Tag: aliens

A 5ª Onda – Assista esse Filme!

Rock ON!!!

 

Fala, galera, tudo bom?

Ontem saí para levar minha mãe para ir ao cinema assistir Deadpool, na última sessão e como estava lotada, restaram duas opções: assistir um filme brasileiro cópia de filme do Adam Sandler com o ator fazendo um monte de papéis ao estilo Eddie Murphy, só que ruim; ou assistir ao filme A 5a Onda. Pelo título você já sabe qual fomos ver.

 

Já tínhamos visto o trailer quando assistimos Star Wars e achamos interessante, mas nada que chamasse atenção para ir ao cinema ver esse filme especificamente. De fato, gostaria de assistir O Regresso, com o Di Caprio e Creed com o Stalone, mas enfim, a 5ª Onda apareceu na minha frente.

poster

Sala lotada no Cinemark do Shopping D, pegamos lugares na 4ª fila, cadeiras 12 e 13, ou seja, bem na frente da tela. Prefiro ver mais lá pra o meio do cinema, mas enfim, era o que tinha, longe das pessoas.

Pode ler que este trecho não tem spoiler e quando tiver, vou avisar.

coronel

O filme começa, num local que parece cenário de The Walking Dead e temos como protagonista uma garota lourinha que conta o início de sua trajetória até aquele ponto.

A narrativa decorre rapidamente, ela conta como a humanidade foi para merda, a sequência de eventos, as chamadas ondas, são contadas de um jeito muito legal e com um excelente ritmo. As cenas de destruição são maravilhosas e a galera de visual effects trabalhou muito bem, porque ficaram bem reais mesmo.

 

Lembrem-se, é um filme, não tem nada a ver com Crepúsculo, como eu li por aí. Lembra vagamente Divergente, acho que só o fato da humanidade ter ido para as cucuias e de ter vindo de um livro.

Não sei se parece jogos Vorazes, pq não vi esse filme.

A fotografia do filme é muito bonita, as atuações também estão bem legais. Dá para empatizar fácil com a guria e com os demais personagens da trama, odiar outros, ficar com medo, tensão e até rir um pouquinho, sem besteirol, claro.

Vale o ingresso, o filme é longo, leve água e pipoca.

Sério, não se deixem levar por opiniões idiotas por aí, o filme não é para Oscar, mas vale a diversão que ele causa, a ideia é muito boa, o roteiro tem alguns probleminhas, tem sim, mas dá para passar por cima disso sossegado, afinal, é um filme.

 

Daqui para frente pode ter spoilers, mas são leves.

sam

A família da garota é apresentada, mostra que ela é uma boa filha, que vai para festinha, tem um paquerinha (um garoto Cigano Igor, isto é, com uma expressão facial apenas) mas chega no horário, gosta do irmãozinho, enfim, nada de anormal.

Até que um belo dia, aparece uma nave gigantesca, pairando nos céus e que bota a galera em situação de alerta. Sinceramente nessa parte acho que a história come bola, porque a NASA fica apenas monitorando aquela coisa gigante passeando pelo céu. Acredito que se algo desse porte acontecesse mesmo, teriam bombardeado aquilo até não poderem mais.

Aquela nave fica lá e por incrível que parece, as pessoas continuam levando sua vida normalmente! Claro, alguns mais espertos se mudam. Mas nem as escolas fecham! Pow!

E é na escola que tem uma das cenas mais legais do filme, que não vou contar, mas deixarei a pista: faz um Ka-Boom fantástico!

Bom, depois disso, acontecem outras tragédias devido às ondas, e a guria e sua família vão parar num campo de refugiados, onde o pai dela lhe dá uma arma e um curso relâmpago de como manejar a mesma. Eu não aprendi. Não sei como a menina aprendeu, enfim, é filme, né?

Aí um belo dia, aparecem os militares, separam as crianças dos pais: meninada no ônibus e pais no refeitório. Daí a gente que conhece algo sobre história do nazismo sabe o que acontecem com os pais, né?

Mas o Sam, irmão da guria, esquece a porra do ursinho no quarto do acampamento. E ela, trouxa, vai lá buscar e perde o ônibus.

Aí ela foge para floresta e tenta achar o acampamento dos militares.

 

Grandes Spoilers a partir daqui:

cloe

Ela está naquela rodovia do começo de The Walking Dead, toma um tiro e o galã da história a salva, faz curativo e a partir daqui o filme perde ritmo e fica fazendo marolinhas. Ela vai atrás do irmão e o cara vai junto, sim, ele já está apaixonado por ela.

Paralelamente a isso, descobrimos que as crianças todas estão sendo transformadas em soldados e recebendo treinamento militar para acabar com os alienígenas e vc para e pensa: WTF??? Por que os militares dispensam adultos sadios e com algum treinamento militar prévio para se dedicar às crianças? Fica no ar a pergunta.

Lá vemos que o paquera da guria ainda está vivo, ganha o apelido de Zumbi e vira chefe de esquadrão, com mais meia dúzia de outros guris com apelidos como Dumbo, Teacup etc.

Aí introduzem naquele pelotão a personagem gótica, que já chega chutando bundas e que notamos que vai ter um romance com o Zumbi.

Corta para floresta, a guria e o Evan, nome do cara que a salvou, estão num carro abandonado para passar a noite e ela… bom, acontecem coisas e ao amanhecer, mais coisas!

 

Spoilers Kaijus daqui para frente, se não parou de ler e quer ver o filme, a hora de parar é agora! Chispa daqui!

WAVE

Vamos começar com o Trailer, que é o spoiler master:

 

Bom, Descobrimos que Evan tem sangue alien, ele é misturado, gente, afinal, na briga com uns caçadores que estão a serviço dos Outros (é assim que chamam os aliens) porque estão dominados por eles, esse garoto, o Evan, dá uns pulos ao melhor estilo Marvel e é porradeiro também. Ok, já tínhamos visto numa cena que o visual lenhador dele não era por nada.

Porrada vai, porrada vem, a guria sabendo que ele é um deles, fica puta, aponta a arma para ele, discute, segue sozinha para a base militar.

Invade a base, acha o ex-paquera, pega o irmãozinho, nisso, bombas explodem e é o Evan que as plantou, o Coronel manda evacuarem a base, levar as crianças em aviões cargueiros para o que ele chama de ‘O País das Maravilhas’ (Ou terra das maravilhas, não lembro), aquela loucura toda, bomba para tudo quanto é lado e pronto!

 

Conseguem fugir da base a garota, o seu ex-paquera, o irmãozinho e o ursinho, claro, resgatados pelo esquadrão do Zumbi, que havia ficado num trecho de uma cidade, porque eles foram mandados para matar os aliens, mas eles descobrem que na verdade, estão exterminando o que resta da humanidade! Os aliens são o exército!! Tadaaaaaa!!!!

Putz! Mas eles descobrem a tempo, se livram dos chips de ‘sei lá o que’  que recebem quando ingressam no exército. Daí o Zumbi diz que deixou o Sam na base, amarrado, pq ele era muito pequeno. Sim, ele ficou com pena. Então agora temos a missão de resgate e por isso o Zumbi voltou para base sozinho e posteriormente foi resgatado com a guria e o Sam de lá, por eles, num veículo dirigido loucamente pela gótica! Aha!!!

Se eu contasse isso antes, seria um puta spoiler.

Bom, eles saem da base que ficou explodindo, não temos mais notícias do Evan, e o filme termina com a gurizada comendo algo em volta da fogueira e combinando de achar o resto das crianças. Sobem os créditos e fim! WOW!!!

 

Aqui ainda tem spoilers Kaijus:

ursinho

E esse foi o filme. Achei divertido, empolgante em alguns momentos, completamente parado em outros.

Vale o ingresso no cinema pelas cenas iniciais, que são de tirar o fôlego mesmo. A queda do avião, as tsunamis e terremotos são incríveis, bem como a parte que a H1N1 modificada se espalha e mata a galera, inclusive a mãe da guria, são ótimas produções.

A parte da morte do pai, é muito tensa, você sente junto o desespero com a garota, é uma boa atriz.

As cenas de pancadaria dela também são muito boas, aí você se lembra que ela é a Hit-Girl do Kick-Ass e pronto, natural aceitar que uma adolescente que tinha uma vidinha comum é fera em luta. ehehehhe

 

Bom, é isso, espero que gostem do filme, que assistam e tenham bons momentos de diversão.

gotica

 

Para ver a lista completa do elenco, aqui está o site do IMDB.

 

Rock OFF!!

 

Saudações da Terra!!!!

Rock ON!!!

The_Sounds_of_Earth_Record_Cover_-_GPN-2000-001978A Nasa publicou no Sound Cloud o conteúdo dos discos de ouro alumínio* que foram na Voyager 1 e 2.  São disquinhos cujo intuito é mostrar para algum ser, caso o encontrem, como é a vida na Terra. Convenhamos que se eles encontrarem, ouvirem e vierem conferir, vão se decepcionar, né?

Mas o legal é que agora o conteúdo desses discos podem ser ouvidos por qualquer um na Terra! Não é demais?

Eu sempre tive curiosidade para ouvir o conteúdo, confesso. E entrei lá e já ouvi alguma coisa. Achei divertido.

Bom, chega de falatório, segue o link para vocês se divertirem!

Espero que gostem.

*ouro alumínio: substância que eu desconheço, mas que deve ser muito resistente para ter sido escolhida para fazer o disco. Se alguém souber, deixe nos comentários, tá?

Rock OFF!!!

 

Animação em Flash: UFO!!!

Rock ON!!!

Sorry, either Adobe flash is not installed or you do not have it enabled

Passei a semana trabalhando nisso e tenho que agradecer a algumas pessoas:

Ao Hugo, colega de classe, que se não me avisasse do dia da entrega, eu não teria nada e ia me lascar.
À Amanda, que me deu uma ideia incrível que acabou me dando um problema, cuja solução foi um pesadelo com um Alien.
Ao Henrique, que me deu algum subsídio para montar uma história com Alien.
Ao Jorge, que me acompanhou nas madrugadas, me enchendo a paciência e me mantendo acordada com suas dúvidas em seus trabalhos e que de alguma forma, me ajudou a ter ideias para o meu.
A minha mãe, que cuidou para que eu não morresse de fome nesses dias frenéticos de trabalho.
E mais a uma porrada de gente que incentivou e torceu. Obrigada mesmo, pessoal.

Detalhes da produção:

A pior parte foi encontrar o roteiro, que não veio completo, foi vindo em partes.
Eu montei um Storyboard, com a primeira ideia, um arquivo monstruoso no Photoshop, cheio de quadrinhos e que foi descartado por ter se tornado complexo demais.

Optei pela estratégia “Dividir para Conquistar”. Ou seja, dividi meu trabalho em cenas e fui trabalhando em pedacinhos. Então, pensei: preciso de uma cena de abertura com o título da história, como nos desenhos antigos do Pernalonga.

Montei essa cena num arquivo separado. Depois que ficou do jeito que eu queria, coloquei no arquivo final.

Quase o disco foi desse jeito. Meio assustador, não acham?

Quase o disco foi desse jeito. Meio assustador, não acham?

Os desenhos foram feitos todos no Illustrator, com algumas coisas feitas no Photoshop antes de exportar ao programa de vetores.

A segunda cena, o canyon, deu muito trabalho para fazer. precisava criar a sensação de movimento no Disco. Precisei ver vários tutoriais online para entender como se dava a ilusão. A professora explicou em aula, mas naquele momento, da aula, eu entendi. Depois esqueci mesmo. Infelizmente minha memória está com algum defeito, rss. Neste caso o melhor foi estudar de novo o tópico.

A criação do alien também foi um problema. Eu não queria um alien padrão. Queria diferente. Mas se eu fizesse algo parecido com um monstrinho, não teria a rápida compreensão do espectador que aquilo seria um alien. Então, tive que optar mesmo por usar o senso comum, a imagem padrão que temos de aliens: um cabeçudo com olhos grandes, pescoço fino, mãos compridas e verde. O disco também foi padrão.

Depois de tudo encaixado e animado, foi a hora de escolher o áudio. Usei o site Flash Kit, que já tem muita coisa pronta e fui encaixando dentro do tempo que eu precisava, de modo que não ficasse muito bagunçado e nem esquisito. O mais difícil foi achar a voz de alien. Não imaginei uma voz tão grossa, mas até que ficou bacana.

O mais chato de fazer na animação é ficar vendo e revendo toda ela. Sim, isso é chato e dá muito trabalho, é um jogo de caça erros.

Mas acho que como primeira animação, até que ficou bacana, né?

Deixem seus comentários, compartilhem, divulguem.

Rock OFF!!!

Já o boi, bom, precisei olhar muitas referências, pois não queria deixar com cara de boi real, queria que ficasse dentro do padrão do alien, meio cartunesco. Os primeiros saíram parecidos com porcos. Depois com cães. Acho que encontrei um meio termo entre um boi e um cão. rss.

Outro ponto difícil é imaginar o que será animado. Cada peça do desenho precisava ser móvel e muitas vezes acabei triplicando coisas sem necessidade. Existe programação Orientada a Objetos e acho que animações também são assim. Um mesmo olho pode ser o esquerdo e o direito, por exemplo, como o caso do olho do boi, que são iguais.

Todos os cenários foram criados por mim. A fazenda foi vetorizada de uma fazenda real, uma foto que peguei, já o radar, achei uma imagem bacana na internet, levei ao Photoshop, tirei o que não precisava, mudei umas cores e depois acrescentei uma segunda imagem, para representar símbolos alienígenas.

Enfim, depois de tudo animado, foi a vez de escolher os sons. Usei o site Flash Kit para obter todas as músicas e efeitos. A voz do alien foi bem difícil de achar e eu imaginava uma voz mais fina, contudo, essa voz grave ficou bem interessante e bacana.

Uma parte chata foi passar e repassar a animação diversas vezes, com som para ver se tudo estava encaixando direito. Por que o tempo de animação e o do som nem sempre batia.

Tempo gasto:

Animação: cerca de 72h, somando todos os pedacinhos de horas.
Som: 4h, entre escolher e encaixar.

Total: 76 horas.

Duração da animação: 72,7 segundos [aproximadamente 1min e 13 segundos].

Cenas:

Ao longo da semana, sempre que havia um tempinho, eu rabiscava algumas cenas. Isso facilitou para fazer a animação. Eu tinha um storyboard que foi abandonado e não detalhava muito como algumas coisas iam ser.

Depois vou colocar aqui as imagens e a animação para vocês.

Rock OFF!!!

Assista a “Marcelo Gleiser – Sobre OVNIS e o Universo” no YouTube


Rock ON!!!

Em um bate-papo bem humorado, Marcelo Gleiser, fala sobre OVNIS, alguns conceitos de física e do Universo. Muito descontraído e divertido. Vale a pena assistir.

Rock OFF!!!

Novo Capítulo do Crime Isabela Nardoni!

Novo Capítulo do Crime Isabela Nardoni!

Novo Capítulo do Crime Isabela Nardoni!

Distrito 9

  1. Eles existem.
  2. Estão entre nós.
  3. Adoram comida para gatos.
  4. São chamados pejorativamente de  “camarões”.
  5. São tratados como lixo.
  6. Moram no Distrito 9, em Johannesburgo, África do Sul.

Em breve você saberá mais, aqui no Rock me ON: Distrito 9!

(não vi no pspgo, vi no note mesmo, mas merece um post caprichado! Aguardem!)

Distrito 9

Distrito 9

%d blogueiros gostam disto: