Tag: Almah

HAIL, Paulo Schroeber!!!

Rock OFF!!!

Começo com Rock OFF, porque hoje partiu um grande músico, o guitarrista Paulo Schroeber. O músico possuía problemas cardíacos graves desde criança, mesmo assim, batalhou, foi em frente e se tornou um músico excepcional, digno da admiração de muitos.

Participou de várias bandas, entre elas, destaco ALMAH e o álbum Motion. Precisou sair para continuar seu tratamento.

Mesmo assim continuava atendendo ao público, sempre com carinho e atenção a todos. Eu mesma fiquei muito feliz quando ele aceitou o pedido de ‘add’ no Facebook e até respondeu algumas mensagens minhas, comentários bobos, que já não recordo mais, contudo, demonstrou ser um cara muito humilde, um músico dedicado e um verdadeiro guerreiro.

Ao saber que ele voltara para UTI, fiquei preocupada e torci pela sua recuperação. Hoje soube de seu falecimento e estou triste porque perdemos este grande talento.

Desejo muita força à família neste momento, que ao mesmo tempo é ruim e libertador: ruim para nós, que ficamos órfãos de seu timbre único e libertador, porque finalmente Paulo poderá se juntar aos outros grandes músicos que já partiram e quem sabe, fazer uma grande Jam no outro lado?

Obrigada por tudo, Paulo Schroeber, obrigada por toda a música que fez e por ter sido o cara excepcional e batalhador, verdadeiro exemplo de garra e raça!

HAIL!!!

Hail, Paulo Schroeber!!

Hail, Paulo Schroeber!!


Rock ON!!!

Assista a “Rock Me ON!!! – Pod Cast 001 – Nosso Primeiro Pod Cast!” no YouTube

Rock ON!!!

 

Oi, Galera!

 

Nosso Pod Cast Oficial, número 1, onde falamos de muitas coisas. É, pauta não dá certo para gente!
Falamos sobre UFA, Rock in Rio, Trânsito e muita coisa! Divirtam-se!

 

Deixem seus comentários!

Rock OFF!!!

Assista a “Rock Me ON!!! – Pod Cast 000 – Nosso Primeiro Pod Cast!” no YouTube

Rock ON!!!

Gravado dentro de um Pálio, ao som de Burning Hell, por Priss Guerrero e Guilherme Galdino, nosso primeiro pod cast está recheado de planos para este ano sobre o RMO, algumas críticas, palhaçadas e muita diversão.

Ainda estamos aprendendo a mexer com esse tipo de mídia, então, sinta-se livre para nos dar sugestões, ajudas, dicas de programas, enfim, nos ajudar a melhorar.

O objetivo é fazer um post semanal curto, comentando as novidades e opinando por aí, sempre com bom humor, irreverência e alguma verdade pseudo-jornalística!

Esperamos que gostem.

Para quem não conhece, nosso site é:

http://rockmeon.wordpress.com
http://www.rockmeon.com.br [NOVO!!~]

E lá você poderá encontrar muitas ilustrações, tiras, vídeos, cultura Geek, tecnologia e uma carvalhada de coisa!!! [aposto que vc leu errado! ai ai ai, viu?!!!}

Então, compartilhe, comente e dê um curtir!

—-

Rock OFF!!!

Felipe Andreoli

Rock ON!!!

Oi, Galera!

Hoje estava relembrando alguma coisa de Photoshop, quero montar um portfolio para deixar online. Preciso de uma grana extra e uns freelancers são bem vindos! Heehe… ainda preciso relembrar muitas coisas. A última versão que peguei do Photoshop foi a 7, agora estou com a CS5.

Fiz então essa pequena montagem com a foto de um músico que admiro bastante, o Felipe Andreoli. Aliás, devo dizer que não só como músico, mas como pessoa, o cara é incrível! Muito atencioso com os fãs, correto, espirituoso e divertido. Enfim, apesar da aparência sisuda, da cara de bravo, Felipe Andreoli é um amor de pessoa!

A foto peguei na internet e mantive os créditos que estavam nela, Thais Azevedo. As imagens de fundo foram coletadas no Google e não possuiam os autores, então, não pude colocar. Se alguém souber, me informe.

A frase foi retirada da declaração que o Felipe deu ao sair do Almah. Está disponível em seu site pessoal: Felipe Andreoli e vale a pena lê-la na íntegra.

Espero que gostem. Ajudem a divulgá-la. Felipe é um grande músico, o melhor baixista de nosso país na atualidade e reconhecido mundialmente, especialmente no Japão, onde o Angra possui uma legião de fãs!

Aliás, o Felipe é um músico que não para! Toca em várias bandas, dá aulas, faz workshops, posta e responde no twitter, joga tênis e viaja o mundo!

Felipe Andreoli: um cara incrível!

Felipe Andreoli: um cara incrível!

Aliás, a Expomusic 2012 está chegando e você poderá ver esse talento em pessoa por lá! Não percam!

Rock OFF!!!

Rock Me ON!!!! Um Set List Exclusivo!

Rock ON!!!

Este post deveria ter saído no dia Mundial do Rock, mas devido a uma mancada muito grande minha na hora de digitar, tá saindo só agora.

Resolvi montar um SetList com algumas músicas. Espero que gostem. Se não gostarem, paciência.

Agradeço a todos os meus visitantes e seguidores do Rock Me ON! Vocês que aguentam minha chatice todo dia são demais!

Keep Rocking Rock And Roll, galera!

—-

Saxon: Crusader
Se tem dificuldades em entender o que foram as cruzadas, esta música pode ajudar e de forma divertida. Além disso, o som do Saxon é muito bom, guitarras afinadíssimas, com belos riffs, a bateria não se sobrepõe, mas se mostra presente. Os vocais são apurados e deixam você no clima da música.

—-
Motörhead: March or Die

Confesso que fiquei arrepiada com a atmosfera dessa música. Aplicável a qualquer guerra, imagino, é uma música densa, faz muito uso de efeitos, mas de forma harmoniosa e perfeita. O vocal é do já conhecido Lemmy Kilmister, que particularmente está soturno. Arrepiante mesmo!

—-

Dr. Sin: King

Saindo do novíssimo álbum Animal, esta música é bela, simplesmente bela e presta uma homenagem ao incrível Ronnie James Dio, vocal do Black Sabbath e da banda DIO, falecido em 2010, deixando-nos órfãos de sua bela voz.

Quando estive conversando com Marco Hietala, no Blackmore, quando este veio se apresentar com sua banda, Tarot, me disse que Dio foi uma de suas referências vocais.

Além disso, a voz de Andria deixa a homenagem ainda mais bela. Forte, ousada e magnética, tem o apoio da bateria do Ivan e da guitarra do fabuloso Edu Ardanuy.

—–

Almah: Hypnotized

A música de abertura do álbum Motion é sem dúvida alguma o anúncio de que algo grandioso está para acontecer: a voz de Edu Falasch está grandiosa, cantando dentro de seu timbre (finalmente, né, Edu? Chega de sofrer!), podemos ver o que um grupo de ótimos músicos é capaz de fazer: Felipe Andreoli no baixo, Marcelo Barbosa e Paulo Schroeber nas guitarras e o pulsante Marcelo Moreira na bateria conferem um peso enorme a essa música e ao álbum todo.

Infelizmente houve a saída do Felipe e do Paulo, mesmo assim, vale muito ouvir essa música, que é sem dúvida diferente de tudo o que você já experimentou. Esqueça o Angra, o som do Almah é denso, profundo e algumas vezes reflexivo. Ok, exagerei? é que eu gosto muiiito! rs (mas eu também amo o Angra!!! mas são estilos diferentes).

—–

Trayce: Made of Stone

O som é surreal. A letra profunda e com refrões ótimos.

A harmonia está maravilhosa. Lembra grandes bandas como Aerosmith e Guns (como isso é possível, não sei).

O vocal é bruto, mas não massacra os tímpanos, embora os primeiros tons sejam para chamar sua atenção, a cadência da música te envolve e você se sente lá, no meio da banda, fazendo parte do show.

Recomendo e muito que ouçam este som. Não é uma banda popular (ainda) mas é extremamente promissora e faz diversos shows por aí. (aliás, estou devendo para o batera assistir!)

—-

Ozzy Osbourne: Let me Hear You Scream

Mestre Ozzy, rogai por nós! Gritamos com todo coração!

Sem dúvida uma música o quanto este cara ainda tem combustível e merece estar em toda playlist de metal que se preze!

E por que este clipe? Bom, hoje é sexta-feira 13 e é bizarro demais! Merece estar aqui!

As guitarras são fortes e as imagens pertubadoras.

—-

Pantera: Cowboys From Hell

Introdução bem trabalhada, um vocal rasgado e ao mesmo tempo doce.

Não é uma música romantia.

É uma música muito estilosa!

As paradas da guitarra dão muita cor para a melodia, mas Pantera não precisa de muito, Pantera é isso mesmo!

—-

Slayer: Raining Blood

A introdução parece fraca, mas vai tomando corpo, como se fosse realmente uma chuva iniciando e se tornando uma tempestade.

A bateria é furiosa e marcante. O vocal é rasgado, guitarra seca, bons riffs.

Sem dúvida, um clássico.

——–

Tarot: Wings of Darkness

Para fechar, que tal apreciar Marco Hietala com um visual totalmente Glam???

Sim!!! A música tem os fortes baixos, as guitarras possantes do Zacky, a batera alucinada do Pecu, além disso, o ritmo é completamente animado.

As caras e trejeitos do Marco são sua Marca registrada.

O clipe é de 86.

—-

Van Halen: Love Walks in

Vamos amenizar um pouco com riffs bem escritos e muito sintetizador, claramente o ponto forte da estrutura dessa música, causando um belo contraponto com a voz marcante de Sammy Hagar.

A atmosfera criada por essa canção é muito interessante, basicamente é um marco da década de 80, como a maior parte da discografia dessa banda tão importante para quem curte aquele rock mais suave.

A bateria some um pouco e meu instrumento favorito, o contrabaixo é praticamente nulo. Ele está alí, eu sei que está, mas os teclados não me deixam ouví-lo. rs (tá, eu tenho problemas com isso mesmo! Sou Andreolítica demais, eu acho, rs)

‘Love Walks in’ possui ainda um backing vocal interessante, deixando a música com um jeito ‘vaporoso’ (ok, a frase ficou estranha, mas é porque não consigo descrever, só ouvindo mesmo para entender. Ah, mas isso só ocorreu da terceira vez, aliás, é a terceira resenha que escrevo dessa música para o post, as demais estavam muito pobres). Reloading… enfim, o backing vocal é suave, você percebe que está alí, mas apenas sustenta o vocal principal, que transfere ao ouvinte toda sua emoção, quase beirando a uma dor existencial (profundo, hein?).

Como já disse, os sintetizadores marcam muito a música, e no solo de guitarra, servem de apoio, ficando tudo mais rico e belo.

A música sinceramente já tinha ouvido, há muitos e muitos anos, mas estava esquecida na gaveta da memória, ahahahaah como muitas outras, enfim, foi uma sugestão bem aceita. 😉 E por isso foi incluída no setList do Rock Me ON.

—-

Angra: Late Redemption

Um dueto épico entre Angra e Milton Nascimento, deixam essa música harmoniosa, suave e ao mesmo tempo forte. Ora, essa, dado momento muda-se a cadência, o ritmo e tudo se transforma, a música ganha energia e cria toda uma atmosfera, dando sequência à história que vem sendo contada no álbum Temple of Shadows.

A guitarra base juntamente com o contrabaixo sustentam a música, enquanto a guitarra do Kiko Loureiro literalmente esculpe a dor do personagem.

E a bateria completa o quadro.

—–

Elvis Presley: Little Less Conversation

Sim, a música da propaganda. Ora bolas!

Elvis, o rei não poderia faltar!

Não vou discutir o ritmo, não vou falar nada, apenas apreciem o REI!!!

——

Queen: We Will Rock You

Sem dúvida alguma ele não deveria ter morrido e essa é para encerrar.

A guitarra e bateria perfeitamente contruídas, a voz do Fred Mercury maravilhosa e diga-se de passagem, que show!!!

—-

Bom, pessoal é isso!

E fiquei tão amalucada com isso, faltaram tantas outras bandas, que vou fazer mais posts sobre músicas e clipes.

Queria ainda citar ótimas bandas e músicos para vocês mesmos procurarem: Hangar, Lobão, Children of Bodom, Sepultura, Korzus, Dream Theater, AC DC, Kiss, Black Sabbath, Bittencourt Project…

Feliz dia do Rock!

Rock OFF!!!

Felipe Andreoli – Angra

Rock ON!!!

Quanto tempo! Ainda estou na loucura do TCC, mas esta semana fiz um desenho que gostaria de compartilhar com todos aqui.

Fiz o Felipe Andreoli, do Angra, Almah, Karma e só ele sabe em quais bandas mais ele está, rs. Bom, adoro esse músico fantástico e fica aqui minha singela homenagem.

Felipe Andreoli

Felipe Andreoli

Acho que vou desenhar os outros músicos que gosto também, que acham disso?

E só para constar: gostei do novo layout do WordPress, ficou legal!

Rock OFF!

Angra – Aqua!!

Rock ON!

Passando o som:

Oi, galera! Hoje literalmente Rock ON! Pois vou falar de uma banda que é muito especial para mim, o Angra!

Confessori, Andreoli, Falaschi, Loureiro e Bittencourt!

Confessori, Andreoli, Falaschi, Loureiro e Bittencourt!

Quando conheci o Angra, foi pelo CD Temple of Shadows e em 2006, quando a banda passava por uma crise, não estava mais fazendo shows e a perspectiva de ter um show era basicamente NULA! Meeu! Que sofrimento para mim! Conheço uma banda que nem show mais faria? Ai de mim, ai de mim! [drama]

Chegaram mesmo a me dizer que seria IMPOSSÍVEL ver um show do ANGRA. Ainda bem que estavam errados!
Ano passado houve o show oficial de retorno da banda, em conjunto com o Sepultura, outra banda fenomenal! Foi incrível, apesar de serem sabotados pelo cara da mesa de som, que apagou a guitarra do Rafael de propósito. Eu estava lá perto e vi que ele estava sacaneando mesmo! O cara curtia o Sepultura e quis prejudicar o Angra. Mas naquele momento, o Kiko Loureiro segurou as notas dele mesmo e as do Rafael numa atuação incrível até a situação se normalizar!

Tem fotos que saem erradas, mas ficam tão bonitas! Puro Rock!

Tem fotos que saem erradas, mas ficam tão bonitas! Puro Rock!

Aquele show foi especial para caramba para mim, pois além de ser meu Primeiro Show do Angra, foi o show de retorno da banda, agora com o Confessori na batera e ainda estava acompanhada da pessoa que me apresentou a banda, me emprestando os cds: Temple of Shadow, Aurora Consurgens e Rebirth. Ou seja: uma noite inesquecível!

Bom, após esta breve introdução, tenho acompanhado o Angra pelo Twitter e estava ansiosa pelo novo cd, o Aqua. Comprei na última Expomusic, curti bastante, mas acabei perdendo o CD! Inclusive estava autografado! Mas enfim, né? Faltava ver o show dessa turnê! E isso aconteceu ontem, dia 11 de junho em Suzano – SP!
Fiquei sabendo desse show em Mogi, conversando com um rapaz da unidade onde estava trabalhando. Ir ao trabalho com camiseta de banda dá nessas coisas: ótimos contatos!

Entrei no site, comprei meu ingresso e do meu irmão adotivo, o Jean e de último instante nossa amiga Priscila, sim, minha xará, decidiu ir! Mais uma novata fã do Angra! E por ela e outros fãs novos e antigos da banda que escrevo este post!

Ingresso na mão!

Ingresso na mão!

Bastidores
Chegamos cedo em Suzano, depois de nos perdermos em Itaquaquecetuba e passar por Poá. Sinceramente, ainda não sei como chegamos a Suzano, mas o importante é que vibramos ao ver o Shopping Suzano! Pq o local do show foi lá perto, no Suzaninho, o clube da cidade!

Angra

Angra

Rodamos atrás de um estacionamento e não encontramos. O único que tinha perto, estava lotado e era pequeno. Cheio de flanelinhas, a polícia militar presente não coibiu a ação dessa gente! Muitos estacionaram na rua e deram grana para esse povo que diz “to olhando seu carro”. Pura enganação. O flanelinha pega o dinheiro antecipadamente e some! Deixei meu carro perto da delegacia, um quarteirão acima, num local permitido, de graça! Aha-ha-ha! Não sou conivente com os flanelinhas e acho que isso tem que acabar.

Na fila, muita gente, creio que foram umas 2 mil pessoas, aguardavam para entrar no clube. Fila imensa e estava muito frio lá! Vejam o descampado que ficava ao nosso lado, onde muitos foram fazer xixi lá. Sim, povo todo indo lá na moita! Tinha gente bebendo a rodo na fila, antes do show. Um carinha mal aguentava caminhar quando a fila finalmente se moveu, lá pelas 21h20. Muito triste esse pessoal que não sabe se divertir com decência. Na boa, ele perdeu a dignidade alí!

O descampado campo do xixi. Muita gente foi lá! A gente não!

O descampado campo do xixi. Muita gente foi lá! A gente não!

Quando entramos, havia apenas uma segurança mulher para revistar as meninas. Mas ela estava fazendo um bom trabalho, sendo rápida. Para os homens havia mais gente para revistar. Um probleminha que ajudou a atrasar mais ainda o início do show. Mas tudo bem, pelo Angra vale a pena e depois o Edu Falaschi pediu desculpas por isso, então, tudo certo!

Dentro, havia uma lanchonete, sem preços abusivos! Incrível, minha gente! Cerveja a R$ 4,00 e como não bebo… eheheh tinha salgados também, bons por sinal.

A tradicional banca de coisas da banda também, com preços bons e sem abuso! Ponto positivo para Suzano!

Set List
Começou com Viderunt Te Aquæ, que é a introdução do cd Aqua, seguida por Arising Thunder, do mesmo álbum.

Deste cd houve ainda Lease of Life. Mas o que pegou mesmo e incendiou a galera foram as músicas dos outros álbuns.

Que eu me lembre: Heroes of Sand, Nothing to Say, Carry On emendada em Nova Era, Angels Cry, Lisbon, The Course of Nature, Rebirth, Spread Your Fire, fechando com Gate XIII. Também houve um cover no final, onde os músicos trocaram de instrumentos uns com os outros [falarei mais disso depois] ficando algo bem divertido e surpreendente!

Angra no palco do Suzaninho!

Angra no palco do Suzaninho!

Houve um solo de bateria do Ricardo Confessori, muito bom mesmo, nessa hora fui comer uma esfiha que a fome já estava batendo e quando voltei, cantavam Rebirth! Sacanagem, uma de minhas favoritas e eu com a boca cheia de esfiha! RSS

Palco
Gente, uma das coisas que mais gosto nessa banda é a presença de palco que eles têm. Os músicos se movimentam bastante, curtem aquilo que fazem, e isso é ótimo!

Felipe Andreoli estava praticamente em transe com o baixo e para variar, mal dava para ver seus dedos! Um verdadeiro mestre do contra-baixo!

Felipe Andreoli arrasou no show. A foto não é montagem, saiu assim mesmo!

Felipe Andreoli arrasou no show. A foto não é montagem, saiu assim mesmo!

Rafael Bittencourt deixou a barba, ficou meio John Lennon e também estava possuído pela guitarra!

A melhor foto que peguei do Rafael Bittencourt ontem. Apreciem com moderação!

A melhor foto que peguei do Rafael Bittencourt ontem. Apreciem com moderação!

Kiko Loureiro não esteve presente neste show, por motivos familiares, como ele mesmo deixou em nota no site da banda (veja aqui: Nota do Kiko Loureiro), porém foi substituído muito bem pelo Marcelo Barbosa, habilidoso guitarrista que teve apenas duas semanas para ensaiar com a banda! Ele é incrível mesmo, pois ter duas semanas para ensaio e ainda mais sendo a parte do monstro Kiko Loureiro, não é para qualquer um não!!!

Marcelo Barbosa substituindo Kiko Loureiro. A única foto boa que consegui dele! No cantinho da esquerda da tela! Achou?

Marcelo Barbosa substituindo Kiko Loureiro. A única foto boa que consegui dele! No cantinho da esquerda da tela! Achou?

Na batera, Ricardo Confessori, bem melhor neste show que no primeiro que vi, aquele com o Sepultura. Acho que agora ele está mais a vontade com a banda e já treinou mais também, né? [ como coisa que precisa! ]
Edu Falaschi estava com o microfone um pouco baixo, na minha opinião, porém com uma presença incrível, agitando a galera, carinhoso com o público explicou o motivo do atraso do show, pediu desculpas, fez piadas, magnífico!

Edu Falaschi em tom de magia e suspense! Mais uma foto errada que deu certo

Edu Falaschi em tom de magia e suspense! Mais uma foto errada que deu certo

O palco era pequeno para a banda, o que deixou a bateria muito para o fundo dele e os demais músicos muito grudados uns nos outros, mesmo assim foi um palco maior que o do show do Tarot, no Black More.

Palco do Suzaninho: pequeno e baixo. Mas os salão tem um espaço muito bom, é amplo!

Palco do Suzaninho: pequeno e baixo. Mas os salão tem um espaço muito bom, é amplo!

O jogo de luzes estava muito bom, bem sincronizado com as músicas, dando um efeito grandioso para o evento. A combinação de luzes, ora vermelha e amarela, ora azul e branca, e tons de verde, faziam com que as músicas ganhassem mais vida! Um arranjo perfeito entre som e efeitos visuais!

Mesmo com cerca de 2 mil pessoas no local, ficamos confortáveis no Suzaninho. Melhor até que no Via Funchal. A equipe do local também está de parabéns: seguranças educados e lanchonete de qualidade. O local estava limpo e organizado. O único problema foi não ter um estacionamento próprio. Não me incomodo de pagar, mas que o carro fique em um local seguro e longe de flanelinhas.

Rafael e Felipe fazendo um dueto animal!

Rafael e Felipe fazendo um dueto animal!

Bonus Track
Além disso tudo, a galera do Angra fez uma brincadeira muito legal, um verdadeiro presente para o público: trocaram suas posições na banda!

Sim, normalmente, seria assim a formação da banda:

Vocal: Edu Falaschi
Guitarras: Rafael Bittencourt e Marcelo Barbosa (substituindo Kiko Loureiro)
Contra-Baixo: Felipe Andreoli
Bateria: Ricardo Confessori

Com a brincadeira de troca de papéis, a formação ficou assim:

Vocal: Rafael Bittencourt
Guitarras: Edu Falaschi e Ricardo Confessori
Contra-Baixo: Marcelo Barbosa
Bateria: Felipe Andreoli

Minha admiração vai para Felipe Andreoli! Se mostrou um baterista fantástico! Amei mesmo vê-lo na batera do Angra! Todos estavam bem, mas o Felipe foi o cara da noite mesmo!

Angra: Nova formação. Felipe na Batera! Lindo demais!

Angra: Nova formação. Felipe na Batera! Lindo demais!

E na Lojinha de Salim…
Tudo baratinho! CD promocional a R$10,00! Comprei outro pois o que havia comprado na Expomusic sumiu, eu paguei R$25,00 ano passado e já estava autografado. Agora preciso pegar novos autógrafos, né?

Camisetas estavam a R$ 25,00 as nacionais e R$ 45,00 importadas. Preço muito bom, pois em show ou lojas, costumam ter camisetas nacionais a R$ 40,00 e às vezes a R$ 60,00!
Tinha um agasalho, importado, por R$ 80,00. Preciso dizer que comprei? Claro que sim! Passei um frio tão grande na fila, que não pensei duas vezes e não me arrependo, pois o produto é de uma qualidade muito boa! Parabéns, equipe Angra!

Preços acessíveis, atendimento muito bom, deu para trazer uma boa lembrança do show!

Camiseta, CD, Blusão e ingresso!

Camiseta, CD, Blusão e ingresso!

Só senti falta da camisa manga longa, ainda quero uma dessas do Angra e se tiver a estampa do cd Aurora Consurgens, melhor ainda! É de longe meu cd favorito, além do Temple of Shadows, que classifico como especial! Eheheh.

Roadies
Para um show desses, nunca é legal ir sozinha! Como já disse, fui acompanhada pelo meu irmãozinho adotivo o Jean e pela nossa amiga em comum, a Pri.
Excelentes companheiros de viagem, nos divertimos muito! Pena que outros amigos não puderam ir, dados seus compromissos diversos, mas fica aí o convite para os próximos shows, sejam do Angra, Sepultura, Dr. Sin, Tarot, Hangar, etc!

Maninho Jean, Pri e Priss (Rock Me ON que vos escreve) Puro Rock!

Maninho Jean, Pri e Priss (Rock Me ON que vos escreve) Puro Rock!

Valeu, amigos, fazer o show com vcs foi muito legal!

Bom, galera, é isso, fiquem com as fotos, muito grata pela leitura, retuitem, curtam no FaceBook, espalhem este post por aí e ajudem o Rock Me ON a crescer!

Rock OFF!

%d blogueiros gostam disto: