Tag: animação 2D

OpenToonz do Studio Ghibli!

Rock ON!

Oi, galera, beleza?

Fiquei um tempo sem postar porque tivemos uma onda de zumbis atacando o QG onde o RMO está hospedado, mas eles foram todos debelados graças ao incessante trabalho do Euler e sua vigilância para que nada fosse perdido, enfim, eu já me perdi toda, mas estamos de volta!

E para comemorar, vou compartilhar uma notícia que li já tem um tempo e que estava salva no meu Windows Phone porque eu queria fazer esse post para vocês!

É que o Studio Ghibli, aquele estúdio de animação que fez Totoro, Mononoke Hime e tantas outras animações maravilhosas, resolveu soltar, assim, de graça, uma de suas ferramentas de trabalho, a Open Toolz!

E para que ela serve afinal de contas?

Simples: para fazer desenhos animados em 2D!

Eu instalei aqui e sinceramente, achei bem completa, cheia de painéis para serem explorados e até consegui fazer uma mini animação, que não soube como exportar, mas que foi bem simples de fazer.

E fiz sem ler os tutoriais disponíveis, que estão em japonês, mas com certeza deve ter algum material em inglês aí para galera.

A interface do programa é em inglês, então, se você tiver paciência, pode explorar tudo e criar o seu tutorial! aha!!!

Resultado de imagem para opentoonz

E se ficar maneiro, pode me mandar, que publicarei aqui! (duvido que alguém realmente faça isso, mas vai quê, né?)

Segue o link para baixar, gratuitamente o programa: OpenToonz.

Abaixo, trailer de Totoro, animação de 1988 dos Studios Ghibli:

Em 1995 eles já estavam utilizando o software nesta animação, Mononoke Hime:

E numa animação recente, o OpenToonz, que foi sendo aperfeiçoado, também foi utilizado:

 

 

 

Abaixo, uma animação feita com o programa por um usuário, que foi deixada no fórum em inglês:

 

Aqui tem outra:

 

E esse aqui, alguém ensinando a mexer na ferramenta. Não vi o vídeo ainda, mas fica para registro:

E aqui, um sujeito mescla Blender, que é para modelagem 3D, com o OpenToonz

 

Bom, é isso, pessoal!

Espero que tenham gostado!

….

….

Ué? Você tá aí ainda?

Então toma mais vídeo!!!

 

 

E esse aqui, em espanhol:

E agora chega mesmo!

Rock OFF!!!

TVPaint!!!!!

Rock ON!!!

Já imaginou um programa bacana para fazer animações? Claro, que sim! Existem vários no mercado e esse final de semana eu descobri um bem maneiro na página do Facebook, a Tradicional Animation.

Trata-se do TVPaint e vale uma visita ao site para ver a galeria de animações que são produzidas. Claro que você deve levar em consideração que uma animação demanda tempo, pessoas e máquina boa. Sim, senhores, demanda.

O que o TVPaint tem de diferente de outros programas para animar que já vi, como por exemplo, o After Effects, é que ele é bem simples, leve e com interface intuitiva.

É possível desenhar diretamente nele ou importar desenhos também. Ele trabalha no esquema de animação por frames e também permite incluir sons e fazer marcações na linha do som, escrevendo o que significa cada coisa.

Por exemplo, pense num boneco que diga ‘Olá, como vai?’. Você pode escrever, numa área sobre a faixa de som essa frase e assim saber onde começa e onde termina cada som.

O programa possui um tryal cuja única limitação é exportar a animação e deixar uma marca D’água no produto final. Mas se você está interessado apenas em aprender técnicas de animação é um programa legal. Ou você pode compra-lo também  e assim tirar essa limitação.

O programa está disponível para Windows, Mac, Linux e até Android! Demais, não é?

E a curva de aprendizado dele parece ser bem simples e estou bem animada com ele.

Achei o canal de um artista chamado Aaron Blaise que ensina como trabalhar com o TVPaint. É em inglês e não tem legendas, mas se você pesquisar mais poderá achar algo em português. Não vou procurar, porque hoje em dia, meu amigo, se você não sabe o mínimo de inglês, já passou da hora de aprender, né?

Bom, espero que gostem do TVPaint, que ocupa cerca de 250MB no disco. Eu instalei a versão Windows 64bits.

Divirtam-se e deixem os comentários aí para eu saber que alguém lê esse site. Agora coloquei o Disqus.

Update:

Documentação do TVPaint

Tutoriais em vídeo

Galeria de Trabalhos

 

Rock OFF!!!

Animação em Flash: UFO!!!

Rock ON!!!

Sorry, either Adobe flash is not installed or you do not have it enabled

Passei a semana trabalhando nisso e tenho que agradecer a algumas pessoas:

Ao Hugo, colega de classe, que se não me avisasse do dia da entrega, eu não teria nada e ia me lascar.
À Amanda, que me deu uma ideia incrível que acabou me dando um problema, cuja solução foi um pesadelo com um Alien.
Ao Henrique, que me deu algum subsídio para montar uma história com Alien.
Ao Jorge, que me acompanhou nas madrugadas, me enchendo a paciência e me mantendo acordada com suas dúvidas em seus trabalhos e que de alguma forma, me ajudou a ter ideias para o meu.
A minha mãe, que cuidou para que eu não morresse de fome nesses dias frenéticos de trabalho.
E mais a uma porrada de gente que incentivou e torceu. Obrigada mesmo, pessoal.

Detalhes da produção:

A pior parte foi encontrar o roteiro, que não veio completo, foi vindo em partes.
Eu montei um Storyboard, com a primeira ideia, um arquivo monstruoso no Photoshop, cheio de quadrinhos e que foi descartado por ter se tornado complexo demais.

Optei pela estratégia “Dividir para Conquistar”. Ou seja, dividi meu trabalho em cenas e fui trabalhando em pedacinhos. Então, pensei: preciso de uma cena de abertura com o título da história, como nos desenhos antigos do Pernalonga.

Montei essa cena num arquivo separado. Depois que ficou do jeito que eu queria, coloquei no arquivo final.

Quase o disco foi desse jeito. Meio assustador, não acham?

Quase o disco foi desse jeito. Meio assustador, não acham?

Os desenhos foram feitos todos no Illustrator, com algumas coisas feitas no Photoshop antes de exportar ao programa de vetores.

A segunda cena, o canyon, deu muito trabalho para fazer. precisava criar a sensação de movimento no Disco. Precisei ver vários tutoriais online para entender como se dava a ilusão. A professora explicou em aula, mas naquele momento, da aula, eu entendi. Depois esqueci mesmo. Infelizmente minha memória está com algum defeito, rss. Neste caso o melhor foi estudar de novo o tópico.

A criação do alien também foi um problema. Eu não queria um alien padrão. Queria diferente. Mas se eu fizesse algo parecido com um monstrinho, não teria a rápida compreensão do espectador que aquilo seria um alien. Então, tive que optar mesmo por usar o senso comum, a imagem padrão que temos de aliens: um cabeçudo com olhos grandes, pescoço fino, mãos compridas e verde. O disco também foi padrão.

Depois de tudo encaixado e animado, foi a hora de escolher o áudio. Usei o site Flash Kit, que já tem muita coisa pronta e fui encaixando dentro do tempo que eu precisava, de modo que não ficasse muito bagunçado e nem esquisito. O mais difícil foi achar a voz de alien. Não imaginei uma voz tão grossa, mas até que ficou bacana.

O mais chato de fazer na animação é ficar vendo e revendo toda ela. Sim, isso é chato e dá muito trabalho, é um jogo de caça erros.

Mas acho que como primeira animação, até que ficou bacana, né?

Deixem seus comentários, compartilhem, divulguem.

Rock OFF!!!

Já o boi, bom, precisei olhar muitas referências, pois não queria deixar com cara de boi real, queria que ficasse dentro do padrão do alien, meio cartunesco. Os primeiros saíram parecidos com porcos. Depois com cães. Acho que encontrei um meio termo entre um boi e um cão. rss.

Outro ponto difícil é imaginar o que será animado. Cada peça do desenho precisava ser móvel e muitas vezes acabei triplicando coisas sem necessidade. Existe programação Orientada a Objetos e acho que animações também são assim. Um mesmo olho pode ser o esquerdo e o direito, por exemplo, como o caso do olho do boi, que são iguais.

Todos os cenários foram criados por mim. A fazenda foi vetorizada de uma fazenda real, uma foto que peguei, já o radar, achei uma imagem bacana na internet, levei ao Photoshop, tirei o que não precisava, mudei umas cores e depois acrescentei uma segunda imagem, para representar símbolos alienígenas.

Enfim, depois de tudo animado, foi a vez de escolher os sons. Usei o site Flash Kit para obter todas as músicas e efeitos. A voz do alien foi bem difícil de achar e eu imaginava uma voz mais fina, contudo, essa voz grave ficou bem interessante e bacana.

Uma parte chata foi passar e repassar a animação diversas vezes, com som para ver se tudo estava encaixando direito. Por que o tempo de animação e o do som nem sempre batia.

Tempo gasto:

Animação: cerca de 72h, somando todos os pedacinhos de horas.
Som: 4h, entre escolher e encaixar.

Total: 76 horas.

Duração da animação: 72,7 segundos [aproximadamente 1min e 13 segundos].

Cenas:

Ao longo da semana, sempre que havia um tempinho, eu rabiscava algumas cenas. Isso facilitou para fazer a animação. Eu tinha um storyboard que foi abandonado e não detalhava muito como algumas coisas iam ser.

Depois vou colocar aqui as imagens e a animação para vocês.

Rock OFF!!!

%d blogueiros gostam disto: