Tag: Ninjas

BláBláLogia!!!!! (É PORTAL DE CIÊNCIAS!!!!)

blablalogia1

Rock ON!!!

Oi, galera!!

É com muita alegria e satisfação que faço esse post sobre um novo canal no You Tube, o BláBláLogia!!!

Ehhhh! Viva!! Viva!!!

Mas pera aí, o que é o BláBláLogia afinal?

Resposta: Não sei!

Brincadeira! Sei sim, eles fizeram vários vídeos contando. Bom, vou deixar linkado um vídeo, mas vou resumir para vocês: Trata-se da iniciativa de vários Youtubers que têm canais sobre ciências e aí o leque é amplo, tá? Temos canais de história, física, biologia, tecnologia, matemática, artes (?) enfim, muita gente mesmo, que resolveu se unir e criar um canal, com postagens diárias, com conteúdo de boa qualidade, bem fundamentado e por que não, divertido!

Então, nessa programação que vai de Segunda à Sábado, afinal, Domingo eles precisam descansar, passear, né? Merecem, porque o trabalho está fenomenal! Mas pensem: por 6 dias da semana temos gratuitamente, eu escrevi: gra-tui-ta-men-te! Sim, de grátis, for free, na faixa, lisão, de boas, enfim, um conteúdo original, feito especialmente para divulgar conhecimento nesse Youtube!! YEAHHH!!!!

E por que estou fazendo este post? Bom, porque eu tenho um site! E porque eu quis! Porque eu gosto de ciências, gostei do conteúdo que apresentaram na semana de estreia e porque alguns dos participantes eu já acompanho e gosto muito do que produzem!

E porque com certeza tem gente que não deve estar sabendo ainda sobre o BláBláLogia!!! AHHHHH <0> Como assim???  Pois é, e eu gosto de espalhar conhecimento, é sempre bom, torna minha vida melhor! Sim, é isso que acredito, me deixa ser feliz, tá? Vamos espalhar conhecimento!!! Ehhhhhh!!!

Aqui, um vídeo do Pirula sobre o BláBláLogia:

 

Aqui, temos a abertura do canal:

 

E a seguir, vou listar os vídeos que mais gostei. Tem certos assuntos que eu gosto mais, sabem como é? Tipo sorvete? Você pode gostar de todos os tipos de sorvete, mas terá aqueles tipos que você sempre vai pegar? No geral, gostei de todos os vídeos, são muito legais, mas alguns para o meu paladar se sobressaíram e isso não impede de você ir lá no canal e descobrir outros sabores, tem muita coisa e parece que a variedade será grande, então, vão lá ver! (sei que o parágrafo ficou confuso, estou cansada, com sono e muita dor no joelho, relevem)

 

Gosto de coisas curiosas. Particularmente essa história aqui eu já conhecia, mas o modo como foi apresentada ficou bem divertido:

 

Já este rapaz, o Slow, eu não conhecia. Pois é, mas o assunto que ele trouxe eu gosto muito porque envolve história. E se não fosse o novo canal, talvez eu demorasse muito para conhecer o canal do Slow (aliás, preciso tirar uns momentos para ver o conteúdo, gostei muito do jeito dele apresentar.)

 

 

E este vídeo aqui, vou deixar para aguçar a curiosidade de vocês. Gostei do modo como ele foi apresentado, achei bem diferente, mas o cara é muito bom e ficou genial!

 

Bom pessoal, como eu escrevi acima, tem mais conteúdo lá no canal, muita coisa ainda parece estar por vir e essa é uma ótima iniciativa de uma galera que produz algo realmente útil.

Talvez você não veja utilidade em saber sobre um povo que cultua aviões e caixas, mas isso pode se tornar uma ótima história para contar para os amigos, família, entreter algum priminho chato numa tarde chuvosa na praia ou num local sem energia elétrica. Só para dar um exemplo bem bobo, tá?

Então, faça parte dessa corrente, entre lá no canal do BláBláLogia, se inscreva, assista aos vídeos, aprenda, se divirta. Espalhe conhecimento também!

Eu fiz este post porque eu quis mesmo. Nenhum deles, no momento em que escrevo sabe disso. Alguns talvez nem venham a saber, mas tenho em mente que é meu dever ajudar a divulgar isto, a iniciativa deles é ótima, talvez inédita e é muito bom ver no Youtube, naquele mar de inutilidades, como gente comendo cactos, uma galera muito boa espalhando conhecimento gratuitamente. Sério, vcs são ótimos e deixo um abraço a cada um de vcs que estão frente às câmeras e por trás delas tbm. \0/

Deixem aí nos comentários o que vcs acharam desse post, se gostaram do conteúdo deles e se tiverem um tempinho, se inscrevam no meu canal também. Está devagarinho, mas indo, rumo aos 101 inscritos (preciso trocar essa URL, colaborem!) e passando um pouquinho do meu conhecimento para vocês também.

Bom, é isso, vida longa e genial ao BláBláLogia!!!

 

 

 

#003 – Vetorizando no Illustrator!!!

Rock ON!!!

Fiz o rascunho entre uma ligação e outra no trampo. As filiais me fazem esperar muito. Achei o desenho maneiro e resolvi vetorizar no Illustrador.

Vetorizar nada mais é do que transformar um desenho complexo (bitmap) em um desenho simples (Vetor). Bom, isso não quer dizer muita coisa, né? Usarei um exemplo prático: uma foto de gatinho. Supondo que eu tenha uma foto de gatinho e olhe essa foto bem de pertinho, verei vários quadradinhos pequenos nela, são os pixels. Quando olho mais de longe, vejo a imagem formada. Bom, até aí, o vetor também é formado de pixels, se eu olhar bem de pertinho, verei a mesma coisa.

A diferença ocorre quando eu quiser fazer uma ampliação da foto de gatinho, o bitmap, ele vai estourar aqueles quadradinhos, os pixels, e por isso a minha linda foto de gatinho ficará deformada, desfocada, feia e horrorosa.

Vamos dizer que eu tenha vetorizado um desenho de gatinho, ou seja, peguei o desenho, passei as linhas e pontos por cima em um programa de vetorização, que poderia ser um Illustrator, Corel Draw, Inkscape etc, transformei em linhas e pontos, colori, tudo vetorizado. Daí eu preciso ampliar esse vetor, então, basta eu fazer isso e ele vai se manter bonito, ordenado, perfumado, lindo de morrer!

Mas por que isso acontece? O vetor trabalha com cálculos matemáticos e o bitmap não. Na verdade é algo bem mais complexo que isso, só que neste momento você não precisa saber disso, não é mesmo? Basta saber que se você quiser uma ampliação ou redução quase perfeita, é melhor usar um vetor que um bitmap!

E como reconhecer quem é um e quem é outro? A resposta já está acima, mas vou dar uma dica: aquelas imagens do tipo jpg, em geral são bitmaps, ou mesmo o bmp (a extensão básica do Paint que vem com o Windows). E se você ampliar ou reduzir muito, vai distorcer uma imagem assim, além de poder ser o produto de um programa de vetorização, isto é, um arquivo exportado. Mas isto é avançado demais neste momento, não se prenda a isto, ok?

Bom, em termos práticos, bitmap é aquilo que você manda no seu celular ou rede social para os amigos. Vetor é aquilo que o cara da gráfica vai pedir para você mandar quando quiser fazer mil adesivos do logotipo da sua banda favorita. E ele pede em vetor porque daí ele pode fazer ajustes sem perder a qualidade do produto final, sacaram?

Eu uso o Illustrator, mas já usei o Corel Draw quando estava aprendendo vetorização e sinceramente a única coisa que sinto falta em relação ao primeiro, é que o Corel divide os tipos de curvas que ele faz, o Illustrator trata como uma coisa só! E o Inkscape? Instalei uma vez para ver como era e nunca usei de fato, mas sei que o Programador Real usa esse programa nas suas tirinhas.

O legal do Inkscape é ele ser gratuito. Você pode fazer download para seu Sistema Operacional baseado em Linux ou Windows. Procurem no Google, é fácil. Já o Illustrator e o Corel são softwares proprietários e você precisa pagar. Ou pegar uma versão de testes.

Bom, no Illustrator é possível mudar o ângulo do pincel de pintura, da borracha, coisa que acho muito legal porque é feito de um jeito bem simples e no vídeo, se você prestar atenção, verá que faço isso algumas vezes.

Entre vetorizar e colorir, levei cerca de 1h30. Mas não se preocupem, reduzi o vídeo às partes mais importantes e ficou com 2min19.

A música de fundo também é de minha autoria. Eu fiz no Music Make Jam, aplicativo da Microsoft, para criar trilhas sonoras. Não sei usá-lo ainda e foi a primeira composição que fiz. E fiz isso porque não achei nenhuma trilha que se encaixasse nas cenas. Rsss.

Bom, espero que gostem, entrem no Youtube, deem um joinha, tá? No próximo farei com voz.

E aqui está o resultado final:

littleRedNinja

Rock OFF!!!

Ninja 1.0

Rock ON!!!

Essa é de 2005 quando fazia senai. Não lembro o que eu tinha na cabeça quando fiz esse desenho. Boa coisa não era, com certeza. Mas enfim, naquela época eu desenhava muitos ninjas.

Este é o ‘Ninja 1.0’ que fiz numa capa de apostila.

Essa é das antigas: 2005.

Essa é das antigas: 2005.

Rock OFF!

%d blogueiros gostam disto: