Tag: twitter

Sem Foco – 003 – #Baleia Eu Fui! – Reagindo aos Tweets

Rock ON!

Gravei um áudio reagindo ao primeiro dia de tweets sobre a #Baleia, depois que meus amigos ficaram encantados com a frase:

 

“Baleias não voam.”

 

Ouça agora, se tiver coragem, 1h de tweets lidos, em meio a risos, muitos risos dessa hashtag que dominou minhas notifications do twitter.

Já passamos dos 1000 replys.

 

Será que você vai se achar na gravação?

 

Ah, é!!! Se vc perdeu a live da baleia, segue o link aqui para vc curtir! Mais 1h de diversão e com desenhos ao vivaço!!!

Vinheta: Inscreva-se, Deixe seu Joinha + Redes Sociais

Rock ON!

Fiz essa vinheta de encerramento com o After Effects e com o VideoPad.

Não tem som, pois é para aproveitar o áudio dos vídeos em que forem inseridas.

E é só uma vinheta mesmo, pessoal.
Rock OFF!!

Evil Darwin no Twitter #1!

Rock ON!

Olá, pessoal!

Desculpem o sumiço, estive bem ocupada ultimamente, mas acho que vocês já estão acostumados com isso.

Bom, retomando aqui, estou inaugurando neste post uma categoria nova chamada Evil Darwin.

Apareceu um maluco no Twitter, um velho meio rabugento e chatinho, auto intitulado Estado Islãmico Evil Darwin, que tem produzido um materialzinho bem interessante.

Bom, eu o convidei para colaborar aqui no site e como ele é velho e não sabe usar o WordPress (tentamos e tentamos, mas fazer o quê, né? Não se adaptou à tecnologia) e por isso ele vai me encaminhar o material produzido por email e eu vou postar aqui, sempre na categoria nova, Evil Darwin.

No Twitter esse cara é o @evildarwin_ e costuma comentar sobre notícias de gente fazendo coisas estúpidas, posta umas tirinhas que ele mesmo faz e é bem engraçado. Mas ele é um tanto quanto rabugento. Acho que todo velho é assim.

Sei que o nome dele é Charles, não gosta muito de cachorros Beagle e está escrevendo alguma coisa sobre uma tal de Teoria da Evolução, algo que envolve primatas, apesar que ele me confessou que deveria ter escolhido girafas.

Então é isso. Abaixo, o material que ele me mandou.

Demorou, né? Mas ele finalmente me mandou um email. Sim. UM email pq nem o Drive ele é capaz de usar.

evildarwin_caramujo

Essa tira contou com a participação do @ceticismo, lá do www.ceticismo.net e canal Ceticismo.net no You Tube.

A imagem do caramujo foi retirada do site: BioLUgando, que é de uma professora de biologia.

 

Bom, é isso. E agora o velho chato pode parar de buzinar no meu Facebook perguntando “já publicou? Já publicou?”

Espero que esse colaborador não suma. Não sei se vocês sabem disso, mas todo colaborador que convido para cá, acaba desaparecendo misteriosamente. o.O Deve ser algum tipo de maldição.

Se inscrevam lá no perfil do @evildarwin_ no twitter e sigam-no.

Rock OFF!

Gato Comendo Milho!

Rock ON!

 

Para quem pediu, o Gato que come milho que comentei outro dia no twitter.

 

Rock OFF!!

Ah, Darwin!!! Ah, Darwin!!!

Rock ON!!!

Mais uma parceria maquiavélica traçada na time line do Twitter, mais uma charge maluca saindo!

Argumento: André Carvalho, o senhor @ceticismo.

Ilustração: Priss Guerrero, a senhorita @prissguerrero1. (nossa! sou eu!)

charge-fosfo

AVISO:

Qualquer semelhança com pessoa, fato ou situação real é apenas mera coincidência.

O único personagem que foi feito com base em referências reais, foi Darwin.

Se você achar o outro personagem parecido com alguém de seu círculo de amizades ou consigo mesmo, é problema seu. Se quiser me ofender por isso, prepare-se para enfrentar os meios legais disponíveis em nossa legislação.

Por isso, pense bem antes de escrever qualquer coisa que possa te prejudicar depois, não terei dó de usar nosso sistema judiciário para me defender de sua pessoa.

Se você leu o aviso todo e não entendeu nada, parabéns, você sabe o que é uma charge e para quê ela serve!

O Rock Me ON não é a favor de trocar o tratamento médico vigente por qualquer boato, mandinga, suposição, reza, oferenda, farinha ou substância inócua e sem comprovação científica. Se estiver fazendo um tratamento, tenha consciência que apenas seus médicos e demais profissionais de saúde devidamente habilitados são capazes de prescrever qualquer tratamento ou medicação.

—-

Se você leu esses avisos e mesmo assim, não entendeu nada e quiser vir encher a minha paciência, lembre-se bem dessa frase:

“Por isso, pense bem antes de escrever qualquer coisa que possa te prejudicar depois, não terei dó de usar nosso sistema judiciário para me defender de sua pessoa.”

É isso.

Rock OFF!!!

 

Divulgando Ciência: Você está fazendo isso certo?

Rock ON!!!

Primeiro, desculpem o longo título, mas ele se faz necessário.
Segundo, tenho notado cada vez mais pessoas em minha rede de amigos no Twitter e Facebook, tentando divulgar ciência, mas ao invés de postar links sobre descobertas, fatos cientificamente comprovados, perdem tempo precioso dando voz a boatos, palpites, reclamando das religiões e seus seguidores.

Amigos, parem com isso. Esse não é o melhor jeito de divulgar ciência. Vocês estão parecendo o sujeito aí da imagem:

Twitter51b9428

O melhor modo de divulgar ciência é acompanhar canais científicos, promover discussões inteligentes em seus foruns, pautadas em argumentos sólidos e bem referenciados, não promover a violência e não se auto-entitular ‘o único que sabe ciência’.

Já vi gente atribuindo a Darwin qualidades de santo, deus, entidade cósmica superior. O mesmo pode ser dito do Carl Sagan. Duvido que eles quisessem esses títulos para si. É uma piada bacana? Olha, no começo, foi. Mas já era. Vocês estão santificando algo que não deve, porque é justamente aquilo que criticam em movimentos religiosos.

Praticamente vocês pregam o ateísmo do ‘sou ateu, graças a Deus’. Entendem como isso é controverso e estranho?

Nada contra os ateus ou os religiosos. Cada um na sua e nenhum me enchendo a paciência. Mas poxa, você que critica o religioso age igualzinho, não percebeu?

E quando tem um boato qualquer, sobre, por exemplo, homeopatia funcionando? O que vocês fazem? Elevam a palavra homeopatia aos top trendings, enquanto descobertas legais, cientificamente comprovadas, ficam para baixo e somem nas time lines da vida. Sejam sérios, é isso que querem mesmo?

Às vezes é preciso cavar notícias científicas, jogá-las à força na time line e o mais triste: muitas vezes são ignoradas completamente.

Gosto de seguir perfis de fotos históricas. São imagens de livros antigos, personalidades, animais, mapas, enfim, assuntos diversos. E o jeito que encontrei para replicar isso e forçá-los a prestar atenção, é escrever alguma piadinha boba em cima. Sei que vão olhar por isso. Mas confesso que muitas vezes eu gostaria de escrever algo melhor, mas sei que vão ignorar. É triste.

Já fui de me deixar levar muito pelas reclamações sobre divulgação científica, sendo que eu mesma não as estava divulgando. Hoje optei por deixar tais assuntos morrerem na minha time line. Ao contrário, procuro postar algo sobre ciência.

Peço um minuto de reflexão a vocês sobre como estão agindo, caçando bruxas e culpados, quando na verdade, o pouco de ciência que vocês mesmos não estão divulgando.

Desculpem a pobreza do texto, é apenas um recado meu para vocês.

Ajudem a ciência, dando voz para a mesma.

É isso.

Rock OFF.

#006 – Treinando o ‘Mascarando’ com o Photoshop!!!

Rock ON!!!

Olá, pessoal, primeiro quero agradecer as mais de 400 visualizações que atingi com esse vídeo, sério, vocês são demais e me deixaram muito contente, valeu a pena a semana de altos e baixos para gravar a voz e todos os contratempos que tive para deixar o vídeo pronto! – Ps.: No momento que escrevo, são 416 views, 15 likes e 0 dislikes.

capaibere

Agora, conforme prometido, vou deixar aqui alguns dos comandos que usei durante o exercício.
Primeiro vejam o vídeo.

No vídeo eu falo em Smart Object e rasterizar diversas vezes, notou? Mas o que é isso? Para que serve? O que come? Não percam nesta sexta, no G… ops! Volta para realidade, Priscila!

Bom, Converter a layer (camada) para Smart Object permite que você possa mexer na escala da mesma sem estourar os pixels. A grosso modo, você pode esticar ou diminuir uma imagem sem destruí-la.

Mas se estiver com Smart Object, não poderá fazer quase mais nada além de mexer na escala e rotação da imagem! Para poder editá-la normalmente depois, você precisa usar o Rasterize, apelidado carinhosamente de ‘rasterizar’.

Por isso a gente transforma em Smart Object, altera algo e rasteriza para continuar usando.

Em um dado momento, opto por não usar o Smart Object, porque as mudanças eram tão mínimas que não valeria a pena, para o propósito do exercício, então ajustei a imagem normalmente.

Para aumentar ou diminuir uma imagem, a gente mexe nas alças criadas quando usamos a Move Tool (V), você clica, puxa, estica, solta e enrola… ops! outro devaneio, desculpem!

Enfim, depois de pronto, de deixar do tamanho que quer, precisa aplicar a transformação, para isso, bata um Enter. Sim. Só isso. Para desfazer, use o clássico CTRL+Z; se quiser mais um desfazer, use CTRL+ALT+Z. Fácil.

Outra coisa que mexi, foi na opacidade da imagem. Opacity, fica lá perto dos layers. Só arrastar o ponteiro para a esquerda. Com isso eu consegui ver a imagem do Cauê sobreposta na do Iberê. Fiz isso várias vezes também.

A parte de usar pinceis e toda a explicação, você vai achar no vídeo #005, que já deve ter visto. Aliás, se não viu, assista agora: frase1

frase

ibere1

Reparem que deixei muitos restos do fundo da imagem, olhem essas partes brancas na barba. O legal é sumir com isso, mas no começo é difícil e só com treino você remove melhor essas falhas.

ibere2
Esta daqui está um pouco melhor. Mesmo assim, se você olhar direito, achará falhas.

Curiosidades: levei 30min para fazer as duas montagens. Com o dobro de tempo, o capricho seria maior. Levei 2h para cortar o vídeo e 1 semana para gravar todos os sons. XD

 

Bom, é isso pessoal, por favor, deixem os comentários, dúvidas, sugestões de próximos temas e o que você não gostou no vídeo!

Rock OFF!!!

São Seus Olhos!!!

Rock ON!!!

Já aconteceu de vocês estarem rolando a time line de qualquer coisa e duas postagens de origens distintas se encontrarem e combinarem perfeitamente? Pois bem, comigo acontece com certa frequência.

Mas esse dia foi louco:

 

 

 

 

timeLine

Rock OFF!!!

Kaomoji!!!

ROCK ON!      ᕕʕ ‘• ᴥ • ‘ʔᕗ

Olá leitores! Aqui quem fala é o Lucas Balaminut, diretamente da gringolândia.

Recentemente, entrei pro mestrado em uma faculdade americana. Aeeeeew! Todo mundo comemorando por mim:
♪ └(☆o★)┐ ♪  ┌(★o☆)┘ ♪ └(★o☆)┐ ♪

Pra minha surpresa, a grande maioria dos meus colegas de mestrado são… chinesas! (ノ゚0゚)ノ

Não simplesmente chineses, mas chinesas, totalizando 127 dos 145 alunos do meu programa. Visto que são maioria esmagadora, eu tive que mudar meus meios comunicativos pra poder alcançá-las quando necessário.

Se não pode vencê-las, una-se a elas! High five: ♪ヽ( ⌒o⌒)人(⌒-⌒ )v ♪

Os chineses usam um app chamado WeChat, que mistura as ferramentas do Whatsapp com a timeline do Twitter e o sistema de fotos do Instagram. Um verdadeiro balaio de gato, mas que funciona muito bem (e tem uma versão desktop decente). Porém, tanto nos grupos de conversa quanto nas conversas individuais, eu não consigo entender o que as chinesas estão dizendo. Fui surpreendido mais uma vez: isso não acontece por causa do Inglês delas, que é muito bom, mas sim por causa dos emojis, principalmente os terríveis kaomojis. (@_@)

Pra quem não sabe, este último é uma modalidade de emoji que usa vários caracteres para se expressar, em vez de poucos como xD ou de imagens pequenas. Eu espalhei vários nesse texto pois… que maneira melhor de ilustrar o conceito?

Veja esta lista enorme de kaomojis.

Eles não seriam problema se fossem usados apenas no início ou no final de uma conversa. Porém, as chinesas insistem em usá-los no lugar de palavras. Em vez de:

“Não entendi o exercício do professor, fiquei brava!”

Eu tenho que lidar com:

“Não entendi o _〆(。。) do (´⊙ω⊙`), fiqueiヽ(≧Д≦)ノ !”

Agora imagine um textão só disso! Profissionalismo: Onde vive? Como se comporta? Do que se alimenta? Como se reproduz? Hoje, no Globo Repórter.

Aliás, eu percebi que elas criam um kaomoji específico pra cada pessoa, como se fosse um apelido, um substantivo próprio. Sempre que se referem a este professor específico, usam (´⊙ω⊙`).
E claro, eu não escaparia dessa: \ʕ ‘• ᴥ • ‘ʔ/

Pra elas que são adéptas da cultura dos kaomojis, não faz diferença, mas pra quem não tem experiência com esse contexto, eles atrapalham a mensagem. O que era pra facilitar e simplificar, virou expressão cultural, cresceu, e agora dificulta e complica tanto a escrita (codificação) quanto a leitura (decodificação).

Se você é um amante de kaomoji e já está com tochas e forcados preparados, entenda que eu também gosto deles, mas dentro do limite do bom senso né. ๏[-ิ_•ิ]๏

Diante deste problema, gostaria de recomendar este excelente texto do Manual do Mundo sobre o assunto: As fronteiras da linguagem minimalista.

Fica a dica, e boa leitura!

ROCK OFF!

J.O.S.H. – Atirador de Elite!!!!

Rock ON!!!

Fiz aquela brincadeira de novo: jogar um desenho no twitter e pedir contribuições. Vejam no que resultou. Ao final, créditos, claro!

J.O.S.H.

Aquela missão tinha sido uma das piores. Encheu a lataria com WD-40. Que vício! Aquela unidade robótica, o atirador de elite modelo J.O.S.H., conhecido pelo pessoal da Tático Móvel como Jorge.

Já estava viciado. Um robô altamente projetado, uma máquina tática de combate urbano mais viciada que os clientes dos traficantes barra pesada que costumava ajudar a eliminar.

O pessoal do Tático não ligava. Achavam prático ter aquele ser metálico à sua disposição para enfrentar bandidos. Evitava viúvas. ‘Nasceu’ para isso mesmo. Diziam coisas assim.

Durante aquela missão, um estilhaço de bala havia atingido sua unidade de processamento, por um vão na lataria judiada e que não via manutenção há um tempo.

Isso provocou uma falha no sistema, olhou para seus companheiros e entrou em pane.

molome635679504436771236

Soltou um ‘Hi’. Abriu seu sorriso metálico ergueu uma das mãos e acenou. Ninguém entendeu nada.

Não deu tempo. Estavam todos mortos agora, pois com a outra, Jorge, havia se vingado de todos os tiros que havia tomado em seus 2 anos de operação, afinal de contas, era o melhor atirador de elite daquele lugar.

Depois encheu-se de WD-40 pelo resto do dia.

Fim.

 

====

Créditos:

Colaboraram com ideias:

@bucibin, @FellipeC, @lnrdsrz, @avioesemusicas

Se esqueci de alguém, me desculpe e manda o nome aí!

Obrigada, pessoal! Especialmente por terem mandado as ideias 2 vezes, já que perdi a primeira anotação que fiz!

Rock OFF!!!

A Internet é dos Gatos!!!

Rock ON!!

Um post leve, alegre, divertido para vocês, afinal, todos merecem ter coisas boas de vez em quando, né?
Esta semana passei correndo e mal parei em casa.

Vejam como foi minha semana:

Segunda: Não consegui voltar para casa, porque tomei uma fechada e perdi o acesso à ponte do Tatuapé. O que fazer? Fui ao cinema e assisti Vingadores 2. Bom filme, cinema com péssimas pessoas que pagam R$21,00 para usar o Whatsapp dentro do cinema. Sério, povo, vocês são burros.

Terça: Fui à Av. Paulista e encontrei com amigos do Twitter e me diverti bastante com a @Complexa_Bel, @RonaldoGogoni, @Gustavozelele, @Capua_Daniel e @JFCostta. Adorei conhecê-los!!!

Quarta: Tive um dia péssimo no trabalho, onde apareceu muita idiotice junta. Juro que não estava preparada para isso. Cheguei em casa com uma pizza e tomei minha Old Tom Ale.

Quinta: Fui encontrar o pessoal do Twitter de novo na Paulista, num lugar muito bacana, gostoso de bater papo chamado Rush. Aliás, já fica a dica para vocês: o Rush fica na Pamplona e tem lanches muito gostosos e seguros. Já trabalhei na região e é difícil encontrar um lugar assim. O café também é excelente. Bom, lá encontrei o internacional @LBalaminut, @Capua_Daniel, @JFCostta, a @ctsano e seu filhinho Daniel, que nos alegrou muito com seus 4 anos + um bolo de chocolate de muita energia! (Acho que o @LBalaminut comeu um também, pois era tão elétrico quanto o gurizinho! rsrs). Foi uma noite bem divertida!

Sexta: Saí com um cara muito bacana, divertido e que vcs não saberão o nome! ahaha MISTÉRIO!! Conversamos sobre muitos assuntos, comemos, nos divertimos para caramba e até marcamos um passeio em Sorocaba! Bom, nos encontramos às 19:48 e nos despedimos lá pelas 3:37 da manhã. Daí vocês calculem como a gente fala!!!

E foi essa a semana, por isso, selecionei umas fotos de gatinhos bem divertidas para gente descansar, né? A semana foi bem louca!

É isso, que tenhamos semanas boas e bacanas.

PS: era pro post ter saído mais cedo, mas tive uma discussão com um floquinhos no Twitter e atrasou. Desculpem, mas me diverti naquela discussão. rs

Rock OFF!!!

Tá Nervosinha?

Rock ON!!!

Essa é para as nervosinhas!
Chegou o livro para colorir para mulheres adultas!

Sim, isso mesmo! Mas este é diferente dos que você, mulher estressada já conhece!

Este é o verdadeiro livro para mulheres estressadas! Com tudo aquilo que você precisa para relaxar!

Pegue o pincel do seu parceiro e mãos à obra! Pode ser a canetinha mesmo, se ele não tiver um bom pincel! Só não vale ser brocha, hein???

antiStress

Agradeço à @bucibin pela postagem do assunto, lá no Twitter. Gerou a piada acima.

E se você, mulher estressada ficou irritada com esse post, não me mate, não brigue comigo! Pegue um livro e vá colorir as figurinhas, vai, fofaaaaaaa da tiaaaaaa!

Rock OFF!!!

Criando um Perfil no Twitter!!

 

Rock ON!!

Fiz esse vídeo na facul, editei no movie maker e indico o Internet Explorer como navegador principal.

Bom, acho que sou culpada por  2 mil pessoas usarem o Twitter hoje.

Rock OFF!!!

#006 – Herói ou Vilão?

Rock ON!!!

PIROCO

Ultimamente tenho presenciado cada baboseira no Twitter, que muitas vezes fico em dúvida se estou lidando com pessoas ou malucos. Sério, às vezes dá medo mesmo.

A polêmica de hoje foi por causa de um esmalte. Não entendi direito. Parece que a empresa fez uma propaganda e alguém julgou que era machista, opressora, ou qualquer porcaria desse tipo. Sinceramente não me importo. As pessoas não sabem nada de nada, como eu falando desse assunto, e daí criam um volume incrível de lixo no Twitter.

E o mais engraçado é que bem ou mal, a marca de esmaltes ficou famosa e atingiu um público bem maior do que a campanha esperava. E o mais absurdo ainda, a maioria das ‘mulheres’ que reclamou dessa propaganda, usam e continuarão usando o produto! ÓH! Vejam vocês!

Bom, essa foi a gota d’água para mim.

Daí criei esse personagem misterioso, Mr. P. Rocco. Seria um herói, um vilão? Não sei ainda. Mas ele está aí, espreitando, aguardando o momento de ser colocado com gosto na boca das ‘feminazis’ que sempre dizem ‘piroco opressor’! ‘Piroco Opressor’!.

Sou uma pessoa inocente. Isso deve ser um código delas. OU são apenas malucas, pedindo por pirocos, não me importo.

O que me interessa são as visitas que vocês farão aqui.

E sim, este texto é sarcástico  mesmo e não é para ser levado à sério (não muito).

Bom, é isso.
Divirtam-se!

 

Rock OFF!!

Prissguerrero prissguerrero prissguerrero1

Rock ON!!!

Esse é um dos posts que vocês amam ler. Sim, mais um daqueles que eu me ferro no final.

Vamos lá, explicar a situação.

Era uma vez em 2007, quando criei minha conta no Twitter, a prissguerrero ou Prissguerrero, tanto faz, o Twitter não é case sensitive mesmo. Enfim, essa conta era minha, usava tranquilamente até ontem, dia 25/12.

Daí, ocorreu que fiz uma limpeza no micro e por isso as senhas salvas e cache foram apagados. Ok, o que isso tem a ver com o Twitter? Vai lá, retardada, digita a senha, o login e entra. Não, pera, não é tão fácil e não sou retardada, embora às vezes eu faça coisas retardadas.

Por exemplo: quando o Twitter sofreu uma invasão massiva e criou uma nova ferramenta de segurança, o envio de um código de verificação por SMS eu aderi. Lógico, não queria PERDER minha conta, né? Então fiz isso, preenchi com meu número de celular.

Ok, isso funcionou bem, muito bem mesmo. E como isso funcionava? Assim, toda vez que eu ia logar em algum serviço que precisasse do Twitter, por exemplo, uma notícia que vi num site e queria compartilhar via Twitter, então, eu recebia um número via SMS, para confirmar meu login e senha. Olha que legal, né? Podemos dizer que isso funcionava como um terceiro cadeado para conta. Bacanaaaaaaaaaaaaaaa.

Só que em setembro, eu troquei de operadora de celular. Saí da Claro e fui para Porto Conecta, da Porto Seguro. Aliás, operadora muito boa, o sinal de internet funciona, não cai, mas, sempre tem uma porra de um fdp de um ‘MAS’, né? Então, MASSSSSSSSSSSS não está, a Porto Conecta, cadastrada no Twitter como uma operadadora autorizada para receber o SMS deles! PUTZ grila!

E como na minha vida tudo às vezes acontece lentamente, só me dei conta disso há uma semana, que quis compartilhar uma foto pelo Twitter e o SMS não veio. Daí, abri um ticket no suporte do Twitter. Mas, não recebi nada.

E ontem, ao fazer uma limpeza no note, porque estava tudo simplesmente travado aqui, pronto, lá se foi a permissão salva no cache. (Acho que estou me repetindo, enfim…) Aí, perdi o acesso no note, fiquei apenas com ele no celular e não sei por quanto tempo!

Algumas pessoas tentaram me ajudar e agradeço bastante, mas enquanto o Twitter tiver essa política de segurança falha, porque convenhamos, se eu tivesse perdido o celular ou ele me tivesse sido furtado, estaria na mesma situação azeda que estou agora, porque simplesmente eles não têm outro meio de reaver a conta.

Não dá para pegar por email como no Yahoo.com ou por lembrete de senha como alguns locais ou ainda, por CPF. Enfim, tu colocas uma coisa para sua segurança e ela é tão segura, mas tão segura que tu perdes sua conta para sempre.

Abri outros tickets no suporte, mas nem tenho esperanças de reavê-la.

Por um acaso, eu tinha uma conta chamada @vikingmerak associada ao meu email principal, que fiz em 2009 e não usava. Então, consegui reaver essa conta, porque não coloquei a porcaria da verificação por SMS nela. Olha que legal, não sou tão retardada assim! Dãaa!

Daí consegui trocar de @vikingmerak para @prissguerrero1 e readicionei todas as pessoas que eu seguia, pedindo para alguns, cujo volume de dados sei que é enorme, me seguirem de volta. Olha, isso não fácil.

Mas poxa, espero mesmo reaver meus seguidores, pois eu interagia com a maioria deles e alguns são bem recentes e mal tive tempo de adicioná-los!

Bom, nem preciso dizer que fiquei chateada com isso, mas por outro lado, fiquei feliz ao ver tantas pessoas tentando me ajudar, pessoas que eu mal conheço, dedicando um tempinho de seu dia para mim. Obrigada a vocês, de coração.

E é isso, prissguerrero foi pro limbo e vou usar prissguerrero1 como conta.

Obrigada a todos que conseguiram ler até aqui.

Gandalf_the_White_returns-1024x428

É isso aí, já dizia o velho Gandalf:

“A escuridão me pegou e vaguei fora do pensamento e do tempo. As estrelas giravam acima e cada dia era tão longo quanto a idade da terra. Mas não era o fim.

Senti vida em mim novamente. Havia sido enviado de volta até cumprir minha tarefa.”

Rock OFF!!!

Meu Perfil de Twitter, Adeus!

Rock ON!!!

Comunicado:

Atenção Galera do Twitter: Não estou conseguindo acessar minha conta @prissguerrero pelo notebook, só pelo celular e ainda sim, não sei por quanto tempo isso vai acontecer.

Motivo: a operadora que uso agora não está na lista de operadoras autorizadas pelo Twitter para envio do código de confirmação por sms, necessário para o acesso à conta. Aliás, algo que foi criado para dar segurança ao usuário se tornou o fim, praticamente, do meu perfil de twitter, existente desde 2007.

Nem sei expressar o quanto estou emputecida e triste com essa situação, especialmente pelos amigos e contatos bacanas que tenho lá, que me seguem e acompanham. Das horas divertidas que passamos até agora e dos contatos que imagino, não vou conseguir recuperar, isso tudo me entristece.

Bom, por enquanto tenho acesso via celular, mas acho que em breve, numa atualização do app ou do Windows phone, posso perder esse acesso também. Então, vou providenciar um novo perfil e espero que vocês possam continuar me acompanhando por lá.

Obrigada a todos de coração.
gandalfApple

Rock OFF!!!

As Bios

Rock ON!

Oi, galera!

Hoje estava reparando que meu número de seguidores no Twitter aumentou um pouco e tem algumas bios bem interessantes por lá.

Eu costumava postar as bios mais legais que eu encontrava na minha time line e por conta disso, até fiz algumas amizades.

Bom, hoje resolvi postar aqui um top 10 das bios mais legais que eu encontrar. Mas não vou colocar o nome da pessoa aqui, vai que ela fica brava comigo, né? E também não vou colocar as bios de perfis que sejam relacionados à empresas. Quer publicidade? Vamos conversar e acertar o ca$h. 😉

Se você não sabe o que é Twitter e está se perguntando o que diabos é uma bio, vou explicar rapidinho agora: trata-se de uma pequena descrição sobre você. Bio = biografia. Olha que simples!

Meu perfil de Twitter é @prissguerrero. Minha bio atual é: “Ilustradora-viking-nerd, faço muitas coisas ao mesmo tempo: viajo, penso, escrevo, reclamo, desenho, jogo e trabalho. Gosto de Metal, animais e boas piadas.”

Sacaram? Bom, agora vou postar o top 10 e um breve comentário sobre a mesma, entre colchetes, pois adoro colchetes! <3 Espero que os donos não se ofendam, é apenas uma brincadeira. Se você se sentir ofendido, pode falar comigo, retiro sua bio daqui, embora ninguém saberá quem é você além e você mesmo! Ok, sem enrolação, segue o top 10!!!!!! #10: "Eu sou akele q ñ Pretendo entender nada q não venha do meu interresse!!! Então deixa de leotria e não me venha com xorumelas!!! kkkkkkkkkkkkkkkkk…" [Então, né? foi difícil entender essa bio, só o que entendi foi que você entende aquilo que quer. Mas daí, meu querido, é você e 100% da humanidade, ninguém entende o que não quer, rsss às vezes nem o que a gente quer entender, entendemos, entendeu?] #09: "Nasci sem pavio.Sou feita de cristal,transparente!Se me jogar no chão eu quebro e se pisar eu corto! :)" [Você é frágil e não é uma vela. Ok. Saquei. rss] #08: "1/3 Técnico em eletrônica, 2/3 Analista Funcional." [Meio confuso seu trabalho, não? #tadaTumDiss!!!] #07: "Ninguém lê a Bio mesmo." [Eu leio, rss] #06: "/* Programador, não-desenhista, movido à cafeína e apareci no Google Street View */" [A bio já está comentada!] #05: "Doida, adoro animais e vegetariana, basicamente isso, o resto vou descobrindo a cada dia..." [Com gente doida não se brinca. Com vegetarianos menos ainda!] #04: "Publicitária - Os problemas significativos que enfrentamos não podem ser resolvidos no mesmo nível de pensamento em que estávamos…" [Concordo plenamente!] #03: "Espere... Um dia os gordos reinarão" [Cara, faço votos disso, porque do jeito que tô indo, já posso me considerar uma condessa...] #02: "Viúvo de fabricantes de celular. Sdds Nokia, Sdds Palm, Sdds Motorola." [Chorei.] #01: "Web front-end engineer ... Mas minha verdadeira identidade secreta é: FAIXA BRANCA, O Campeão da Infâmia! Para o Álcool, e avante!" [toca a música tema, maestro! tananantanananaanananatanananan] Bom, espero que tenham gostado. Se você apareceu aqui, mande uma mensagem para mim! Você me segue, mas não sei quem é você;( Alguns que estão nessa lista conheço pessoalmente e nunca tinha visto suas bios ou não me lembrava delas, mas achei bem bacanas e por isso estão aqui. Aproveito para relembrar dessa campanha, porque ela é muito boa! [caption id="attachment_4854" align="alignnone" width="960"]Bio é vida. Ajude a salvar vidas: seja doador de órgãos! Bio é vida. Ajude a salvar vidas: seja doador de órgãos![/caption]

ROCK OFF!!!!

Corujinha

Rock ON!!!

Oi, Galera, olhem esta corujinha azul!

image

Estava pensando no chilrear ainda. Se o Twitter tivesse uma coruja como bicho-símbolo, talvez o nome não seria Twitter, seria “Uhu-uhu”.

Daí peguei o Sketch Lover, que é um aplicativo para desenho no Android e fiz a corujinha abaixo.

Eu gosto dessa aplicação, porque além de ser leve, gratuita, tem muitos pincéis. É da mesma família do Sketch n Draw, mas tem alguns pincéis a mais e a interface também é um pouco diferente. Sério, muda pouca coisa de um aplicativo para outro, mas mantenho porque gosto dele mesmo.

Também integra redes sociais, postagens no WordPress e envio por email.

A corujinha foi feita usando pincéis simples, ribon, fur, web, squares e aguado.

Também está disponível na lojinha Google Play, gratuito, tem propagandas que são facilmente ignoráveis. rs

Rock OFF!!!

Rock Me ON!!!

Rock ON!!!

Oi, Galera!!!

Vejam meu desenho:

image

Estava desenhando com o Sketch n Draw para Android. Gosto dessa ferramenta de desenho, é bem simples, mas tem muitos pincéis, com efeitos interessantes. Para esta imagem, usei um pincel de manchas para fazer o fundo colorido e um outro chamado ribon [fita] para desenhar ‘la mano de Dio’, que é o logo do Rock Me ON.

Ficou meio psicodélico, né?

Outra coisa bacana é que depois de pronta a imagem, você pode compartilhar diretamente com as redes sociais, mandar por email, no caso, eu mandei direto para o WordPress.

Este texto todo estou colocando umas horas depois, via notebook, para complementar a postagem.

E o melhor sobre esta ferramenta: é de graça! Tem algumas propagandas que ficam rolando, mas depois que você se acostuma com elas, passa a ignorá-las.

Vale a pena baixar o Sketch n Draw na lojinha Google Play.

Rock OFF!!!

Você já Chilreou hoje?

Rock ON!!!

E lá estou pesquisando sobre o novo notebook que preciso comprar, quando me deparo com um site traduzido pelo Translator do Google.

Fiquei uns minutos sem entender do que se tratava, até que caiu a ficha!

[é, sou do tempo da ficha, qual o problema, pangaré?]

Sacaram?

Sacaram?

Tive que tirar um print para vocês verem isso!

Rock OFF!!!

A Função Maligna!!!

Rock ON!!!

Era uma vez, a “f(x) = x³-3x²+2”, um professor de cálculo e eu.

O professor passou essa “f(x) = x³-3x²+2” num exercício “parolar”. Neste final de semana, fui tentar fazer a tal função.

Estou até agora tentando entender como faço para achar as raízes dela.

Já pesquisei no Google, pessoas no Twitter tentaram me ajudar, assisti vídeos no YouTube, consultei livros, apostilas e nada, ainda não consegui entender como acho raízes.

Para não dizer que não achei nenhuma, achei 1 raiz, fazendo por substituição até zerar a função:

f(x) = x³-3x²+2
f(1) = 1³-3(1)²+2
f(1) = 1 -3 + 2
f(1) = -2+2
f(1) = 0

Alguém pode me ajudar com isso?

f(x) = x³-3x²+2

f(x) = x³-3x²+2

Rock OFF!!

Minha Dieta, Papo Furado e a Volta às Aulas no IFSP!

Rock ON!!!

Oi, Galera!

Um pouco de papo furado, que tal? Vou falar da minha vida, então ainda dá tempo de você sair daqui. Vou esperar…

Tic-tac, tic-tac…

Bom, estou fazendo dieta, desta vez mais seriamente. Parei de vez com o pão francês. Tenho optado por pães integrais, com sabores diferentes, texturas, tudo para fugir do maldito francês. Minha nutricionista disse para eu fazer um teste e ficar 1 mês sem comer desse tipo de pão. Segundo ela, é um dos que mais prejudicam quem está de dieta.

Nisso descobri o pão com Chia, que é um tipo de sementinha muito crocante e boa, o pão integral de 7 grãos e o pão australiano, que é meu favorito, porque tem gostinho de mel.

Comer de 3 em 3 horas é complicado, às vezes esqueço, então estou associando isso com minhas atividades no trabalho. De final-de-semana não trabalho, então a coisa desanda. Mas normalmente como menos nesse período.

Essa semana comi uma pizza Marguerita, mas não estava sozinha e penso não ter comido mais que dois pedaços, porque pedimos para cortar petiscada, ficou meio esquisito, mas até sobrou um pedaço considerável. Olha a pizza aqui:

Pizza Marguerita no Patroni do Shopping D. Muito boa, companhia divertida. Teve até brinde à pizza! Uhay!

Pizza Marguerita no Patroni do Shopping D. Muito boa, companhia divertida. Teve até brinde à pizza! Uhay!

Também tenho pego menos no almoço. Ok, o lugar anda colaborando para isso, não é só pela dieta, mas que posso fazer? Pelo menos não estou misturando os carboidratos. Vejam só: a parte mais dura da minha dieta é ter que escolher qual carboidrato vou comer. Tem arroz, batata frita, purê de batata, lasagna, panqueca, batata cozida… e eu tenho que escolher uma coisa só! Muito difícil.

Quando chego para facul, lá no Shopping D eu tenho comido frutas. Ok, tô pagando caro demais por um potinho com uvas ou morango, mas até que estou gostando. Gosto de frutas, mas como poucas. Não tenho paciência para levar frutas para o trabalho e comê-las por lá. Aliás, ando sem paciência para muitas coisas que não otimizam meu tempo.

Bom, as aulas voltaram dia 01, mas eu fui na quinta, que é quando tenho aula. A faculdade está num clima esquisito, pois os servidores e alguns professores estão em greve.

Também não tem mais cantina. Pena, eu tomava um café legal no intervalo. Aliás, acho que sou movida a café ultimamente, minha nutricionista mandou diminuir, mas tá difícil. E olha que eu nem fumo! Imaginem se fumasse! Tava lascada!

Também terminei a fisioterapia, olha, nem lembro se comentei. Fiz 10 sessões nos tornozelos e tive um bom resultado, quase não sinto mais dores, acho isso lindo demais! Esta semana retorno ao ortopedista, o Dr. José, vou chegar nele e dizer: ” E agora, José?”, rsss

Ainda preciso marcar para retirar meu siso. Meu, to criando coragem para isso, juro, mas tá difícil. Não tenho medo do dentista, mas o processo todo é muito doloroso, meus dentes são muito presos na arcada, dá um trabalhão!

Voltando a falar da greve, surgiu um boato que o professor de Java vai aderir a greve. Digo que é boato porque não falei com ele ainda. Se isso acontecer, podemos considerar que 2012 é o final dos tempos mesmo!

O professor de cálculo é exigente. Mas é acessível para tirar dúvidas. Simpatizei com ele, mas vou sentir saudades da professora do semestre passado. Eu devia ter passado, mas não deu.

Já o professor de Banco de Dados será o mesmo que fiz de tudo para não reprovar com ele em outra matéria no semestre passado. Isso vai ser muito tenso! Mas enfim, ainda não tive aula com ele, não posso ficar especulando, né?

Meus horários estão muito vazios! Mas falei com o professor novo, que surgiu semestre passado e vou assistir uma aula dele de sexta-feira. Tudo pelo Yggdrasil, meus amigos! Mas preciso falar com os demais do grupo e aproveitarmos que o conteúdo que ele vai passar vai nos ajudar bastante com isso. Questão de honra, quero lançar o Yggdrasil, mesmo que tenha outro nome e que mudemos o conceito. Precisamos disso, lavar a alma, né?

Hoje fui ao Parque do Piqueri e tirei a foto abaixo, tirei a tarde para pensar em muitas coisas, pessoas, situações que têm me atormentado um pouco. Além disso, fiz alguns exercícios físicos nos equipamentos de lá, foi legal, acho que semana que vem volto lá. Pensar é bom, fazer exercícios melhor ainda… ohhh, I’m a heart breaker! Or not…

Eu no Parque do Piqueri. Tem um lago bonito atrás de mim. Lugar bom para pensar.

Eu no Parque do Piqueri. Tem um lago bonito atrás de mim. Lugar bom para pensar. E eu perdi um brinco faz tempo, notei agora! Preciso comprar outro!

 

Sobre o Rock Me ON, continuarei as postagens normalmente, enquanto o semestre não apertar, rs. Estou tentando que o Henrique Kyke faça seu post inaugural, mas ele está muito atarefado com os clientes dele. Vira e mexe ele posta algo interessante no Twitter, mas parar e escrever aqui está complicado para ele, infelizmente.

Também estou negociando com um amigo meu para que escreva algo sobre música. Ele é meu guru do metal! Conheci muitas bandas bacanas com ele.

E falando em música, ainda vou fazer um post sobre a banda Matanza. Aguardem!

Bom, meus queridos, é isso.

 

Rock OFF!

 

Badoo: O Experimento!

Rock ON!!!

Oi, pessoal!

Quem nunca recebeu uma solicitação do famigerado Badoo? Todo mundo, né? Mas quem realmente fez cadastro nele?

Ninguém que eu conhecia e que tinha me enviado a maldita solicitação tinha realmente feito uma conta lá (pelo menos foi o que disseram!).

Daí, final de semana retrasado, eu acho, recebi tantas solicitações dessa coisa que resolvi fazer o cadastro, só para contar aqui, para vocês, meus queridos leitores, do que se trata essa bagaça de Badoo!

Prontos ou não, lá vou eu!!!!

Badoo: o que parece ser?

Parece uma rede social como Facebook ou Orkut. Você se cadastra e adiciona pessoas. Oh, Wait, não é bem assim…

Badoo: o que realmente é?

Um site para relacionamento interpessoal, um site de encontros, um game site de encontros, serve para você conhecer pessoas do sexo oposto, do mesmo sexo, para compromisso ou amizade. Oh, Wait, isso não é o mesmo que o Facebook e o Orkut?

Parece que sim, mas não é, a partir do momento que para realizar algumas tarefas ou ver algumas telas, você precisa pagar pelo serviço! Ahaaaa! Lá vem o goooolpe!

Sim, aparentemente as partes mais legais do Badoo são pagas. Claro, há uma opção free, mas daí você precisa passar para eles no mínimo 26 endereços de seus contatos (isso explica porque vivemos recebendo essas solicitações do Badoo!).

Badoo: o que tem nele?

Tem fotos, preferências pessoais, sua localização geográfica (odiei isso), uma pequena descrição de perfil que não aceita endereços de internet, mas é facilmente burlada, podem procurar  o meu perfil lá, prissguerrero e ver como eu fiz, rss.

Você também pode indicar o que está procurando pela faixa etária, isso gera um filtro de pessoas para seu perfil, o que é bastante interessante. Também você preenche uns campos com sua descrição física. Acho isso meio bobagem, por que se você já pode colocar sua foto, já vão ver se você é alto, baixo, gordo, magro, mas enfim, preenchi lá e sacanamente coloquei que não estou acima do peso! aha!!! Mas informações como fumante/não fumante, são bem interessantes.

Badoo: as Pessoas cadastradas.

Fiquei impressionada, na primeira vez que loguei o site jogou para mim fotos de pessoas muito bonitas e simpáticas, mas oh, wait again!!! Porque pessoas assim estariam sozinhas a procura de algum relacionamento? Boa coisa não deve ter, talvez sejam muito tímidas, não sei, só sei que usar o Badoo para conhecer alguém de verdade não está nos meus planos, embora eu tenha ficado tentada, ahahaha, mas ainda sou das antigas e prefiro um bom papo com café para conhecer alguém.

Além das super beldades já citadas,  também tem as pessoas com beleza normal, onde me incluo, as feias, as mega feias e por aí, rolando ladeira abaixo!

Mas o mais engraçado são mesmo as poser, que fazem umas caras e bocas para parecerem melhores. Oh, por favor, não façam isso em lugar nenhum!

Depois de uns dias o Badoo começa a colocar gente feia e medonha na faixa de cima para você conhecer. Tá bom, Badoo, quero tanto isso quanto uma cirurgia no canal do meu dente!

Badoo: O que você não pode fazer!

Não pode colocar fotos que você não esteja. Isso é um porre, na boa, acabei de descobrir isso e detestei. Vejamos a defesa deles:

“Nós removemos estas fotos para seu album. As fotos que aparecem em “Fotos suas” devem mostrar apenas você, e seu rosto deve aparecer de forma clara e fácil de identificar. Por favor, na próxima vez publique estas fotos diretamente no álbum adequado.”

E se eu continuar a postar fotos assim? Acontecerá isso: “Este é um primeiro aviso de moderação. Ao publicar fotos e vídeos no futuro, por favor, siga nossas Diretrizes de Participação para evitar qualquer moderação. Caso continue violando as regras de participação, poderemos deletar seu perfil.”

Eu ia dizer que não havia encontrado um jeito de sair do Badoo, mas acabei de achar, basta sair violando essa regra! ahahahah

Sair facilmente do Badoo é outra coisa impossível, não há um link claro para você sair, o jeito é infringir as regras ou abandonar o perfil. Mas ficamos recebendo as insolentes solicitações via email, dizendo: “20 fulanos viram seu perfil!” ohhhh não diga?

Badoo: fofoqueiro!

Assim como o Orkut, ele conta quem visitou seu perfil, mas não existe um modo de privacidade como no primeiro. Mas o foco é justamente não ter privacidade, lembram? É conhecer pessoas, então, se não quiser que as pessoas saibam muito sobre você, não coloque lá! Você não vai moderar!

Badoo: Idiota!

Apareceu na parte de relacionamentos uma pessoa que queria me conhecer. Oh, bacana, o cara era cabeludo, perfil de headbanger, bacana para trocar idéia sobre música e banda. Cliquei para ver as fotos dele e o idiota do Badoo disse que para ver as fotos eu deveria postar uma foto minha. Ok, postei. E aí, o que o Badoo idiota faz? Põe o perfil de um cara pagodeiro, putakeu! Putakeu mesmo!

Badoo: integração com o Facebook

Minha opinião: o Badoo faz a integração com o Facebook só para adicionar mais gente à sua rede (que dedução incrível!). E só, nada mais. Não usei esse recurso que foi para não trollar meus amigos com as requisições do Badoo.

Badoo: diferenciais

Tem um sistema de ranqueamento para sua popularidade, ou seja, quanto mais popular, mais pontos nele você ganha e faz mais coisas e mais pessoas te encontram. Pff… achei bobo, realmente, ser popular no Badoo, me poupem.

É possível votar nas fotos das pessoas.

Badoo: Considerações finais (por enquanto)

Seria bom para fazer novos amigos, pois detalha muito os gostos e preferências das pessoas e seu filtro é bom, apesar do pagodeiro que quer me conhecer, a quantidade de headbangers ainda está boa, ahaha.

Seria bom se não fosse parte pago. Não vou pagar para conhecer pessoas. Conheço pessoas diariamente em outras redes sociais, na rua, casa, na fazenda e na casinha de sapé! Esse é o pior do Badoo.

Meu perfil vai ficar por um tempo online alí ainda. Sou teimosa demais para acreditar que não exista um jeito de sair dele pela porta da frente, rs. Quando descobrir, eu conto.

Mas a coisa melhor é que depois que me cadastrei, nunca mais recebi email de gente pedindo que eu me cadastre! Vejam que maravilha! Por outro lado, agora recebo email informando quantas pessoas querem me conhecer, rsss.

Não vou postar foto do Badoo, porque com isso iria postar a foto de muitas outras pessoas e vai que elas ficam bravas comigo, né? rsss

Então, se ficarem curiosos, entrem no Badoo. Mas lembrem-se: sair será quase impossível!

Rock OFF!

ParanoiKa: Inovação na Divulgação da Banda Através das Redes Sociais

Rock ON!!!

Oi, Pessoal!

Eu (@prissguerrero) acompanho muitos músicos no Twitter e foi através do RT de um deles, o Aquiles Priester (@aquilespriester) batera-polvo da Banda Hangar, que conheci o trabalho da banda ParanoiKa (@BandaParanoiKa).

Ele repassou um link para baixar o álbum completo. Isso mesmo: um álbum COMPLETO para baixar e o preço simplesmente fantástico: ajudar a divulgar o trabalho da banda dando um RT ou um LIKE! Não sei quantos álbuns foram baixados desse jeito, mas foi a primeira vez que vi uma banda divulgar seu trabalho deste modo e realmente, ouvindo o som, gostei bastante e se vir o CD, vou comprar, pois afinal de contas, ter em mãos esse produto acaba trazendo muitas vantagens: ver a letra da música, o trabalho da arte do encarte, conhecer quais instrumentos foram usados, onde foi mixado, enfim, muita coisa! Além de poder pegar as assinaturas e guardar, eheheh, adoro isso!! – Tomara que estejam na Expomusic 2012, banda ParanoiKa!

Eu particularmente não gosto de vocais femininos, são muito agudos, mas a vocal da banda ParanoiKa não é assim: esse vocal é muito trabalhado, suave e ao mesmo tempo intenso (conseguem entender? não, né? Melhor baixar o álbum, que vou deixar disponível para vocês). Lembra um pouco o Kid Abelha, pouco porque achei o som do ParanoiKa muito melhor!

A banda entrou em contato comigo e me forneceu seu material de divulgação, onde podemos ver um resumo da trajetória dessa banda e como está utilizando as redes sociais para se  promover. Aliás, é muito bom ver como as redes podem realmente trazer coisas boas, ao invés daqueles horríveis materiais idiotas que povoam a time line o tempo todo! (ok, ficou muito exagerado, mas o lixo internético é assim!)

O álbum ParanoiKa, mesmo nome da banda, vem com 13 músicas,  sendo 5 em português e as demais em um inglês impecável! O trabalho de áudio é muito interessante, limpo, demonstrando a preocupação com a qualidade que os músicos tiveram com as trilhas.

As guitarras são quentes, um pouco ardidas, bem anos 80 mesmo! Ou seja, é um álbum muito gostoso de se ouvir. As músicas não são chatas, não grudam, efeito chicletinho aqui não tem! A mixagem de efeitos é bem rica, criando um contraste muito bonito e adicionando cores às canções. Poderiam até servir como trilha para algum filme, eu arriscaria.

A bateria é suave, parece eletrônica mas não é! Pulsa e dá mais vida para as músicas. Isso deixa o som bem diferente do que eu estou acostumada a ouvir.

As linhas de baixo são quase imperceptíveis, daí eu fico triste, adoro ouvir o grave dos baixos nas músicas, mas como não se trata da proposta da banda, então está perfeito!

As canções executadas em português estão bem construídas, um ótimo tratamento ao nosso idioma tão castigado pelos populares atualmente! Palavras bem colhidas, bem impostadas. A música Complexidade possui rimas muito boas, refrões interessantes, algo positivo, que dá para sair cantando no carro numa boa (e eu adoro fazer isso! heheehhe).

A música ‘Agora é minha vez’ se tornou a minha favorita. Ahaha, é muito divertida, a mensagem é bem interessante! “…o jogo mudou e agora é minha vez, você apelou nesse jogo de xadrez, o jogo mudou e agora é minha vez, você abusou e agora pague o que fez…” — só para dar um gostinho para vocês. Ouçam a música!!!!

Foto dos integrantes da banda Paranoika

ParanoiKa – Estilosos e o Som é ótimo!

Valeu, ParanoiKa! Continuem trilhando esses bons caminhos e executando esse ótimo trabalho! Espero poder vê-los tocando algum dia desses aqui em SP!

Bom, pessoal, essas foram as minhas impressões e opiniões sobre a banda e seu som, espero que tenham gostado e se interessado! A seguir, o material que eles mesmos me enviaram, muito bom por sina, tem o link para baixar o álbum e curtir esse trabalho muito legal!!!

—–

ParanoiKa libera seu primeiro álbum para download

Em paralelo ao lançamento do clipe, a ParanoiKa mergulhou nas redes sociais e em concursos obtendo resultados bacanas, além de ter gravado o seu primeiro álbum, lançado no último dia 28. O disco deixa bem clara a mistura entre o Synthpop dos anos 80 com o Indie Rock, chegando a um Electro Rock bem característico, divertido e moderno. Com 13 faixas, sendo 11 músicas distintas e 2 versões bônus, o álbum homônimo da Paranoika teve uma estratégia de lançamento bastante ousada: ele pode ser baixado na íntegra gratuitamente na página oficial da banda www.paranoika.com.br e no Facebook www.facebook.com/paranoikaofficial.

Sobre a banda: A ParanoiKa foi formada no início de 2008 e conta com Karla Hill nos vocais, Cesar Mattos na guitarra e nos sintetizadores, Carlos Kolb no baixo e Joel Jr. na bateria. A banda já fez diversos shows no Paraná e em São Paulo, contando sempre com músicas autorais e também clássicos dos anos 80 e 90.

2012: O ano da ParanoiKa 

O ano de 2011 foi crucial para o crescimento da ParanoiKa. Formada em 2008 por Karla Hill, Cesar Mattos, Joel Jr. e Carlos Kolb, a banda curitibana lançou seu primeiro videoclipe em Abril do ano passado. A música escolhida foi Unconditional, que deixa nítida a influência do Synthpop oitentista na sonoridade do quarteto. O clipe figura desde então no site da MTV e em programas nacionais como o “Bandas e DJs” do canal Band Sat.

Em paralelo ao lançamento do clipe, a ParanoiKa deu início à gravação do seu primeiro CD, investiu pesado nas redes sociais e em concursos, obtendo resultados bacanas. Ganhou o primeiro, cujo prêmio era participar do maior festival de música paranaense, o Lupaluna. Também ficou entre os 15 finalistas dentre 45 mil inscritos do “Olha minha banda”, idealizado pelo programa “Caldeirão do Huck”.

Em Julho, a ParanoiKa fez sua estreia nos palcos de São Paulo com um pocket show na Fnac Paulista e uma apresentação no Clube Outs — localizado na badalada Rua Augusta. Desde então, a banda tem feito shows frequentes na cidade.

Com ajuda dos seus fiéis seguidores nas redes sociais, a Paranoika participou do concurso #ShowLivreDay, organizado pelo site Showlivre (www.showlivre.com) e foi convidada para a edição de Setembro do evento. O resultado do concurso saiu em Dezembro e rendeu a participação no Estúdio Showlivre do dia 02 de Fevereiro deste ano.

Ainda em 2011, algumas músicas da ParanoiKa fizeram parte da trilha sonora do reality show de maior sucesso do canal Boomerang, o “Temporada de Moda Capricho”. Isso contribuiu para o crescimento no número de mais jovens da banda.

Como resultado do trabalho intenso feito em 2011, 2012 começou fervilhando boas novas: O lançamento do CD está previsto para Fevereiro, seguido pelo lançamento de um novo videoclipe. A única coisa que não mudou é o lema da ParanoiKa: Divirta-se!

ParanoiKa!

Corre agora pro site deles e baixe o álbum!!!

Rock OFF!!!

Aquiles Priester, baterista do Hangar, fala com exclusividade sobre os acontecimentos do MOA

Aquiles Priester, baterista do Hangar, fala com exclusividade sobre os acontecimentos do MOA.

Eis meu comentário a respeito:

Achei corretíssima a postura do Hangar em relação ao MOA. Outras bandas que gosto chegaram a tocar lá e isso também é louvável com todos esses problemas. Penso que os mais prejudicados, como sempre, são os fãs, que se planejaram para ir até o Maranhão ver um evento que sequer ocorreu direito e está entrando para a história como o maior fiasco do heavy metal no Brasil. Já vi dois shows da banda Hangar e posso dizer que gostei muito da pontualidade e profissionalismo deles. Não nos fazem esperar e o som é magnífico, não importa o local e isso só demonstra a qualidade e a seriedade com que fazem seu trabalho. Claro que problemas ocorrem, mas ver o Hangar tão bem estruturado, num país tão bagunçado como o nosso, um alívio: existem gente séria.
Gostei da entrevista e das palavras do Aquiles: foram transparentes e honestos com os fãs. Já vi o ônibus do Hangar, é monstruoso e não tinha idéia de quantos equipamentos carregavam!
O músico brasileiro deve se valorizar também e mostrar para esses empresários de meia pataca que não são escravos e que têm um nome a zelar.
Tenho acompanhado o pessoal do Hangar e do Almah no Twitter falando sobre o MOA. Apenas os músicos estão falando sobre isso, a mídia tradicional está quieta. Seriam interesses políticos da terrinha do Sr. José Sarney? Pode ser que sim, pode ser que não.
A verdade é que o povo do Nordeste foi lesado, o Brasil saiu lesado com isso e as piadas se proliferam nas redes sociais.
Também acredito que o pais tenha capacidade de abrigar um grande evento, mas apenas se for no eixo do Sudeste. Infelizmente a grana desse país está aqui e a viagem para o MOA sairia cerca de R$ 2.000,00, segundo um amigo que pretendia ir e felizmente não foi. Investiu seu capital em outra coisa, sua pós-graduação.
Bom, é isso, galera!

%d blogueiros gostam disto: