho. Conta com um humor inteligentíssimo!

Serial – apresentado pela jornalista Sarah Koenig, o programa conta a história verdadeira do assassinato de uma jovem adolescente no EUA. Cada um dos 12 episódios explora um aspecto diferente do misterioso caso, mergulhando em cada detalhe de maneira rigorasamente profissional e minuciosa – a investigação foi melhor que a da própria polícia e conta com um desfecho real impressionante.

Freakonomics – em curtos episódios de 20 minutos cada, responde a perguntas corriqueiras de maneira inteligente e bem embasada, pesquisando a fundo e usando técnicas analíticas. Conta com várias entrevistas e tem insights interessantíssimos.

Radiolab – parte do famoso NPRNational Public Radio (rádio público americano), é um espetáculo sobre a curiosidade que explora os limites da ciência, da filosofia e da experiência humana.

How Stuff Works – como o nome sugere, explora o funcionamento de diversos objetos, tecnologias e aspectos da vida corriqueira; temas incluem animais, carros, aventuras, cultura, entretenimento, saúde, ciência e muito mais.

Deixe nos comentários dúvidas ou sugestão de podcast.
Cliquem nos links, baixem podcasts e divirtam-se!

ROCK OFF

 

O Tempo é Curto!!!

Rock ON!!!

Não sei o que acontece com o tempo quando a gente sai.
Nos encontramos pontualmente atrasados às 19h.
Conversamos, bebemos café, nos divertimos, caminhamos e passeamos.
Até irritei você, quando queria me contar aquela história, mas foi sem querer, eu juro!
E talvez porque sua cara de indignado seja uma de suas expressões faciais que mais gosto de provocar.
Contudo, tem outra que gosto mais.
A melhor é o seu sorriso largo, claro!
Aí, fomos jantar, com as lojas do shopping já fechando.
E conversamos mais e mais até, praticamente nos expulsarem.
E o tempo? Não sabemos o que acontece com ele, mas simplesmente desaparece.
Chegamos, fizemos tudo isso e de repente, hora de ir embora.
Realmente não entendo essas coisas, só sei que é sempre muito divertido.
E ainda faltaram muitas coisas para dizer, não sei como surge assunto.
Não sei de onde eles brotam, os mais diversos.
É fato que me divirto muito e acho que você também.
Parece que o tempo desaparece ao mesmo tempo que acelera, deve ficar com inveja de nossas conversas, só pode!
Acho isso bem curioso.
Nunca é cansativo.
Bom, só precisava escrever isso.
Até o próximo Tempo que é curto e que curto!

Rock OFF

Café Religioso!!!

Rock ON!!!

cafeBomJesus

Imagine que louco seria encontrar o Mau Jesus, hein?

Rock OFF!!!

Programador Real!!!!

 

 

Rock ON!!!

Um dos poucos sites de tiras que eu acompanho desde o início e que gosto muito!!

Fonte: Vida de Programador

Visitem o site do André Noel!

Rock OFF!!!

Receita de Cappuccino Gelado!!

Rock ON!!!

 

WP_20150108_13_48_21_Pro

Cappuccino Gelado da Priss Guerrero:

-Receita para uma caneca-

3 colheres de sopa de leite desnatado

2 colheres de sopa de Nescau

1 colher de sopa, rasa, de Nescafé

Mexa o pó até misturar. Sim, mexer o pó, sem água ainda. Só o pó. Se você ainda conseguir ver manchas brancas de leite ou marrons do Nescau, ainda não está misturado. Sabe o significado de homogêneo? Então vai, mexe! Mexe!!!!

Depois que o pó estiver bem misturado, acrescente água gelada. Sim, gelada. Se você puser água quente, vira cappuccino, mas não cappuccino gelado, né? Leu o título? Tá escrito o quê mesmo? Então: ÁGUA GELADAAAAAAAAAAAA!

Mexa até ficar homogêneo. Deixe descansar por 1 ou 2 minutos.

Isso porque a mistura está tonta, de tanto que você mexeu. Como recompensa, ela ficará cremosa. Sim, fica cremosa. Cremosa como? Ora bolas! Não é uma papa rala, é cremosa!

Aí, você toma. E depois limpa o bigodinho, porque sempre fica um bigodinho de cappuccino!

E foi isso, receita de Cappuccino Gelado da Priss Guerrero.

Espero que façam, que gostem e que me convidem para tomar! 😀

A tira foi só para ilustrar uma situação hipotética, isto ainda não ocorreu, mas com a sorte que tenho, poderá acontecer sim! É uma tira rabisco mesmo.

Rock OFF!!!

Rock OFF!!!

Café Humano!!!

Rock ON!!!

Café Humano, feito de selecionados grãos de humanos!

cafeHumano

Brincadeira, gente, não é feito com grãos humanos.

Mas esse é um nome bem curioso para uma marca de café, né?

Rock OFF!!!

Museu do Café!

Rock ON!!!

No site do Museu do Café é possível fazer uma visita virtual à sala do Pregão, vejam: http://www.museudocafe.com.br/salaodopregao/

Achei bem bacana e um dia pretendo visitar este museu, que fica em Santos, litoral paulista.

Rock OFF!!!

Conheça 27 Tipos de Café!

Rock ON!

Ok, o título é bizarro, mas o vídeo é bacana.
Pessoal do Mental Floss [vejam o canal deles no Youtube, é legal!], fez um vídeo bem bacana mostrando 27 jeitos diferentes de beber café e seus respectivos nomes.
Tudo em inglês, mas muito simples de se compreender [tem figurinha! Aha!] enfim, adoraria provar todos os 27 tipos. Acho que ainda faltam alguns e já provei boa parte desses.

Surpresa para mim foi o Capuccino, que não se parece em nada com o daqui!

Cadê meu companheiro de café e risadas? Bora marcarmos uma rodada? Eu pago desta vez, rs.

Rock OFF!!

Hey, Owl! Wanna a Coffe?

Hey, Owl! Wanna a Coffe?

Hey, Owl! Wanna a Coffe?

Assista a “Caffeinated Marshmallows” no YouTube

Preciso disso.

Assista a “Máquina de Café” no YouTube

Assista a “EUROPA & ITALIA – Europe vs Italy – Bruno Bozzetto (Official)” no YouTube

Rock ON!!!

Brasil e Itália tão alí, juntinhos, só se salva o café!
Este vídeo é uma crítica aos costumes dos italianos, que se a gente reparar bem, parecem muito com o de alguns brasileiros.

Rock OFF!!!

Big Shake!!!!!

Rock ON!!!

Achei esta propaganda por acaso! Muito engraçada, aliás, uma série delas. Acho que são do Haiti, preciso pesquisar.

Prepare-se, você vai se surpreender com a criatividade!!!

Rock OFF!

A Maldição dos Profissionais de Informática!!!!

Rock ON!!!

Fazendo limpeza nos meus emails, achei essa pérola!

Contemplem!

Conta a lenda que, quando DEUS liberou o conhecimento da informática para os homens, determinou que aquele saber iria ficar restrito a um grupo muito pequeno e selecionado.

Mas, neste pequeno e seleto grupo, cujos membros se achavam semi-deuses, já havia aquele que iria trair as determinações divinas.

William Gates, mas tarde conhecido como Bill, resolveu ganhar muito dinheiro com aquela nova revelação do Alto, e… todos conhecem o fim da história.

Mas, DEUS, ao expulsar todos do laboratório de análises e pesquisas de software e hardware, lançou sobre suas cabeças e de seus descendentes as seguintes juras:

01 – Não terás vida pessoal, familiar ou sentimental.
02 – Tua sanidade mental será posta em cheque antes que completes cinco anos de trabalho.
03 – Terás gastrite, se tiveres sorte. Se for como os demais, terás úlcera.
04 – A pressa será teu único amigo e as suas refeições principais serão os lanches, as pizzas e o China in Box.
05 – Teus cabelos ficarão brancos antes do resto da população. Se te sobrarem cabelos.
06 – Não terás feriados, fins de semana ou qualquer outro tipo de folga.
07 – Dormir será considerado período de folga, logo, não dormirás.
08 – Teu caráter será mensurado pela quantidade de certificações que tiveres.
09 – Happy hours serão excelentes oportunidades de ter algum tipo de contato com outras pessoas na mesma condição.
10 – A quantidade de memória e o processador de teu equipamento serão os diferenciais para que sejas bem visto ou não pelos demais.
11 – Ficarás cego, mas antes sentirás muita dor de cabeça, enxaqueca ou algo que doa muito.
12 – Terás sonhos com modelagem de dados, programação e, não raro, resolverás problemas de trabalho neste período.
13 – A máquina de café será tua melhor colega de trabalho. [FATO!!!!]
14 – Trabalho será teu assunto preferido. Talvez o único.
15 – As pessoas serão divididas em 10 tipos: as que entendem binário e as que não entendem. E verás graça nisso.
16 – Sentirás orgulho por tua tendinite ser mais extensa que a do peão sentado ao lado.
17 – Exibirás olheiras como troféus de guerra.
18 – Com o tempo, cafeína não te fará mais efeito.
19 – Terás um blog.

A pior de todas as juras:

20 – Inexplicavelmente gostarás de tudo isso!!!

Rock OFF!!!

Programador Real

I made this painting with ‘Paint Joy’ on my Android phone:-)

image

Rock ON!!! Minha singela dica/homenagem ao site do programador real. Link tá do lado. Cheguem e divirtam-se lá! Rock Off

A Pizza, a Cadeira e o Chão

Rock ON!!!

Oi, galera! Que título curioso, não?

Vou explicar. Domingo passado, às 23h resolvi pedir uma pizza. Ok, pedido feito, a redonda está a caminho, aquele frio, eu e minha mãe vendo stand ups na TV, perfeito, né?

Meia hora depois do pedido (rápido), o entregador buzinou lá fora (sou pobre, não tenho campainha! rs) Enfim, fui até o portão pegar minha gordice e ao que me deparo com um motoqueiro todo se retorcendo, falando “ai ai ai ai” “ui ui ui” “ai, meu Deus, que que eu faço, dai-me forças…” nisso já pensei “putakeu! motoqueiro crentelho que vai me converter!” Daí ele começa a me pedir desculpas, disse que caiu num buraco na rua que ele não viu e que minha pizza tinha virado toda na caixa de entrega. PUTZ!!! O motoqueiro foi ao chão, machucou a perna. Fiquei com dó. Daí ele foi para lá buscar uma nova pizza para mim. Coitado, falei para ele ir com cuidado, para não cair de novo.

Só para constar, a noite estava fria, o chão estava úmido e a rua de casa é uma montanha de paralelepípedos, moro no topo. Imagina a tensão de subir de moto algo assim, galera.

Bom, acabei ficando sem a pizza, ele não voltou, não ligaram para mim, dormi com fome.

Hoje, uma terça-feira, acordei sem dor alguma nos tornozelos e nem no joelho! Que felicidade!!!! fui trabalhar, feliz! muito muito feliz! como há tempos não estava!

Cheguei e o chefe master já me deu um monte de abacaxis do dia anterior para descascar, mas sabem, eu não sentia dor, então, peguei minha faquinha e fui feliz descascá-los!

Resolvidos os abacaxis, vieram os pepinos, descasquei, fiz uma salada, dane-se tudo! Eu estava feliz!!! Feliz sem dor!!! ai, que alegria!!!

Então terminada a tarefa, fui tomar café, mais feliz ainda, afinal, café sempre me deixa mais feliz! Estava lá tomando meu café, sentada na cadeira, meu colega de trabalho, que vamos chamá-lo aqui de ‘Tim Tim’, porque ele de certo modo me lembra o Tim Tim das histórias em quadrinhos, estava conversando comigo sobre o café, cuja qualidade estava ótima hoje, realmente, muito bom, então, perguntei que marca era, seria o Moka? Seria Pilão?

A misteriosa marca do pacote verde quadrado, que não sabemos ainda qual é, foi a usada hoje. Então, eu querendo saber se era Moka, estiquei-me para trás, empurrando a cadeira, contorcendo meu corpo para alcançar um armário baixo que estava atrás de mim, mas na diagonal, então, fazendo essa posição, que os praticantes de Yoga chamariam de ‘a grande torção de tronco’, eis que a porcaria da cadeira se quebrou!

E eu fui caindo, caindo em slow motion, sim, meus amigos, em slow motion, câmera lenta mesmoooo!!! vi meu amigo Tim Tim ficando longe, o teto mudando de ângulo e num ímpeto de salvar meu pãozinho! Sim, o pãozinho, contorci-me para frente e para o lado esquerdo, quase dando um rolamento de judô (eu acho) ou manobra do gato bêbado, como queiram, e pronto, fui ao chão! caí sentada, meio apoiada com o ombro, cotovelo e punho esquerdo colados ao solo!

Um barulho monstruoso que atraiu a atenção de um segundo amigo, que irei chamar de Pedro, porque ele tem cara de Pedro, oras! Enfim, ele veio me acudir, ver o que tinha acontecido.

Permaneci uns minutos imóvel, sentada, avaliando se conseguiria levantar, se não haveria algo quebrado, sangrando, enfim, levantei-me e cá estou, agora, na sala de aula, de uma turma que não é minha, só para mostrar um projeto que não é só meu para um professor na faculdade, junto com os alunos do primeiro semestre!

Eeeita! Agora vocês entenderam o que a Pizza, a Cadeira e o Chão estão como título, né? rs

E sim, ainda estou dolorida. Dor no cotovelo e no punho e ainda na… bom, digamos que a banda da esquerda está tocando meio desafinado, por assim dizer, rsss.

E agora com dor, não estou mais feliz, feliz e feliz… mas foi bom enquanto durou…

Rock OFF!!!!

O BRASIL EXPLICADO EM GALINHAS

Rock ON!!!

Hoje tem uma historinha enviada por email pelo amigo Leandro Gomes.

Ilustração é minha, feito no Sketch Lover, disponível no Google Play, a lojinha de Android mais bacana do universo!!! E a única que conheço também, rsss. Ah, é grátis!

O BRASIL EXPLICADO EM GALINHAS
Pegaram o cara em flagrante roubando galinhas de um galinheiro e o levaram para a delegacia.D – Delegado
L – LadrãoD – Que vida mansa, heim, vagabundo? Roubando galinha para ter o que comer sem precisar trabalhar. Vai para a cadeia!

L – Não era para mim não. Era para vender.

D – Pior, venda de artigo roubado. Concorrência desleal com o comércio estabelecido. Sem-vergonha!

L – Mas eu vendia mais caro.

D – Mais caro?

L – Espalhei o boato que as galinhas do galinheiro eram bichadas e as minhas galinhas não. E que as do galinheiro botavam ovos brancos enquanto as minhas botavam ovos marrons.

D – Mas eram as mesmas galinhas, safado.

L – Os ovos das minhas eu pintava.

D – Que grande pilantra… (mas já havia um certo respeito no tom do delegado…)

D – Ainda bem que tu vai preso. Se o dono do galinheiro te pega…

L – Já me pegou. Fiz um acerto com ele. Me comprometi a não espalhar mais boato sobre as galinhas dele, e ele se comprometeu a aumentar os preços dos produtos dele para ficarem iguais aos meus. Convidamos outros donos de galinheiros a entrar no nosso esquema. Formamos um oligopólio. Ou, no caso, um ovigopólio..

D – E o que você faz com o lucro do seu negócio?

L – Especulo com dólar. Invisto alguma coisa no tráfico de drogas. Comprei alguns deputados. Dois ou três ministros. Consegui exclusividade no suprimento de galinhas e ovos para programas de alimentação do governo e superfaturo os preços.

O delegado mandou pedir um cafezinho para o preso e perguntou se a cadeira estava confortável, se ele não queria uma almofada. Depois perguntou:

D – Doutor, não me leve a mal, mas com tudo isso, o senhor não está milionário?

L – Trilionário. Sem contar o que eu sonego de Imposto de Renda e o que tenho depositado ilegalmente no exterior.

D – E, com tudo isso, o senhor continua roubando galinhas?

L – Às vezes. Sabe como é.

D – Não sei não, excelência. Me explique.

L – É que, em todas essas minhas atividades, eu sinto falta de uma coisa. O risco, entende? Daquela sensação de perigo, de estar fazendo uma coisa proibida, da iminência do castigo. Só roubando galinhas eu me sinto realmente um ladrão, e isso é excitante. Como agora fui preso, finalmente vou para a cadeia. É uma experiência nova.

D – O que é isso, excelência? O senhor não vai ser preso não.

L – Mas fui pego em flagrante pulando a cerca do galinheiro!

D – Sim. Mas primário, e com esses antecedentes…

Luis Fernando Veríssimo. (Nota: veio atribuído ao Veríssimo, mas acho pouco provável que seja dele… enfim, vou manter, rsss)

Rock OFF!!Eu não sei desenhar galinhas...

Cup Coffe!!

image

Vida de Programador

Image 

Rock ON!!!

Vocês precisam conhecer o site do Vida de Programador.

Se trocarmos a palavra ‘sistema’ por ‘projeto’ e a palavra ‘regra’ por ‘orientação’, dá direitinho o que está acontecendo comigo na empresa onde trabalho.

Preciso sair desse lugar logo ou vou acabar pirando.

Rock OFF

Café!

Rock ON!!!

Esse esboço fiz há um tempo, numa aula. Não lembro qual, mas é bem possível que tenha sido numa sexta chatíssima do semestre passado.

Hoje surgiu um assunto no twitter enviado pelo @Felipecn, que enviou a foto de uma tampa de privada cujo preço passa da casa dos mil reais. Um absurdo se pensarmos que sua utilidade é apenas tapar o buraco por onde excretamos nossos dejetos.

Enfim, perguntei a ele se a tampa fazia café, pq isso justificaria o preço e… bem, o resto é história…

Fiquem com a tira e bom domingo para vocês!

Só falta fazer café!

Só falta fazer café!

Rock Off!

O Sono do Gatinho

Kojiro dormindo.

Kojiro dormindo.

Outro dia o sistema estava lento, era depois do almoço, quarta-feira, tinha comido aquela feijoada no Etna (se o lugar é bom eu elogio, se for ruim, meto o pé! E o Etna é ótimo!), enfim, eu estava com uma leseira, aquela leseira pós-feijuca, sabe?

Aí, para não dormir, lembrei de como o meu gato fica dormindo no sofá às vezes e pronto, a imagem de hoje, especial para você que bateu aquela feijuquinha boa hoje, ou por algum motivo, seja a falta de café ou a pura e simples preguiça, ficou lesado hoje e quis dormir gostoso num sofazinho!

E não se esqueçam: em breve teremos THOR aqui!!! Aguardem!

%d blogueiros gostam disto: