Tag: CHRIS HEMSWORTH

Sem Foco 018 – Vingadores 3 – Guerra Infinita!

Rock ON!

Eu e Dora Guerrero fomos ver Vingadores, Guerra Infinita!!! Sim, minha mãe curte filme de herói!!! E eu também!!

O programa está cheio de spoilers, então, ouça por sua conta e risco. Deixei vários avisos, hein?

Espero que gostem!

Inclusive, tem nossa reação após o filme, quando estavam subindo os créditos. Será que você ficou assim também?

Ouçam!

Rock OFF!

GhostBusters – Resenha do Filme!!

Rock ON!!!

Essa semana eu assisti o filme novo Ghostbusters, Os As Caça-Fantasmas e posso dizer que ficou sensacional!

Recentemente pude rever os filmes antigos, que também gosto muito e isso me ajudou a pescar as várias homenagens distribuídas ao longo do filme novo.

Bom, primeiro vou falar aqui o que achei dos aspectos técnicos do filme novo, depois, falarei da história e lá terá spoilers, mas avisarei antes, ok?

todas

Da esquerda para direita: Patty, Yates, Erin e Holtzmann.

A parte da Computação Gráfica desse filme foi muito bem feita mesmo. Ela consegue ser ao mesmo tempo superior à dos filmes antigos e também lembrar aquela CG. O filme é um pouco mais escuro, dando um ar um pouco de terror à história. Confesso que tomei mais sustos nos primeiros minutos desse filme que no Invocação do Mal 2 inteiro.

A tensão criada pelo roteiro nas primeiras cenas, a colocação de cada elemento de cena e o jeito como é contado, não deixa ridículo, te trava numa expectativa muito tensa e quando finalmente a cena ocorre, você pula da cadeira. Bom, eu pulei.

Assisti numa sala IMAX e em 3D. Foi a melhor escolha. O 3D desse filme foi muito bem trabalhado, você consegue se assustar com os fantasmas chegando bem pertinho de você, como deve ser num filme dos caça-fantasmas, penso eu. A sensação de ter um fantasma do seu lado é muito assustadora mesmo e bem interessante, estão de parabéns.

O áudio do filme está muito legal, eu não gostei da música tema remixada e cantada numa velocidade mais lenta, isso me incomodou muito, porque a imagem denotava celeridade e a baixa velocidade da música estragava isso um pouco. Nas demais músicas e sons gerais do filme, foi tudo bem feito e planejado.

Os equipamentos para caçar Fantasmas também ficaram muito legais. Além do tradicional feixe de prótons, da mochila e da armadilha, outros itens são apresentados e são usados de modo bem legal durante a história. Até o carro, o Ecto-1, sofreu uma repaginada e ficou muito mais atraente que o original. A sirene dele que ficou meio ‘fué’, ou seja, fraquinha, mas o design do carro compensa muito.

No quesito cortes e edição, achei muito legal como o filme foi montado. Ele segue uma sequência bem lógica, mostrando algumas cenas referência dos filmes anteriores. Alguns diálogos são fracos, mas nos primeiros filmes tem isso e muito. Nesse eles conseguiram regular o lenga-lenga e até tocar em pontos como racismo e estereótipos que o primeiro filme tocava. Basta lembrar da cena do Winston falando com o prefeito.

Por nossa tecnologia ter evoluído bastante da década de 80 para cá, os efeitos especiais de hoje são muito bons e avançados e acho que deve ter bastante efeito prático também, o que ajuda o filme a não ficar forçado e ruim, como vemos em películas atuais.

feixeElas feixeEles

O filme tem um andamento bem rápido, não te deixa com sono ou parado um minuto. Você sempre quer saber o que vai acontecer e a história consegue manter o suspense até chegar o momento de sua revelação. A história não é entregue logo de cara e os vários pedaços do mistério principal são bem distribuídos. Gostei disso. Não foi como em Invocação do Mal 2, que tudo era muito previsível.

Os pontos de humor também estão bem balanceados, assim como no primeiro. Nada é muito gratuito, a história te faz rir no momento certo.

Os personagens são apaixonantes, todos eles. Não dá para dizer: não gostei desse personagem X porque ele tá mal interpretado. Não, todos estão muito bem, atuando e contracenando numa química maravilhosa.

Eu gostei do filme, quero ver de novo e várias vezes depois. Eu me diverti muito e confesso que quando soube que iam fazer um filme novo dos caça-fantasmas, recebi uma mensagem tão deturpada disso, que não gostei da ideia e até reclamei disso bastante. Mas depois que vi o trailer, poxa, que diferença! O trailer me ganhou: mostrou que a mensagem que recebi era toda torta e burra, que eu não deveria ter caído nela e que o filme seria delicioso. E foi mesmo!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixem nos comentários suas impressões sobre o filme, quero bons debates!

 

 

Bom, agora que falei dos aspectos técnicos, falarei de algumas partes da história e pode vir spoilers, então, após o logo, começarei com eles. Pare agora se não quiser  saber do que acontece no roteiro.

logo

Meus pitacos sobre a história!

Bom, vocês foram avisados.

Gostei de como as personagens foram colocadas porque elas não são representantes dos antigos caça-fantamas, isto é, você não reconhece nenhum deles no cerne dessas garotas.

Cada uma delas é única, com habilidades, talentos e gracejos próprios.

A Holtzmann, por exemplo, que cria todas as armas, a princípio pode lembrar o Egon, mas ela é muito louca e desvairada e definitivamente não é aquele cara metódico e certinho. Ela é caótica, bagunçada, criativa ao extremo, ela é como o Q, dos filmes do 007, mas com uma pimenta na alma, ela constrói e desconstrói, faz piadas hilárias, como quando finge ser uma cabeça numa prateleira e faz vc se indignar, rir e assustar junto da personagem com a qual ela contracena.

roxan

A Patty, que trabalhava no metrô e não é cientista, mas conhece Nova York e todas suas histórias é um caso a parte. Acho que foi a personagem que mais gostei. Ela protagoniza uma cena que não consegui rir, na qual se joga na plateia de um show de rock, após a Yates ser amparada e cai estatelada no chão, ela berra algo como: “Não sei se vocês são racistas ou lerdos, só sei que estou louca da vida!”. Entendi que foi uma puta crítica ao ódio gerado pelos supostos fãs da franquia quando anunciaram o filme novo e ao racismo em geral, mas fiquei chocada pq sei que isso acontece todos os dias. Racismo é horrível e ainda existe. No primeiro caça fantasmas, Winston faz uma piada com esse tema quando vai falar com o prefeito e diz algo como: “Tenho trabalhado com esses caras há algumas semanas e te digo, vi coisas que são capazes de te deixar branco!”.

patty2

E Patty é tão maravilhosa que arranca um fantasma que estava possuindo sua amiga na base do tapa. E essa cena é ótima!

As demais personagens Erin e Yates são duas amigas que se distanciaram após escreverem um livro juntas sobre fantasmas e o filme começa com Erin, que está tentando conseguir uma cadeira como pesquisadora numa renomada universidade, quando descobre que o famigerado livro está sendo vendido na internet. Então decide procurar sua ex-parceira  Yates e pedir que pare de distribuí-lo.

Abby (Melissa McCarthy) and Erin (Kristen Wiig) for their book cover in Columbia Pictures' GHOSTBUSTERS.

Yates continua fazendo suas pesquisas no ramo paranormal, com a ajuda de Holtzmann em uma universidade bem fuleira, que sequer sabe de seus experimentos. A história das duas gira em torno do redescobrimento da amizade e ambas, ao final do filme protagonizam uma homenagem a Harold Ramis, o Egon, ao ficarem com os cabelos completamente brancos, em alusão ao Egon dos desenhos animados. E é uma cena muito linda.

desenho

Temos ainda o belíssimo Chris Hemsworth, o Thor da Marvel, fazendo papel do recepcionista lindo e burro, que é extremamente assediado por Erin, chegando ao extremo de ser constrangedor em alguns momentos, para nós, não para os personagens. Kevin, seu personagem é um cara completamente burro, que só consegue o emprego por ser o único a se candidatar a vaga e por ser bonito mesmo. Mas sequer consegue atender um telefone direito e suas falas estão recheadas de piadas em cima desse tema, mostrando que Chris é um ator bem versátil.

kevin

Aliás, Kevin em nada lembra a fabulosa Janine, que em vários momentos dos filmes anteriores parecia ser mais inteligente que os próprios cientistas.

janineMelnitz

Até o vilão do filme foi bem construído. Sério, o filme é muito bom mesmo.

vilao

Parece um dos tios do Gasparzinho, mas não é!

As homenagens aos filmes antigos estão na aparição de Bill Murray como um cético que é morto nas primeiras cenas e sem grandes falas; Dan Aykroyd como um motorista de táxi que se recusa a ir até Chinatown porque lá não é o caminho dele; Ernie Hudson, o Winston, aparecendo como o tio Bill da Patty, numa cena muito cômica no final do filme; Sigourney Weaver, como a mentora da maluquinha Holtzmann; Erin protagonizando uma cena, similar a de Rick Moranis, na qual aparece falando sobre o fim do mundo, para que evacuem a cidade, toda doida e; a cena, já citada de Erin e Yates, ficando com os cabelos brancos como Egon; a aparição do boneco de Marshmallow, como se estivesse numa parada de balões fantasmagóricos, muito bem bolada por sinal; Geleia e sua namorada, curtindo a vida adoidado no Ecto-1, carregado de outros fantasmas; a cena que aparece o velho prédio dos bombeiros, local da base dos Caça-Fantasmas do primeiro filme entre outras cenas que agora não recordo.

A cena pós-créditos já nos dá uma pista do que virá no próximo filme e quero muito que tenha um caça-fantasmas 2.

E é isso, pessoal.

Se você conhece alguém que não gostou do filme porque não é igual ao primeiro ou porque achou que é cópia do primeiro, ignorem essa pessoa, ela não sabe assistir um filme, não entendeu nada de nenhum dos 3 filmes dos caça-fantasmas já feito.

Deixem nos comentários suas impressões sobre o filme, quero bons debates!

Rock OFF!

Thor 2 – O Mundo Sombrio – Sem Spoilers

Thor 2 - O Mundo Sombrio - Sem Spoilers

Rock ON!!!

Hoje assisti o filme novo do Thor. Tudo que tenho a dizer é que: FINALMENTE FIZERAM UM FILME DECENTE DO THOR! Batalhas épicas, porrada por toda a parte, destruição, explosões, vilões significativos, pitadas de humor e até um leve romance, tudo isso misturado com naves espaciais [no melhor estilo Star Trek] e efeitos especiais inacreditáveis! Realmente Thor 2 – O mundo Sombrio é um filme que entrou para minha lista: “Assisto toda a vez que passar.”

Aliás, pretendo ir ver de novo, porque tem muitas cenas rápidas que acabei perdendo no 3D porque pisquei!

Sem contar que o Chris Hemsworth está maravilhoso como Thor.

Quem não assistiu, corra e veja em 3D legendado!

A fotografia e trilha sonora estão maravilhosas e o roteiro, puxa vida! Capricharam no roteiro! Mesmo quem não viu o primeiro filme não vai ficar perdido ao ver este!

Não vou dar mais detalhes, mas vou deixar a dica: esperem os créditos. Todos os créditos! Tem dois filminhos finais.

Rock OFF!

Thor: Segundo Filme!

Rock ON!!!

Galera, para mim é novidade, não esperava outro filme do Thor (lindo, maravilhoso, vitaminado) filho de Odin!

Abri o Facebook e o canal do Thor divulgou a imagem abaixo:

Ansiosidade... muita!

Ansiosidade… muita!

Posso estar bem por fora, mas fui pega de surpresa e fiquei muito feliz! Apenas compartilhando isto com vocês e aguardando ansiosamente por 2013!

O filme favorito das garotas. Pq será?

O filme favorito das garotas. Pq será?

Rock OFF!!!

Thor, O Magnífico!

Rock ON!!

Oi, galera!

Como havia prometido, aqui está a resenha sobre o filme do Thor.
Antes de mais nada, devo dizer que não vou fazer comparações com os quadrinhos do Thor, pois li poucas histórias, mas vou analisar o filme do ponto de vista técnico e também mitológico.

Para começar, assisti em 3D e dublado. Antes das reclamações, digo que isto foi estratégico, pois eu queria prestar mais atenção aos efeitos especiais do que na tradução e foi a melhor coisa que fiz, pois as poucas legendas que vi, como por exemplo aquelas que indicavam nomes de lugares, vinham em 3D e eram difíceis de ler. Daí imaginei que o filme em 3D e legendado para mim seria um verdadeiro inferno!

Thor, o Magnífico!

Thor, o Magnífico!

O novato Chris Hemsworth interpreta Thor, entretanto, já fez o pai do capitão Kirk, George Kirk no novo Star Trek, aparição curta, mas muito boa. Além disso, fez várias pontas e participações em seriados e filmes por aí. Australiano, nascido em 1983, ficou perfeito como Deus do Trovão, Thor. Alguém me disse que o Brad Pitt estava cotado para o papel, mas Chris tem um corpo muito bem definido sem parecer anormal, o que deixou o personagem muito interessante. Ou seja, Thor é um filme que o público feminino vai adorar!

Um nome de peso é o de Anthony Hopkins no papel de Odin, pai de Thor e senhor de Asgard! Diga-se de passagem ele ficou parecido com o personagem que interpretou em “A Lenda de Beowulf”, porém mais estiloso. Deste personagem, digo que na mitologia, Odin perdeu um dos olhos e em seu lugar usa uma runa. No filme aparece como um tapa-olho, ficando muito esquisito.

Odin, em uma das cenas aparece montado em Sleipnir!

Odin, em uma das cenas aparece montado em Sleipnir!

Para o papel da esposa de Odin, Frigga, coube a experiente e veterana Rene Russo, mas com uma participação mínima e apagada.

Os demais personagens estão muito bem caracterizados, como Loki, irmão de Thor, conhecido como o pai da mentira e senhor das trapaças. Dá muita raiva dele, mas poderia ter uma melhor interpretação. Ficou, digamos, sem sal!

Loki: desprezível e sem SAL!

Loki: desprezível e sem SAL!

Também não gostei dos amigos do Thor: colocaram um oriental e um afro descendente lá no meio dos deuses de Asgard! O Heimdall negro até é admissível, mas um japonês, com a cara do Lobo Solitário??? Nada a ver!!! Tem também um “Robin Hood” e um cara parecido com um grego, além da Lara Croft perdidos aí como fiéis amigos do Thor! Na minha opinião, isso não é fiel à mitologia nórdica, visto que o Thor mitológico costumava agir sozinho, mas enfim, é um filme de um personagem de quadrinhos, não de mitologia, então dá para encarar na boa, né?

Os amigos de Thor! Ito Oogami, Autólicos e o rei corno do filme Tróia? Tem a Lara Croft, mas Não está na imagem! Hein??

Os amigos de Thor! Ito Oogami, Autólicos e o rei corno do filme Tróia? Tem a Lara Croft, mas Não está na imagem! Hein??

Os inimigos básicos são os gigantes de gelo, muito bem feitos, apesar que parecem mais guerreiros Navi’s sem rabinhos e carecas, rss. Mesmo assim uma maquiagem muito boa, com certeza o filme deve ser indicado para o Oscar de Efeitos Especiais por isso. Também há um robô enorme e pavoroso, esse dá um medo!!! Mas não quero falar muito dele, senão perde a graça!

O núcleo das pessoas na Terra é bem interessante também. Formado por 3 pesquisadores, vão ajudar Thor a se recuperar. Há também algumas participações especiais, dando a ligação entre o filme do Iron Man, Hulk, Thor e Capitão America, já nos preparando para o filme sobre os Vingadores.

Thor e  a pesquisadora Jane Foster.

Thor e a pesquisadora Jane Foster.


Os efeitos especiais estão muito bem produzidos, bem como os sonoros. Aliás, o áudio de Thor me surpreendeu, mostrando que a produção caprichou bastante! As músicas foram bem escolhidas, o áudio das batalhas, dos efeitos das lutas, a passagem pela ponte Bifrost, aquela barulhada toda formatada de um jeito harmônico e bem arranjado fazem de Thor um filme quase real, não ficou falso como Iron Man ou Hulk.

Como efeitos visuais, destaco também a pasagem pela Bifrost e o cenário do palácio de Odin em Asgard! Ficaram magníficos! Quando estão na Terra, o filme se passa em uma cidadezinha interiorana, meio velho Oeste selvagem, mas que encaixou bem na trama, dando um contraste muito bacana com a maravilhosa Asgard!

O 3D de Thor é muito bom, como disse no começo, está bem trabalhado e não cansa os olhos. Minha primeira experiência com 3D foi vendo O Besouro Verde, tive um pouco de dor de cabeça e saí do filme trombando com as pessoas, além de que em vários momentos tive que tirar os óculos para coçar os olhos. Já em Thor isto não ocorreu, tendo sido bem confortável a experiência. Tenho astigmatismo e ver coisas em 3D é muito complicado para quem tem essa deficiência visual.

Heimdall: Guardião da Ponte Bifrost que liga Asgard a Midgard  (Terra)

Heimdall: Guardião da Ponte Bifrost que liga Asgard a Midgard (Terra)

Algo que achei bonito no filme foram as roupas dos personagens. Estavam muito bem feitas, caprichadas mesmo! Não ficou algo falso ou carnavalesco, embora eu tenha achado a roupa do Heimdall muito parecida com a do Aldebaran de Touro, rs. A roupa do Thor ficou muito linda! Melhor que a dos quadrinhos, aliás, esse Thor é muito gostoso, com o perdão da expressão e por isso considero um filme para meninas e não meninos, rs.

Thor: Bonito, gostoso e maravilhoso!

Thor: Bonito, gostoso e maravilhoso!

Não sei o que os fãs dos quadrinhos vão achar, mas tenho em mente que as pessoas que nunca viram o Thor vão adorar o filme e curtir bastante! Aliás, até o site oficial do filme é muito bem feito! Acho que é o melhor que já vi até agora! Segue o link: para que vocês se divirtam bastante!

Também soube que tem um jogo sobre o filme, mas essa parte vou deixar para o Gui Galdin pesquisar! Rss [trabaia, escravo! XP]

Thor, mestre do Mjolnir!

Thor, mestre do Mjolnir!


Sei que gostei muito do filme, tanto que hoje dois amigos me chamaram para assistir e topei na hora! Thor é um filme que eu veria novamente, sem dúvidas!

Ouvi muitos colegas dizerem que suas namoradas não querem ir ver o Thor por dizerem que é um filme para meninos. Bom, das duas uma: Ou é um preconceito besta mesmo, ou elas vão ver sozinhas durante a semana, ahahaa, pois o ator é realmente lindo! Então, meninas, aproveitem bem o filme!

Thor é um filme para meninas!

Thor é um filme para meninas!

É com esta imagem que encerro esta pequena resenha sobre o filme Thor. Espero que tenham curtido bastante e que não deixem para ver este filme em casa! Thor merece ser visto na telona e em 3D!

Rock OFF!

%d blogueiros gostam disto: