Menu

Reflexão: O Xiitismo da Comunidade Linux

8 de abril de 2014 - NADA

Rock ON!!!

A comunidade Linux vai de mal a pior com os tipos xiitas. Na boa, não entendo como ainda hoje pode ter gente que exija que um usuário novo, que quer conhecer o SO, use apenas o terminal.

Isso é afastar o cara. O fulano vem do mundo Windows, onde tudo é gráfico, bonito, felpudo e perfumado. Daí, o beltrano xiita, quer que ele caia no terminal, que é feio, quadrado, bicudo?

Que merda de mundo livre é esse afinal de contas? Cadê a liberdade de deixar o usuário usar o SO como quiser?

A comunidade Linux deveria se envergonhar desses tipos que só sabem fazer afastar os possíveis novos usuários.

E depois reclamam da Microsoft. Pelo menos ela encara os usuários de uma forma mais amigável. Desculpem o desabafo.

Mas para quem passou praticamente 10 anos estudando a área de TI, ver gente nesse nível de xiitismo ainda hoje, com tanto SO Linux amigável, é de amargar.

——

Fiz essa reflexão após um longo debate na comunidade Ubuntu Dicas [da qual penso seriamente em sair].

A pergunta de um participante foi a seguinte:

“Qual a distro Linux que necessite o menor uso de terminal ou de modo texto possível?”

E o que se seguiu foram ataques ao coitado, como se ele tivesse obrigação de usar o terminal. E uns poucos, que como eu, defendiam o uso da interface gráfica, para que depois, com o tempo, ele ‘descobrisse’ o terminal.

Daí um fulano, que não tem vida, não tem o que fazer, resolveu encher o saco com isso. E pior fui eu, que dei trela para esse xiita. E o que isso resulta, uma conversa inútil e um post reflexivo sobre a comunidade Linux.

Será que para usar Linux mesmo a pessoa tem que ser um expert?

É fechado então?

Dá raiva dessas cabeças fechadas, muita raiva…

Los Cubos.

Los Cubos.


Rock OFF!!!

%d blogueiros gostam disto: