Tag: anos 80

Kung Fury!!!!

Rock ON!!!

São 30min de diversão puramente oitentista!!!! Muitas referências à filmes, vídeo-games, cultura pop, enfim, são 30min de boas risadas e um roteiro muito melhor que alguns filmes do circuito comercial!

Com legendas em português!

 

UPDATE: 15/02/2018 – 22:04

 

E não é que um estúdio Brasileiro resolveu dublar Kung Fury e postar no Yutube?

 

Créditos para eles!!!! Visitem, se inscrevam!

 

Publicado em 21 de jun de 2015

INSCREVER-SE 586
Kung Fury dublado em português Elenco: Christiano Torreão Gustavo Nader Rafael Schubert Yuri Tupper Gabriela Torreão Nica Nogueira Tarcísio Pureza Silvio Gonzalez Thiago Machado. Direção: Christiano Torreão Mixagem e Recomposição de Trilha: Luciano Lira Versão Brasileira Estúdio Eclipse www.estudioeclipse.com.br – [email protected]

 

 

 

Rock OFF!!!

 

SNES FUN – Retro Super Nintendo Games Online

Rock ON!!!

Se você é das antigas como eu <nossa, como isso soa clichê>, enfim, se você jogou SNES, esse site aqui vai trazer de volta muitos dos jogos bacanas e divertidos que tínhamos!

Snesfun

É do tempo que se você caísse no buraco, morria! Quando o continue não era infinito ou sequer existia!

Jogo para quem tem sangue frio, coragem, destreza e malícia nos dedinhos!

Enfim, descobri esse site e resolvi compartilhar com vocês!

Espero que gostem:

 

http://www.snesfun.com/

 

Ah, pelo que vi tem link para outros consoles, vc joga online, de graça! Ahhh, Moleque!!!!

Rock OFF!!!

Desenhos Antigos Cheios de Tecnologia!!!!

Rock ON!!!

Batendo um papo nostálgico com o André (@ceticismo, tem link pro site dele lá em cima, no topo do Rock Me ON), enfim, conversando com ele, relembrei vários desenhos bacanas, impregnados de tecnologia que passavam quando eu era pequena, época conhecida também como década de oitenta!

Então resolvi listar alguns para vocês relembrarem também!

O legal é que já na abertura você tinha uma prévia do que era a história, do que poderia acontecer, ou seja: não eram episódios sequenciais, você podia ver um hoje, outro daqui uns dias, que ia continuar entendendo o contexto deles, bastava ver a abertura!

Os Seis Biônicos!

Pole Position!

Silver Hawks!

Galaxy Rangers!

Bravestarr!



Birdman and Galaxy Trio!!

E sem dúvida, o mais tecnológico de todos os desenhos daquela época, apesar de ser bem anterior, criado em 1962, mas eterno! Estou falando deles, sim, aquela família que tinha uma empregada robô, são eles:

OS JETSONS!!!

E uma das coisas mais engraçadas dos Jetsons, é que eles são todos moderninhos, mas com valores da década de 50/60, o que deixa o desenho mais surreal ainda!

É isso aí, galera!

Agradeço ao André pelo post involuntário, pelas boas lembranças e espero que tenham gostado!

Rock OFF!!

Lords Of Light – The Thundarr The Barbarian Story

Rock ON!!!

Esse foi o desenho da minha infância. Não é um anime, é um cartoon mesmo, de aventura, ação, ficção científica, fantasia, enfim, um dos desenhos que mais assisti e que mais tenho saudades.

Hoje achei um documentário curtinho sobre ele e decidi compartilhar com vocês.

Quem tem a mim adicionada no Facebook deve ter notado que troquei minha foto por uma imagem do Ookla e a cover uma imagem com o Thundarr, Ariel e Ookla. Bom, eis de onde tirei a imagem, que hoje em dia pouca gente conhece ou se lembra.

Dedido este post ao meu amigo Valdir Paulo, meu contemporâneo, por assim dizer que é uma das poucas pessoas que conhece também essa pérola da animação oitentista!

Afinal, na época que ‘tibiávamos’, você jogava com o ‘Ucla’, não é mesmo?

E talvez eu tatue um Ookla no braço, tenho pensado muito nisso. O que vocês acham?
Aliás, quem mais se lembra desse desenho?

Rock OFF!!!

Sammy Hagar’s Birthday Bash 2012

Rock ON!!!

Galera, boa noite!!!

Compartilho com vocês esse show do Sammy Hagar (Ex-vocal do Van Halen) e que tive a oportunidade de acompanhar ao vivo esta noite, via Live Stream! (Hoje a TIM ajudou, UFA!).

Sammy Hagar

Sammy Hagar

Curioso que de segunda para terça eu sonhei que estava num show do Sammy, ahaha, e hoje assisti ao show dele, de aniversário, 65 anos de pura alegria e jovialidade. Sinceramente, o cara tá inteiraço, mandando muito bem, melhor que muita gente por aí de 30!

Acho que é a música, só pode ser isso!

Bom, chega de falar, com vocês, MR. Sammy Hagar!

As luzes se apagam por volta do momento 01:22:00 e Sammy entra no palco por volta do momento 01:28:00. Antes disso é a preparação do local, um bar. Mas vale a pena ouvir, porque tocam músicas muito boas enquanto a galera tá chegando, rss.

Sammy Hagar's Birthday Bash 2012

Rock OFF!!!

Dez Músicas da Década de 80!

Rock ON!!!

Oi, galera, tudo bom?

Hoje é sabadão, dia pós Dia do Rock e ainda estou musicalmente abalada. Queria compartilhar mais coisas com vocês, coisas que ficaram engavetadas, mas que foram grandes sucessos. Músicas e clipes incríveis, bizarros, curiosos, divertidos, enfim, é garimpagem, vamos todos juntos e aleatoriamente mergulhar em 10 músicas que selecionei especialmente para vocês se divertirem.

O meu critério de busca é o seguinte: quais músicas eu lembro que ouvia na infância? aha… tá, to mentindo um pouco, mas enfim, curte aí!

É, coloquei um limite dessa vez… mas será que vou seguir? Aguardem!

A sintaxe fica assim:

# – Banda : Nome da Música – Ano

Espero que gostem. Ou pelo menos que não me odeiem!

1 – Herva Doce: Amante Profissional – 1985

O visual da década de 80 era muito esquisito. Aliás, tudo nesse clipe é estranho. Vejam os caras malhando, que exemplo! Peito largo e perna fina. O cabelo da moça, que por algum desígnio do Universo precisa recorrer aos serviços do Amante Profissional.

E para constar: o Latino matou a música, tá, gente? A original é do Herva Doce (que parece nome de banda de axé, mas enfim, anos 80). Não tem rrraá, nem chap chap chá. Latino, você devia saber que não se deve mexer em clássicos.

Ok, voltando à versão original, a letra é bem direta:

“Moreno alto, bonito e sensual
Talvez eu seja a solução do seu problema
Carinhoso, bom nível social”

E no clipe há uma brincadeira dos músicos com os “amantes profissionais”, muito divertida, assista e ria.

O vocal tem um tique no ‘discrrrreto’ e a bateria é bem marcante, só compassando.

—–
2 – Blitz: Você Não Soube Me Amar – 1982

Este é o clássico, quando Evandro Mesquita ainda não era ator.

O bacana dessa música é que retrata bem quando duas pessoas se conhecem e começam a se gostar, todo o trâmite do relacionamento terminando na separação do casal. Opa, isso não é legal, mas acontece que todo mundo já passou por isso ou ainda vai passar, é fato.

Os cabelos da época são um show a parte e o Evandro, hein? Atlético! ahahahah Calma, meninas! Hoje ele é o Paulão do seriado global “A Grande Família”. Lembrou, né?

—-

3 – Cazuza: Exagerado – 1985

O poeta brasileiro, Cazuza, foi também o inventor do romance online. Prestem atenção ao clipe. Pouca gente em 85 tinha computador e com rede, nossa, raridade! Cazuza não só apresenta um terminal, como também um romance via rede.

Que visão! Pena que ele morreu. Viveu pouco, mas intensamente.
A letra dessa música é muito legal. Eu gosto muito e vivo cantarolando por aí. Além disso, o clipe é divertido e mostra o primeiro Guitar Hero. Sim, minha gente, Cazuza também inventou o Guitar Hero, rsss.

Assistam o clipe e comprovem. Vocês vão se divertir.

Ele era exagerado, jogado aos nossos pés, era mesmo exagerado!

Sua voz única, seus trejeitos, Cazuza foi um cara completo, a frente de seu tempo e que sofreu muito preconceito, mas está aí, eterno.

—-
3 – Fausto Fawcett: Kátia Flávia – 1987

Sempre confundo a voz do Fausto com a do Lobão. Ok, nada a ver, mas eu era muito pequena quando tocava isso e nem tinha noção do significado das palavras ou do teor do clipe, aliás, sexualmente avançado para época, ahahah.

O rítmo é muito bom, a história da música também é interessante, além disso, no clipe há cenas de seriados da época.

Não dá para dizer ao certo, mas talvez isso seja um precursor do rap? Será? Apologia ao crime? Talvez? Para mim retrata apenas a realidade, nua e crua.

Com certeza deveria ser a música favorita do Wando, rs. Vejam o clipe e vão entender o comentário.

4 – Abshyntho: Ursinho Blau Blau – 1984

Os relacionamentos sempre rendem boas músicas, mas esta é demais! Vai na categoria bizarra que eu citei lá em cima.

Vejam, o clipe se passa na praia, os músicos numa pedra, perto do mar e a guitarra toda apagada, cadê o cabo? palhaçada pura! ahahaha

Para ver, lembrar e rir muito.

E o cara sofre, e sofre muito, mas só tem o Ursinho Blau Blau como confidente. Meu, que droga, hein? Forever Alonismo direto do túnel do tempooo!

5 – RPM: Olhar 43 – 1985

Notaram que a maioria dos clipes saiam no Fantástico? Aliás, era bom demais, sempre tinha um clipe legal.

As influências desse ano são muito claras: a princesa de Mônaco, gritinho do Michael Jackson e um Paulo Ricardo sofredor, rimador, um gozador e auto-crítico demais.

A letra é engraçada, ainda mais pelos mini comentários que ele tece enquanto canta.

E termina com tesão, hein?

6 – Lobão: Rádio Blá – 1987

Com certeza você já cantou o refrão dessa música: “eu ligo o rádio e blá-blá“.

O cabelo do Lobão também está, como direi, estranho. Vai ter gente achando que é EMO, mas pessoal, é o Lobão! Um dos músicos mais controversos, inteligentes e verdadeiros desse país.

Este clipe foi gravado na prisão, quando ele foi detido. Ou seja, o cara é FODA. Eis um sobrevivente da década de oitenta e que se livrou das drogas.

A música começa lenta, mas depois fica vibrante. Utiliza alguns metais, não sei se é um trompete ou sax, mas dão um charme todo especial a este clássico!

—-

7 – Titãs: Cabeça Dinossauro – 1986

Eis uma música que me faz pensar: o que houve com os Titãs no decorrer dos anos? Se acalmaram, sossegaram, foi isso?

O clipe entra na categoria bizarro, aliás, totalmente bizarro.

—-

8 – João Penca e seus Miquinhos Amestrados: Banana Split – 1988

Bizarro não define completamente este clipe. Seriam eles os avós do CQC? Claro que não, nada a ver isso.

O clipe é engraçado, o visual dos caras então nem se fala. Vale a pena ver e rir.

9 – Ultraje a Rigor: Inútil – 1984

O clipe é uma zuação completa. Roger tá muito esquisito, mas a música é um protesto incrível e completamente atual.

O visual da galera do clipe também é um show bizarro a parte. Boas risadas, com certeza. Mas a música é séria. E o japonês cuspindo o bolinho? Ecaaaa!!!

—-

10 – Engenheiros do Hawai: Era um Garoto que Como Eu Amava os Beatles e os Rolling Stones – (?)

Uma crítica à guerra do Vietnã, aliás, a qualquer guerra. Uma das poucas músicas que tive a oportunidade de cantar num karaokê com um partner e tanto, tirando uma boa pontuação,ahaha. Ok, tirando isso, sempre é legal ouvir essa música.

As guitarras são muito lindas e a emoção que o Humberto passa é ótima! E quem nunca cantarolou??

A vocalização que imita a metralhadora é a parte que todo mundo adoraaaaa… mas vejam: é cantada lentamente. O clipe é simples e denso.

Mas o pedaço mais lindo, lindo de tudo é o trecho do nosso Hino Nacional lá no finalzinho do clipe!

—-

E é isso, pessoal!

Foram 10 músicas da década de 80, ou devo dizer 9, já que a última eu não consegui ter certeza da data de gravação/composição? Quem souber ajuda ae!

Espero que tenham gostado! Eu me diverti muito montando tudo isso, estejam certos! ahahahah Além de matar as saudades de algumas coisas e pessoas!

Rock OFF!!

%d blogueiros gostam disto: