Tag: UFO

Eteeeeeeê! Telefoneeeeee!

Rock ON!!!

Mais uma lista de pegadinhas, agora a temática é ficção científica.
Não sei quanto a vocês, mas eu correria em todas essas que tem disco voador ou alien.

Sim, morro de medo dessas coisas!

Rock OFF!!!

UFO!

Rock ON!!!

Hoje resolvi treinar um pouco com o Illustrator. E como estava sem ideias, resolvi pegar um dos rascunhos que fiz para a animação “UFO: Nonsense Situation!” e vetorizá-lo no Illustrator com a Pen Tool.

Depois, apliquei dois filtros: Gaussian Blur e Diffuse Glow. Para aplicar a assinatura do Rock Me ON e a minha, levei para o Photoshop. E claro que o desenho ainda não está pronto, mas resolvi compartilhar por enquanto.

Para imagem final ficar bacana, fiz algumas mudanças no cenário: ao invés de montanhas e cactos, coloquei apenas uma colina verde e um céu com uma gigantesca lua.

Rascunho feito à lápis.

Rascunho feito à lápis.

 

Disco Vetorizado e com filtros.

Disco Vetorizado e com filtros.

 

 
Coloquei um pouco de Luz na Cena.
Acrescentei um pouco de luz. Acho que ficou melhor.

Acrescentei um pouco de luz. Acho que ficou melhor.

 

Rock OFF!!!!

Animação em Flash: UFO!!!

Rock ON!!!

Sorry, either Adobe flash is not installed or you do not have it enabled

Passei a semana trabalhando nisso e tenho que agradecer a algumas pessoas:

Ao Hugo, colega de classe, que se não me avisasse do dia da entrega, eu não teria nada e ia me lascar.
À Amanda, que me deu uma ideia incrível que acabou me dando um problema, cuja solução foi um pesadelo com um Alien.
Ao Henrique, que me deu algum subsídio para montar uma história com Alien.
Ao Jorge, que me acompanhou nas madrugadas, me enchendo a paciência e me mantendo acordada com suas dúvidas em seus trabalhos e que de alguma forma, me ajudou a ter ideias para o meu.
A minha mãe, que cuidou para que eu não morresse de fome nesses dias frenéticos de trabalho.
E mais a uma porrada de gente que incentivou e torceu. Obrigada mesmo, pessoal.

Detalhes da produção:

A pior parte foi encontrar o roteiro, que não veio completo, foi vindo em partes.
Eu montei um Storyboard, com a primeira ideia, um arquivo monstruoso no Photoshop, cheio de quadrinhos e que foi descartado por ter se tornado complexo demais.

Optei pela estratégia “Dividir para Conquistar”. Ou seja, dividi meu trabalho em cenas e fui trabalhando em pedacinhos. Então, pensei: preciso de uma cena de abertura com o título da história, como nos desenhos antigos do Pernalonga.

Montei essa cena num arquivo separado. Depois que ficou do jeito que eu queria, coloquei no arquivo final.

Quase o disco foi desse jeito. Meio assustador, não acham?

Quase o disco foi desse jeito. Meio assustador, não acham?

Os desenhos foram feitos todos no Illustrator, com algumas coisas feitas no Photoshop antes de exportar ao programa de vetores.

A segunda cena, o canyon, deu muito trabalho para fazer. precisava criar a sensação de movimento no Disco. Precisei ver vários tutoriais online para entender como se dava a ilusão. A professora explicou em aula, mas naquele momento, da aula, eu entendi. Depois esqueci mesmo. Infelizmente minha memória está com algum defeito, rss. Neste caso o melhor foi estudar de novo o tópico.

A criação do alien também foi um problema. Eu não queria um alien padrão. Queria diferente. Mas se eu fizesse algo parecido com um monstrinho, não teria a rápida compreensão do espectador que aquilo seria um alien. Então, tive que optar mesmo por usar o senso comum, a imagem padrão que temos de aliens: um cabeçudo com olhos grandes, pescoço fino, mãos compridas e verde. O disco também foi padrão.

Depois de tudo encaixado e animado, foi a hora de escolher o áudio. Usei o site Flash Kit, que já tem muita coisa pronta e fui encaixando dentro do tempo que eu precisava, de modo que não ficasse muito bagunçado e nem esquisito. O mais difícil foi achar a voz de alien. Não imaginei uma voz tão grossa, mas até que ficou bacana.

O mais chato de fazer na animação é ficar vendo e revendo toda ela. Sim, isso é chato e dá muito trabalho, é um jogo de caça erros.

Mas acho que como primeira animação, até que ficou bacana, né?

Deixem seus comentários, compartilhem, divulguem.

Rock OFF!!!

Já o boi, bom, precisei olhar muitas referências, pois não queria deixar com cara de boi real, queria que ficasse dentro do padrão do alien, meio cartunesco. Os primeiros saíram parecidos com porcos. Depois com cães. Acho que encontrei um meio termo entre um boi e um cão. rss.

Outro ponto difícil é imaginar o que será animado. Cada peça do desenho precisava ser móvel e muitas vezes acabei triplicando coisas sem necessidade. Existe programação Orientada a Objetos e acho que animações também são assim. Um mesmo olho pode ser o esquerdo e o direito, por exemplo, como o caso do olho do boi, que são iguais.

Todos os cenários foram criados por mim. A fazenda foi vetorizada de uma fazenda real, uma foto que peguei, já o radar, achei uma imagem bacana na internet, levei ao Photoshop, tirei o que não precisava, mudei umas cores e depois acrescentei uma segunda imagem, para representar símbolos alienígenas.

Enfim, depois de tudo animado, foi a vez de escolher os sons. Usei o site Flash Kit para obter todas as músicas e efeitos. A voz do alien foi bem difícil de achar e eu imaginava uma voz mais fina, contudo, essa voz grave ficou bem interessante e bacana.

Uma parte chata foi passar e repassar a animação diversas vezes, com som para ver se tudo estava encaixando direito. Por que o tempo de animação e o do som nem sempre batia.

Tempo gasto:

Animação: cerca de 72h, somando todos os pedacinhos de horas.
Som: 4h, entre escolher e encaixar.

Total: 76 horas.

Duração da animação: 72,7 segundos [aproximadamente 1min e 13 segundos].

Cenas:

Ao longo da semana, sempre que havia um tempinho, eu rabiscava algumas cenas. Isso facilitou para fazer a animação. Eu tinha um storyboard que foi abandonado e não detalhava muito como algumas coisas iam ser.

Depois vou colocar aqui as imagens e a animação para vocês.

Rock OFF!!!

Pensando no Leon

Rock ON!!!

 

Esse desenho fiz pensando no Leon. Do nada ele me veio na mente e desenhei isso. Seria algum tipo de contato imediato? Uma mensagem de outra galáxia? Não sei. Mas ficou bem simpático, né?

Espero que ele goste!

Image

Meu Amigo Leon, estou com saudades de você! Há anos não te vejo de verdade!!!

Rock OFF!!!

U.F.O.!

Image.Rock ON!!!

Estranho como uma simples luz pode parecer uma nave espacial! Basta ter um pouco de imaginação.

Algumas pessoas por exemplo, podem ver Jesus flutuando numa nuvem nessa imagem.

Outras irão ver um unicórnio prateado comendo aveia.

No fundo, essa é apenas uma torre de iluminação que tem na faculdade.

Rock OFF!

%d blogueiros gostam disto: