Mês: abril 2012

Engenharia Social do Casal

Rock ON!!!!

Recebido por email da Viviane Molina. Ótimo exemplo de engenharia social!!

Tarde da noite, já estavam deitados, Marido e Mulher, quando…MULHER: Se eu morresse você casava outra vez?
MARIDO: Claro que não!

MULHER: Não?! Não por quê?! Não gosta de estar casado?
MARIDO: Claro que gosto!
MULHER: Então por que é que não casava de novo?
MARIDO: Está bem, casava…
MULHER: (com um olhar magoado) Casava?
MARIDO: Casava. Só porque foi bom com você…
MULHER: E dormiria com ela na nossa cama?
MARIDO: Onde é que você queria que nós dormíssemos?
MULHER: E substituiria as minhas fotografias por fotografias dela?
MARIDO: É natural que sim…
MULHER: E ela ia usar o meu carro?
MARIDO: Não. Ela nem dirige…
MULHER: !!!! (silêncio)
MARIDO: ( em pensamento ) F.u.d.e.u !!!

Uuuuuuuhh...

Uuuuuuuhh...

 

MORAL DA HISTÓRIA:
JAMAIS prolongue um assunto com uma mulher… Apenas abane a cabeça ou diga ‘A-HAM’ ou ‘HUM-HUM’.

Rock OFF!!!

Rock Me ON!!!

Rock Me ON!!!

Rock Me ON!!!

Rock ON!!!

Fiz outro dia quando sistema estava horrivelmente lento!!!!

Um deles foi baseado numa pessoa do meu Facebook, o Carlos Eiras, que conheci na última Expomusic. O outro, disseram que lembra o cara do Pink Floyd. Mas a verdade é que tentei fazer o Dio.

Achem quem é quem aí… não vou indicar.

Rock OFF!!!

Cyclonério, O Robô Garçom

ImageRock ON!!

Cyclonério era um robô engenheiro. Veio a crise e ele ficou sem emprego. Precisava se virar, o óleo estava acabando, seus pequenos robôs passavam fome, pediam coisas. Sua esposa não aguentou ficar sem o luxo que tinham e fugiu com seu melhor amigo, abandonando Cyclonério com as ‘crianças’.

Procurava emprego a semana toda, dia e noite, as coisas foram ficando piores. Vendeu casa, carro, moto, todos os bens. Enviou os filhos para que seus pais cuidassem deles na fazenda enquanto procurava desesperadamente emprego. A crise piorava a cada dia.

Mesmo com toda instrução que tinha como robô engenheiro e especializações, não conseguia nada. As montadoras mudaram de Estado porque os impostos eram mais baixos e deixaram milhares sem emprego, Cyclonério era um deles.

Não vendo mais possibilidade de arrumar emprego na engenharia, começou a procurar outras atividades, até que finalmente, conseguiu ser contratado como garçom num bar. Trabalhava dois turnos. Não era habilidoso, mas fazia o que podia.

Pelo menos agora conseguia enviar algum dinheiro para seus filhos e pagar o aluguel. Continuava lendo os jornais, buscando emprego e notícias da crise. Pensava em viajar ao exterior. Mas precisava juntar dinheiro. 

Cyclonério tinha estudos, tinha especializações e agora era garçom, lutando pela sobrevivência.

Isso te lembra alguma coisa?

Rock OFF!!

You See A Beholder… But It Can See You Six Time Better!!!

Sempre tive medo desse monstro!

Sempre tive medo desse monstro!

Rock ON!!!

Ontem comentei nas redes sociais que tinha desenhado um Beholder. Bom, para quem não sabe, beholder é essa criatura aí!

A primeira vez que vi um, foi no desenho ‘A Caverna do Dragão’. Lá ele é chamado de ‘O Observador’. Sempre morri de medo dessa coisa.

Anos mais tarde, joguei Tibia (sim, joguei e fiz ótimos amigos lá!) e um dos monstros mais interessantes para se caçar era justamente o Beholder! Também morria de medo dele, rsss.

Bom, é isso!

Rock OFF!

A Despedida do Trema

Rock ON!!!

Recebi essa por email do ‘Seu Luiz’. Achei ótima e resolvi compartilhar com vocês!

Estou indo embora. Não há mais lugar para mim. Eu sou o trema. Você pode nunca ter reparado em mim, mas eu estava sempre ali, na Anhangüera, nos aqüíferos, nas lingüiças e seus trocadilhos por mais de quatrocentos e cinqüentas anos.

Mas os tempos mudaram. Inventaram uma tal de reforma ortográfica e eu simplesmente tô fora. Fui expulso pra sempre do dicionário. Seus ingratos! Isso é uma delinqüência de lingüistas grandiloqüentes!…

O resto dos pontos e o alfabeto não me deram o menor apoio… A letra U se disse aliviada porque vou finalmente sair de cima dela. O dois pontos disse que sou um preguiçoso que trabalha deitado enquanto ele fica em pé.

Até o cedilha foi a favor da minha expulsão, aquele C cagão que fica se passando por S e nunca tem coragem de iniciar uma palavra. E também tem aquele obeso do O e o anoréxico do I. Desesperado, tentei chamar o ponto final pra trabalharmos juntos, fazendo um bico de reticências, mas ele negou, sempre encerrando logo todas as discussões. Será que se deixar um topete moicano posso me passar por aspas?… A verdade é que estou fora de moda. Quem está na moda são os estrangeiros, é o K e o W, “Kkk” pra cá, “www” pra lá.

Até o jogo da velha, que ninguém nunca ligou, virou celebridade nesse tal de Twitter, que aliás, deveria se chamar TÜITER. Chega de argüição, mas estejam certos, seus moderninhos: haverá conseqüências! Chega de piadinhas dizendo que estou “tremendo de medo”. Tudo bem, vou-me embora da língua portuguesa. Foi bom enquanto durou. Vou para o alemão, lá eles adoram os tremas. E um dia vocês sentirão saudades. E não vão agüentar!…

Nós nos veremos nos livros antigos. Saio da língua para entrar na história.

Adeus,
Trema

Rock OFF!

Estudando Java e Criando Memes

Rock ON!!!

Estou estudando Java e acabei criando alguns memes sobre isso com o Memegenerator, que é um site que facilita a criação dos malditos memes.

Abaixo, algumas das criações:

 

Esse foi o primeiro que criei.

Esse foi o primeiro que criei.

Depois veio este, que gerou muita repercussão entre os amigos no Facebook.

Depois veio este, que gerou muita repercussão entre os amigos no Facebook.

E o último da madrugada, quando o Eclipse ficou de zueira comigo!

E o último da madrugada, quando o Eclipse ficou de zueira comigo!

Agora me deixem ir, que eu não quero ver este aqui em ação na terça-feira:

Se eu não estudar, vai dar isso aqui mesmo!

Se eu não estudar, vai dar isso aqui mesmo!

Rock OFF!

Estudando Java

Rock ON!!!

Assim fica difícil acreditar no código, né?

Java

Java: Clique para ampliar, ou visite o site: https://wikis.oracle.com/display/code/Welcome.java

Aquiles Priester, baterista do Hangar, fala com exclusividade sobre os acontecimentos do MOA

Aquiles Priester, baterista do Hangar, fala com exclusividade sobre os acontecimentos do MOA.

Eis meu comentário a respeito:

Achei corretíssima a postura do Hangar em relação ao MOA. Outras bandas que gosto chegaram a tocar lá e isso também é louvável com todos esses problemas. Penso que os mais prejudicados, como sempre, são os fãs, que se planejaram para ir até o Maranhão ver um evento que sequer ocorreu direito e está entrando para a história como o maior fiasco do heavy metal no Brasil. Já vi dois shows da banda Hangar e posso dizer que gostei muito da pontualidade e profissionalismo deles. Não nos fazem esperar e o som é magnífico, não importa o local e isso só demonstra a qualidade e a seriedade com que fazem seu trabalho. Claro que problemas ocorrem, mas ver o Hangar tão bem estruturado, num país tão bagunçado como o nosso, um alívio: existem gente séria.
Gostei da entrevista e das palavras do Aquiles: foram transparentes e honestos com os fãs. Já vi o ônibus do Hangar, é monstruoso e não tinha idéia de quantos equipamentos carregavam!
O músico brasileiro deve se valorizar também e mostrar para esses empresários de meia pataca que não são escravos e que têm um nome a zelar.
Tenho acompanhado o pessoal do Hangar e do Almah no Twitter falando sobre o MOA. Apenas os músicos estão falando sobre isso, a mídia tradicional está quieta. Seriam interesses políticos da terrinha do Sr. José Sarney? Pode ser que sim, pode ser que não.
A verdade é que o povo do Nordeste foi lesado, o Brasil saiu lesado com isso e as piadas se proliferam nas redes sociais.
Também acredito que o pais tenha capacidade de abrigar um grande evento, mas apenas se for no eixo do Sudeste. Infelizmente a grana desse país está aqui e a viagem para o MOA sairia cerca de R$ 2.000,00, segundo um amigo que pretendia ir e felizmente não foi. Investiu seu capital em outra coisa, sua pós-graduação.
Bom, é isso, galera!

Já Comeram uma Biba??

Image

Rock ON!

Foto antiga de um potinho de doce. Particularmente prefiro pé-de-moleque. Acho Pé-de-moça muito enjoado… entendam como quiserem.

 

Rock OFF!

A Mulher Obediente!

Rock ON!!!

Recebi da amiga Gislene M. essa anedota. Fica a dica, meninas!

Era uma vez um homem que tinha passado toda a sua vida trabalhando e que havia juntado todos os centavos que recebera.

Ele era realmente muito mão-de-vaca. Antes de morrer, disse à mulher:

– Ouça! Quando eu morrer, quero que pegues todo o meu dinheiro e
o coloques no caixão junto comigo. Eu quero levar todo o meu dinheiro para a minha próxima encarnação.

Dito isto, obrigou a mulher a prometer que cumpriria a ordem. E ela prometeu, jurando sobre a bíblia.

Um dia o homem morre.

Foi colocado dentro do caixão, e a dedicada esposa se mantinha sentada a seu lado, toda de preto, acompanhada pelos amigos mais chegados.

Quando terminou a cerimônia e antes de o padre se preparar para fechar o caixão, a mulher disse:

– Só um minuto! Tinha uma caixa de sapatos com ela. Aproximou-se e
colocou-a dentro do caixão, juntamente com o corpo. Um amigo disse-lhe:

– Espero que não tenhas sido doida o suficiente para meteres todo aquele dinheiro dentro do caixão!

Ela respondeu:

– Claro que sim. Eu prometi-lhe que colocaria aquele dinheiro junto dele e foi exatamente o que fiz.

– Estás me dizendo que puseste dentro do caixão todos os centavos que ele tinha?

– Claro que sim! – Respondeu a mulher. – Juntei todo o seu dinheiro,
depositei-o na minha conta e passei-lhe um cheque. Ele que vá descontar lá no inferno!

Às mulheres inteligentes!!!

E NÃO ESQUEÇAM DE COLOCAR O CHEQUE DEVIDAMENTE NOMINAL ! ! !

Uma Semana Complicada

Rock ON!

Oi, galera!

Mais um daqueles meus posts de desabafo. Aproveite para sair agora enquanto pode! Ok, agora é tarde! Eu avisei!

As coisas no trabalho estão cada vez mais complicadas e isso tem me deixado meio doente. Saio de lá pensando em prazos, durmo e sonho com o Google Maps, está um inferno, para resumir é isso. E não há nada que eu possa fazer para melhorar isso no momento, pois o prazo existe, a tarefa tá lá e pronto, tenho que fazer.

Isso acaba refletindo negativamente na faculdade, onde ando meio desanimada com as coisas também. Hoje fiz um levantamento de todos os trabalhos e provas que tenho pendentes e o quadro não é bom: mais trabalhos que Priscila para fazer. Alguns são em grupo, coisa que ajuda, porque daí me sinto um pouco mais motivada a fazê-los, mas aqueles que dependem só de mim… ah… tá difícil, viu?

Semana que vem tenho uma prova de Java e estou bem preocupada com ela. Não consigo estudar direito, o pouco que estudo não absorvo e daí fico mais preocupada, mais stress com isso também. Estou pensando em sumir no final de semana, aproveitar que não tem aulas de matemáticas e ficar reclusa em algum lugar estudando. Por isso não estranhem se eu sumir de repente daqui!

Sei que não vou conseguir entender tudo de uma vez, mas pelo menos quero ter a chance de responder algo além de meu nome e número de matrícula, né?

Também tenho que montar uma identidade visual para um evento na faculdade e me falta inspiração para fazer isso. Amanhã é meu prazo final para montar isso e sei lá se vou conseguir.

Eu deveria ter feito uma resenha de um texto para aula de amanhã, mas não consegui paciência para ler o tal texto. E o problema nem é o tema ou a leitura, sou eu mesma: estou sem paciência hoje.

Até tentei fazer isso, mas depois de o Jean, meu maninho, achar um verme na folha da salada do prato de petiscos que peguei no Grilleto, foi o fim da minha noite! E ainda bem que ele estava lá para ver isso e a Pri (oi, Priii! 0/) para levar o prato embora, porque sinceramente, estive a ponto de chamar o Hugo-Hugo-Gabriel-Oliveiraaaaaaaaaaaaaaa alí mesmo! Enfim, se não fosse por esses dois, a noite teria sido um completo desastre!!!

[E agora para melhorar, alguém chamando lá no portão!! Eiiita!!! Isso lá são horas de visita bater na porta da casa da gente? Afs!]

Amanhã vou tentar montar a resenha, mas acho que não vou conseguir. Poderia entregar qualquer coisa, mas não quero fazer desse jeito. Sei lá, não sou do tipo que enrola professor, infelizmente, eu acho… ou felizmente?

Também estou com uma saudades monstruosa que não tem me deixado em paz essa semana… afs! E li o conto “A hora e a vez de Augusto Matraga”. Mas isto é assunto para outro post, em outro dia.

Tenho desenhado alguns robozinhos novos, que espero postar em breve. Estão lá no meu trabalho, por que eu faço esses desenhos lá, para desestressar e quando o sistema trava. E essa semana travou demais! Também faço esses desenhos em papéis que seriam jogados fora, ou seja, cada desenho é feito respeitando a natureza! XD Outro dia conto mais sobre isso também.

Agora é só. Já escrevi demais e agradeço de coração a você que teve paciência de chegar até aqui. Deixe um comentário para mim, eu gosto de lê-los!

Image

Rock OFF

Rastreado Por Jesus

Image

Rock ON!!!

Esse é foda!!!!!! Bota medo demais, né?

“Ui, rastreado por Jesus!”

Bahaha… até parece!

Rock OFF!

Frase de Porta de Banheiro

Image

Rock ON!!!

Tirei essa foto no banheiro do IFSP. Não sou a favor de pichações, mas essa frase é muito intrigante, não acham? Imaginem o momento de sua criação! ou melhor, não imaginem… Quem será que a escreveu? Quando? O que pensava? Eu, hein?!

Rock OFF!

Xenicléssia e Leocássio, Dois Robôs Irmãos!!

Image

Rock ON!!

Xenicléssia era uma robô modelo popular, toda azulzinha. Foi construída verde, mas leu numa revista para robôs moderninhos que azul era a cor da moda e então foi repintada de azul.

Leocássio era irmão de Xenicléssia. Fora construído depois dela e por isso era menor. Aliás, fora feito com o que havia sobrado de peças de Xenicléssia. Era rosa e nem ligava para isso. Não vivia de aparências.

Os dois conviviam bem até que Xenicléssia leu naquela revista para robôs moderninhos que a moda agora além de ser azul, era ter um Cilindrosson 2.0. Porque as coisas da tecnologia mais modernas são sempre 2.0, né?

Comprou um e começou a ouvir as ‘músicas’. Tudo ia bem. Até que o produto quebrou e começou a tocar algo como ‘tche tche rê rê rê’. Um som insuportável para Leocássio, mas que Xenicléssia achava ser uma música moderninha. 

Na verdade, era um defeito do produto, mas as pessoas que o compravam não pensavam isso, achavam que era um bônus ter essa música tocando em looping infinito. 

Depois de um tempo Leocássio juntou-se a um grupo de outros robôs que tinham irmãs como Xenicléssia e juntos formaram uma banda de Punk Trash Metal que faz sucesso até hoje.

Xenicléssia continua lendo revistas para robôs moderninhos e atualmente está feliz com sua prancha de tocar e ver coisas legais e moderninhas. Consumista.

Rock OFF!

Rabiscos de Páscoa

Image

Rock ON!!!

Fiz estes rabiscos enquanto o sistema carregava. O desenho dos coelhos era para postar na Páscoa, como forma de protesto aos ovos com preços absurdos, mas eu acabei esquecendo!

O barbudo é minha versão do Wolverine, espero que gostem, se não gostarem também, problema de vocês! ksksksks

Rock OFF!!!

Uma de Star Trek

Image

Java Animado!!!!

Image

Rock ON!!!

Seria uma festa de desenvolvedores Java?

Como o cartaz não possui ano, não dá para saber de quando é.

Garimpei essa agora pouco, pesquisando sobre Java e sem querer cliquei no ‘Imagens’ do buscador Google.

Mas vejamos: tem um tigre desenhado, então deve ser uma festa  para ‘Java Web’ usando o TomCat? Ou não? E tem Reggae também, nunca imaginei que o som do Java fosse esse! Aliás, nunca imaginei uma trilha sonora para Java!

O local também não é dos melhores. Se for aqui em SP, é melhor ficarem longe! Nunca ouvi coisa boa dessa região, mas sou suspeita: tenho pavor do centro da cidade!

Voltando ao tigre, ele é meio oriental, não acham? Será que vai ter cosplay também? Vixe!!! Fiquei com medo agora. E esse fundo raiado? Parece coisa de anime!

Notaram que é um evento semanal? ‘Toda sexta-feira!’ Quanto mais eu olho para esse cartaz, mais eu fico com medo!

Desenvolvedores Java, o que vocês estão tramando, hein?

Rock OFF!

Analfabeto Digital

Image

Rock ON!!!

Eu perdoaria um Z no lugar do X, mas uma fusão entre haver e existir foi demais para mim. Vi isso durante o treinamento de um sistema na semana passada. Pior que este não foi o único problema que vi no sistema. Infelizmente não posso escrever mais sobre isso.

Rock OFF!

U.F.O.!

Image.Rock ON!!!

Estranho como uma simples luz pode parecer uma nave espacial! Basta ter um pouco de imaginação.

Algumas pessoas por exemplo, podem ver Jesus flutuando numa nuvem nessa imagem.

Outras irão ver um unicórnio prateado comendo aveia.

No fundo, essa é apenas uma torre de iluminação que tem na faculdade.

Rock OFF!

Feriado!!!!

Image

Deus Metal

Rock ON!!!

Temos um feriado esta semana, galera! Ainda bem, minha semana foi bem complicada!

Só resumindo para vocês: dois dias de treinamento no Jaguaré tendo que acordar mais cedo que o costume e indo dormir quase no mesmo horário; sacrificar 2 aulas de java que sei que vão me fazer muita falta e problemas dos mais diversos no trabalho.

Meu nível de stress está bem alto. Por isso, vou dormir cedo hoje para ver se descanso.

Amanhã tenho algumas tarefas para serem feitas: matemática, Java, Gestão… então, meu feriado já acabou antes de começar! Que pena!

As imagens deste post são umas bizarrices que fiz quando esperava o sistema carregar. Estava pensando no blog ‘Um sábado qualquer’, do Carlos Ruas e saiu isso ae.

Aliás, é um ótimo blog de tiras, vale a pena conferir! Não vou dizer sobre o que são as tiras, fica por sua conta e risco ir olhar, mas já asseguro que não tem baixaria.

Endereço? A um clique de distância, lá no cantinho ‘Rock It Too’ ———————>

Achou?

Rock OFF!

The Big Robot!!!

Image

Rock ON!!!

O grande robô está chegando! Corram por suas vidas!

The Big robot is comming! Run for your lives!

Feliz 1º de abril!

Happy 1st april, the fool’s day!

Rock Off!

%d blogueiros gostam disto: