Menu

Andar de Ônibus em SP: A Triste Realidade

21 de março de 2014 - NADA

Rock ON!!!

Relato:

Ir trabalhar de ônibus hoje me provou que as faixas exclusivas são uma ilusão. O caminho livre e o motorista não passava ficava em média a 15km/h. Os ônibus estão lotados, sujos e abafados. Aliás, a sujeira é algo impressionante. Os próprios passageiros são parte responsáveis por isso.

Também há gente idiota que fica na região das portas e não deixa quem precisa, descer em segurança e até brigam. Há menos ônibus saindo do meu bairro. Levei 25min até conseguir entrar em um que me servia, até metade do caminho. Antes da nova gestão, esse tempo era de 5min.

Cheguei 13min atrasada no trabalho, de mau humor, cansada, suada e com as mãos sujas e grudentas, por alguma coisa que estava nos apoios dos ônibus. O ônibus também parecia não ter suspensão adequada, sacolejou muito, deu solavancos, ou seja, nem animais em um caminhão sofrem tanto quanto as pessoas no transporte público de SP.

O cobrador era um pulha porque não me ajudou a ver o que ocorria com o bilhete único que não queria passar da primeira, segunda e terceira vez, porque o sensor estava virado para o cobrador e não para mim, por isso tive que me entortar toda, tentando me segurar para poder passar, e o pulha só ficou olhando me olhando.

Diante de tudo isso, cheguei à seguinte conclusão: sempre que puder, vou andar de carro, seja no meu, seja em táxi, alugado, emprestado, de carona, não sei. E quero que se dane quem acha ótimo andar de ônibus, mesmo que seja amigo meu, se você gosta de andar pior que um animal, tem mais é que se lascar mesmo.

A população paga impostos, uma passagem alta e não tem o mínimo de qualidade ou dignidade para ir trabalhar, estudar ou ter lazer. Desculpem o desabafo, mas tenho pena de quem tem que andar de ônibus todos os dias e não tem outra opção. Mas não tenho de quem ama e defende esse lixo.

Rock OFF!!!

%d blogueiros gostam disto: