Sobre Bolsonaro e porque #ELENÃO

Estou cansada. Hoje um amigo me fez uma pergunta no Facebook e respondi lá. Só que decidi colocar o texto aqui também, como registro. Talvez outras pessoas queiram ler. Não sei. Bom, fica como meu desabafo.

 

Rafael: Será mesmo que teremos chance de expressar no voto? Afinal de contas o PT é um dos maiores apoiadores da Venezuela, fora as outras ditaduras como a Nicarágua e Angola… E com o plano de governo deles que entre outras coisas prevê regulariza da mídia (pode consultar lá no plano oficial deles) também não ficaremos tão longe assim da ditadura.

Rafael: Em tempos acho que você me conhece suficientemente bem para saber que não sou alienado, nem dormia nas aulas.

Minha resposta:
Rafa, seguinte, estudamos numa faculdade criada pelo PT, o partido que se quisesse ter feito uma ditadura, teria feito, ou então falhou miseravelmente, pq ficou tanto tempo no poder e não o fez, pelo contrário, o país cresceu, o FMI foi pago. Também não perseguiu minorias, pelo contrário, deu direitos a cidadãos que, apesar de pagar seus impostos, como eu e vc, eram considerados como pessoas inferiores.

O que torna ditaduras monstruosas são pensamentos racistas, xenófobos, opressores e de extermínio do próximo. Sabe, Rafa, minha mãe me criou sozinha. Ela é solteira. Tenho orgulho dela e da família que ela forma comigo. MAS aos olhos do candidato Bolsonaro, eu não sou uma família. Aos olhos do PT, minha mãe poderia, se eu fosse criancinha, ter uma bolsa auxílio ou se ela quisesse, ter acesso ao programa Minha casa minha vida. Um governo PT que me permitiu trabalhar e comprar um carro a vista, mesmo sem ter dinheiro.

O PT, apesar das mazelas, fez com que eu, no alto dos meus 30 anos, conseguisse entrar numa faculdade pública e concluísse o curso. Mesmo sem cotas para mim, mas muitos colegas nossos, conseguiram cursar, por causa dessas cotas. Sabe, Rafa, quando um cara como Bolsonaro fala em vídeo de campanha que as Minorias vão ter que se submeter às maiorias, sabe o que eu penso? Nos discursos de Hitler, Mussoline, Pinochet e na própria Ditadura Civil-Militar que houve no país e que agora bate à nossa porta. Eu sempre votei em partidos mais centrais e confesso que do PT eu gostava apenas do Suplicy.

O Haddad, quando prefeito, eu critiquei horrores, mas sabe qual é a graça da democracia? Eu poder falar que o prefeito tá com uma prefeitura ruim e não ser presa por isso e nem minha família, morta ou perseguida.

A graça da democracia é eu poder votar, mesmo não gostando, pq odeio ir ao colégio onde estudei e sofri uma perseguição fudida quando era criança, pq adivinhe, eu não tinha pai e isso era um padrão nos anos 80: família tinha que ter pai, mãe e filho. Note: filhO. Então na minha conta, bota aí que eu me fudia pq era meninA e filha de mãe solteira. Daí veio os anos 90 e os 2000 e a coisa se abriu, de tal modo, que eu não precisava mais esconder nada disso e podia assumir que eu não tinha pai, sabe pq?

Pq isso, socialmente, não era mais um demérito. Hoje eu vejo isso voltando. Se eu fosse negra, estaria mais na merda ainda. Tenho sorte? Uma pinóia. E meus amigos negros? Meus amigos LGBT+? O que será deles num governo Bolsonaro? O que será de mim, Rafa? Hoje no estacionamento do Extra, um bolsominion me deu ‘tirinhos de pistola com os dedos’. Motivo: eu não pareço uma menina, não é mesmo? Eu estava de chapéu.

Ele me tirou como uma Pessoa LGBT+ e se achou no dever de me ameaçar. Estou horrível por isso, pq penso nos meus amigos LGBT+, em como eles estão sofrendo e com medo. Por isso, mais do que partidarismo, saca? Para não ficar refém do Bolsonaro, pq um Impeachman dele, assume o Vice, Mourão, que disse recentemente que o neto é bonito pq é branco. Que tentou dar um golpe enquanto o bozo tava no hospital.

Eu não quero ser refém dessa gente. Isso não é cristão. Veja bem, eu sou ateia. MAS o que eu sempre ouvi de cristo é que ele perdoava, que acolhia os desvalidos e que não tinha ódio de ninguém e até mesmo na morte, pediu perdão até para aqueles que o estavam ferindo. E poxa, será que eu, uma droga de ateia, entendo a mensagem de cristo e tantos cristãos não entendem? Como conseguem dormir à noite e ficar de corações limpos pensando que LGBT+, negro e pobre tem que morrer? Explica isso.

Pq não me cabe na cabeça e nem no coração, que o discurso de ódio está avançando a passos largos e estamos retrocedendo tanto. E veja bem, Rafa, gastei essas linhas pq te considero muito e acredito que vai entender, pq vc pediu uma explicação.

E não acho que com Haddad vai virar Venezuela, Nicaragua ou Angola. Eu não confio em gente que explora o pobre, que usa uma religião e seus crentes como arma, que se coloca como ídolo e pratica a idolatria e o culto à pessoa. E vc pode botar o Lula nessa conta tbm, só que apesar disso, o Lula não mandou seus partidários matarem tucanos, e Nem FHC fez o mesmo quando tava para perder as eleições. Veja quem se diz cristão, mas faz justamente o oposto. Um forte abraço, Rafa.

Eu sou mulher, ateia, vivi um pedaço da ditadura, no finalzinho, mas vivi, sou de família pobre e não quero perder os direitos que tantos morreram para que eu os tivesse. E muito menos que meus amigos morram por causa de um desvairado maluco, que se coloca como herói da Nação, como salvador da pátria. E que cria notícias falsas para se sustentar na mídia, que cria empresa fantasma, que sonega impostos, que custou mais de 50 milhões de reais em 30 anos de vida política do rio de janeiro e que a única coisa que fez, foi votar para si um aumento de salário e propor uma lei que impede que mulheres que foram estupradas de terem socorro. Não quero um cara assim no governo.

Bom, é isso.

Priss Guerrero

Sou um monstrinho Creck que ganhou vida. Twitter: @prissguerrero1

%d blogueiros gostam disto: