Tag: José Sarney

Piadinhas Tadá Tum Tiss!!!

Rock ON!!!

Recebi essas piadinhas por email, da amiga Gislene! Espero que gostem!

 

Depois de uma noite de amor, o cara vira para a garota e diz:

– Vou te chamar de Eva….

– Por que ??? pergunta a garota…

– Voce foi a primeira!

 Ao que ela responde:  – Vou te chamar de Peugeot.

– Por que??? Pergunta o Rapaz

– Você foi o 307…

 

——

“O amor é o sentimento que faz a diferença”

Joãozinho orando:

– Senhor todo poderoso, há 2 anos o Senhor levou meu cantor favorito Michael Jackson! Meu locutor favorito Lombardi! Meu ator preferido Patrick Swayze! Há 01 ano, levou minha cantora favorita Amy Winehouse! Esse ano o senhor já levou os não menos favoritos Wando e Whitney Houston!!!
Agora, acaba de levar Tinoco, João Mineiro e Chico Anysio.

Quero lembrar ao Senhor que meus políticos favoritos são:
Jaques Wagner, Lula, José Sarney, Fernando Collor, Geraldo Alckmim, Aécio Neves, Antonio Anastasia, Jair Bolsonaro, Sérgio Cabral Filho, Roberto Freire, Roberto Jefferson, Jader Barbalho, Renan Calheiros, Paulo Maluf, Edison Lobão, Demóstenes Torres, Michel Temer (menos a mulher dele)… e Popó (coloquei agora), e todo o messalão, rsrsrsrsrs

Por favor coloque-os na ordem de Sua preferência.

Amém!!!

Rock OFF!!!

Aquiles Priester, baterista do Hangar, fala com exclusividade sobre os acontecimentos do MOA

Aquiles Priester, baterista do Hangar, fala com exclusividade sobre os acontecimentos do MOA.

Eis meu comentário a respeito:

Achei corretíssima a postura do Hangar em relação ao MOA. Outras bandas que gosto chegaram a tocar lá e isso também é louvável com todos esses problemas. Penso que os mais prejudicados, como sempre, são os fãs, que se planejaram para ir até o Maranhão ver um evento que sequer ocorreu direito e está entrando para a história como o maior fiasco do heavy metal no Brasil. Já vi dois shows da banda Hangar e posso dizer que gostei muito da pontualidade e profissionalismo deles. Não nos fazem esperar e o som é magnífico, não importa o local e isso só demonstra a qualidade e a seriedade com que fazem seu trabalho. Claro que problemas ocorrem, mas ver o Hangar tão bem estruturado, num país tão bagunçado como o nosso, um alívio: existem gente séria.
Gostei da entrevista e das palavras do Aquiles: foram transparentes e honestos com os fãs. Já vi o ônibus do Hangar, é monstruoso e não tinha idéia de quantos equipamentos carregavam!
O músico brasileiro deve se valorizar também e mostrar para esses empresários de meia pataca que não são escravos e que têm um nome a zelar.
Tenho acompanhado o pessoal do Hangar e do Almah no Twitter falando sobre o MOA. Apenas os músicos estão falando sobre isso, a mídia tradicional está quieta. Seriam interesses políticos da terrinha do Sr. José Sarney? Pode ser que sim, pode ser que não.
A verdade é que o povo do Nordeste foi lesado, o Brasil saiu lesado com isso e as piadas se proliferam nas redes sociais.
Também acredito que o pais tenha capacidade de abrigar um grande evento, mas apenas se for no eixo do Sudeste. Infelizmente a grana desse país está aqui e a viagem para o MOA sairia cerca de R$ 2.000,00, segundo um amigo que pretendia ir e felizmente não foi. Investiu seu capital em outra coisa, sua pós-graduação.
Bom, é isso, galera!

%d blogueiros gostam disto: